NATAL

Grecianny Cordeiro


            Em mais um Natal, a esperança se renova.
            De dias melhores,
            em que a solidariedade e a caridade
            encontrem espaço.

            Em mais um Natal, a esperança goteja,
            no afã de fazer brotar a crença
            num mundo melhor.

            Em mais um Natal, a esperança se esperneia,
            se recusando a crer
            na desumanidade do homem.

            Em mais um Natal, a esperança insiste,
            persiste, nunca desiste,
            e assim mostra-se a todos.

            Em mais um Natal, a esperança espera,
            a grandeza humana,

            ainda escondida no fundo da caixa de Pandora.

Comentários

Mais Visitadas

A linguagem do amor

Garimpeiro do conhecimento

História do transporte de passageiros é contada em Centro Cultural da Fetrans

Museu da Fotografia Fortaleza realiza nesta quinta (17) palestra sobre a imagem contemporânea

Aposentadoria por idade será aprovada por internet e telefone