Jovens e governantes debatem problemas globais

O Fórum da Juventude 2017 arranca esta segunda-feira, 30 de janeiro, em Nova Iorque (Estados Unidos da América). Organizado pelos membros do Conselho Económico e Social das Nações Unidas (ECOSOC), o encontro vai motivar debates entre jovens, governantes e sociedade civil, ao longo de dois dias.


Este ano, o Fórum da Juventude aborda o conceito de «prosperidade compartilhada», que está no centro da Agenda 2030 para o desenvolvimento. O encontro incidirá, de forma particular, sobre o papel dos jovens para a erradicação da pobreza e para a promoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).


Em discussão vai estar «o problema do desemprego entre os jovens, a importância da igualdade de género e das ações de combate às alterações climáticas». Além disso, os participantes também vão a ter oportunidade para partilhar com os representantes dos Estados-membros das Nações Unidas as suas ideias sobre inovação e soluções para problemas globais.


«Os jovens estão entre os mais esquecidos do mundo, especialmente os pobres e os desempregados. Simultaneamente, eles são os que mais podem se beneficiar das inovações tecnológicas, porque costumam ser os primeiros a abraçar novas ideias», destacam os responsáveis do ECOSOC, citados pela Rádio ONU.

Fátima Missionária

Comentários

Mais Visitadas

Trinta Anos de Ordenação Sacerdotal do Pe. Geovane Saraiva

Exposição traz obras do cearense José Ximenes

Parabéns, Padre Geovane!

Para especialistas, pais devem acompanhar uso da internet por crianças

Michelle Bachelet será a nova chefe de direitos humanos da ONU