Jovens e governantes debatem problemas globais

O Fórum da Juventude 2017 arranca esta segunda-feira, 30 de janeiro, em Nova Iorque (Estados Unidos da América). Organizado pelos membros do Conselho Económico e Social das Nações Unidas (ECOSOC), o encontro vai motivar debates entre jovens, governantes e sociedade civil, ao longo de dois dias.


Este ano, o Fórum da Juventude aborda o conceito de «prosperidade compartilhada», que está no centro da Agenda 2030 para o desenvolvimento. O encontro incidirá, de forma particular, sobre o papel dos jovens para a erradicação da pobreza e para a promoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).


Em discussão vai estar «o problema do desemprego entre os jovens, a importância da igualdade de género e das ações de combate às alterações climáticas». Além disso, os participantes também vão a ter oportunidade para partilhar com os representantes dos Estados-membros das Nações Unidas as suas ideias sobre inovação e soluções para problemas globais.


«Os jovens estão entre os mais esquecidos do mundo, especialmente os pobres e os desempregados. Simultaneamente, eles são os que mais podem se beneficiar das inovações tecnológicas, porque costumam ser os primeiros a abraçar novas ideias», destacam os responsáveis do ECOSOC, citados pela Rádio ONU.

Fátima Missionária

Comentários

Mais Visitadas

Dois pesos e duas medidas

Documentário sobre papa Francisco chega a cinemas dos EUA em maio

Professora vai mediar estudo de literatura feminina em Dourados

Socorro Acioli coordena especialização em Escrita Literária

Livro fala sobre empatia, alteridade, sentimentos reais e seres humanos