Academia sueca ainda não conseguiu falar com Bob Dylan após Nobel

Músico permaneceu em silêncio durante todo o dia sobre vitória, diz jornal. Ganhador de prêmio literário fez show nesta quinta-feira (13) em Las Vegas.

Da France Presse

O cantor e compositor Bob Dylan, durante show no festival Vieilles Charrues em Carhaix-Plouguer, no oeste da França, em julho de 2012 (Foto: David Vincent/AP/Arquivo)O cantor e compositor Bob Dylan, durante show no festival Vieilles Charrues em Carhaix-Plouguer, no oeste da França, em julho de 2012 (Foto: David Vincent/AP/Arquivo)








Mais de 24 horas depois do anúncio do prêmio Nobel de Literatura para o cantor e compositor americano Bob Dylan, a Academia sueca ainda não conseguiu falar com o artista, que fez um show em Las Vegas na noite desta quinta-feira (13).
"A Academia entrou em contato com o agente de Dylan e também com o diretor de sua turnê", afirmou o chanceler da instituição, Odd Zschiedrich. A Academia não conseguiu um contato direto com o premiado.
Segundo jornalistas presentes, Dylan se limitou a cantar, sem qualquer referência ao prêmio Nobel, durante a apresentação em Las Vegas nesta quinta.
O jornal "Washington Post", que entrevistou pessoas ligadas ao artista, afirmou que o músico permaneceu em silêncio o dia todo sobre o prêmio. O cantor Bob Neuwirth, amigo de Dylan, disse à publicação americana que ele "inclusive poderia não agradecer" a homenagem.
A cada ano, os premiados são convidados a comparecer a Estocolmo no dia 10 de dezembro para receber o prêmio as mãos do rei da Suécia e discursar durante um jantar de gala. A Academia sueca, porém, não sabe se Dylan tem a intenção de comparecer ao evento.
Em 1964, o filósofo francês Jean-Paul Sartre rejeitou o Nobel de Literatura quando foi anunciado como o vencedor. Assim, ele não recebeu as 273 mil coroas suecas (R$ 99 mil) que correspondiam ao prêmio na época. Hoje, o prêmio é de 8 milhões de coroas suecas (cerca de R$ 2,9 milhões).

Comentários

Mais Visitadas

Trinta Anos de Ordenação Sacerdotal do Pe. Geovane Saraiva

Parabéns, Padre Geovane!

Exposição traz obras do cearense José Ximenes

Michelle Bachelet será a nova chefe de direitos humanos da ONU

Deus, alimento e remédio