Descubra como se prevenir contra ataques cibernéticos

Com a vulnerabilidade de segurança encontrada na web, os casos de ciberataques em e-mails, redes sociais e aplicativos de mensagens instantâneas têm sido um dos vilãos na vida dos usuários.
   
Para não se tornar uma vítima desse ataques cibernéticos, a especialista em segurança da informação, Andrea Zapparoli Manzoni, listou quatro recomendações importantes para todos internautas.
   
1) Conheça e compreenda a ameaça para não cair em armadilha
Os ataques baseados em técnicas de engenharia social - ou seja, realizados enganando a vítima, alterando de alguma maneira a sua percepção de realidade - devem ser combatidos tanto no plano educacional como cultural.
   
Estes ataques de engenharia social hoje são realizados seja através dos e-mails (sistema mais tradicional e consolidado) ou nas redes sociais e redes de informações instantâneas (alvos ainda mais atacados e eficazes que os e-mails porque estes canais sempre são considerados mais confiáveis pelas vítimas).
   
2) Preste atenção no contexto da comunicação e verifique em caso de dúvidas
É muito importante aprender a distinguir um ataque de phishing de uma mensagem legítima porque este e-mail falso é o primeiro passo para a atividade criminosa ser realizada.
   
Recusar este "spam" evita que o ataque seja feito completamente. No entanto, é preciso primeiramente responder as perguntas básicas: "Quem está me escrevendo?"; "Por quê?"; "É uma mensagem esperada?"; "O assunto é de meu conhecimento?". Em caso de dúvidas, é necessário fazer a confirmação de identidade do remetente antes de abrir qualquer link ou anexo.
   
3) Utilize menos serviços/aplicativos com contas de e-mail diferentes

Agência ANSA

Comentários

Mais Visitadas

Trinta Anos de Ordenação Sacerdotal do Pe. Geovane Saraiva

Exposição traz obras do cearense José Ximenes

Parabéns, Padre Geovane!

Para especialistas, pais devem acompanhar uso da internet por crianças

Michelle Bachelet será a nova chefe de direitos humanos da ONU