Papa pede mais acolhimento para refugiados


O Papa Francisco apelou à comunidade internacional que acolha os migrantes e refugiados com base numa «abordagem prudente», em que os líderes políticos possam «avaliar, com sabedoria e largos horizontes, até que ponto os seus países podem, sem causar danos ao bem-estar dos seus cidadãos, proporcionar aos imigrantes uma vida digna». 

Num encontro com representantes diplomáticos acreditados na Santa Sé, realizado esta segunda-feira, 9 de janeiro, o Pontífice lembrou que no atual contexto de grandes fluxos migratórios, é essencial que existam «sociedades abertas e hospitaleiras para os estrangeiros e, ao mesmo tempo, seguras e pacíficas internamente». 

Ou seja, é preciso que a comunidade internacional demonstre «um compromisso comum a favor dos migrantes, refugiados e deslocados internos, que garanta um acolhimento digno», e assegure a «integração dos migrantes nos tecidos sociais em que estão inseridos, sem que se sintam ameaçados na sua segurança e identidade cultural». Ao mesmo tempo, o Santo Padre recordou aos migrantes que «não devem esquecer que têm o dever de respeitar leis, cultura e tradições dos países que os acolheram».


Fátima Missionária

Comentários

Mais Visitadas

Trinta Anos de Ordenação Sacerdotal do Pe. Geovane Saraiva

Exposição traz obras do cearense José Ximenes

Parabéns, Padre Geovane!

Para especialistas, pais devem acompanhar uso da internet por crianças

Michelle Bachelet será a nova chefe de direitos humanos da ONU