Descubra como se prevenir contra ataques cibernéticos

Com a vulnerabilidade de segurança encontrada na web, os casos de ciberataques em e-mails, redes sociais e aplicativos de mensagens instantâneas têm sido um dos vilãos na vida dos usuários.
   
Para não se tornar uma vítima desse ataques cibernéticos, a especialista em segurança da informação, Andrea Zapparoli Manzoni, listou quatro recomendações importantes para todos internautas.
   
1) Conheça e compreenda a ameaça para não cair em armadilha
Os ataques baseados em técnicas de engenharia social - ou seja, realizados enganando a vítima, alterando de alguma maneira a sua percepção de realidade - devem ser combatidos tanto no plano educacional como cultural.
   
Estes ataques de engenharia social hoje são realizados seja através dos e-mails (sistema mais tradicional e consolidado) ou nas redes sociais e redes de informações instantâneas (alvos ainda mais atacados e eficazes que os e-mails porque estes canais sempre são considerados mais confiáveis pelas vítimas).
   
2) Preste atenção no contexto da comunicação e verifique em caso de dúvidas
É muito importante aprender a distinguir um ataque de phishing de uma mensagem legítima porque este e-mail falso é o primeiro passo para a atividade criminosa ser realizada.
   
Recusar este "spam" evita que o ataque seja feito completamente. No entanto, é preciso primeiramente responder as perguntas básicas: "Quem está me escrevendo?"; "Por quê?"; "É uma mensagem esperada?"; "O assunto é de meu conhecimento?". Em caso de dúvidas, é necessário fazer a confirmação de identidade do remetente antes de abrir qualquer link ou anexo.
   
3) Utilize menos serviços/aplicativos com contas de e-mail diferentes

Agência ANSA

Comentários

Mais Visitadas

Garimpeiro do conhecimento

A linguagem do amor

Cannes: Filmes de qualidade, mas sem ousadia

O saber na periferia do conhecimento

História do transporte de passageiros é contada em Centro Cultural da Fetrans