Polanski presidirá próximo César, o Oscar do cinema francês

Polanski prepara atualmente seu próximo filme, consagrado ao caso Dreyfus, que originou o famoso artigo "Eu Acuso!". (AFP)
O cineasta franco-polonês Roman Polanski presidirá a 42ª cerimônia do César, o Oscar do cinema francês, que será celebrado em 24 de fevereiro, em Paris, anunciaram os organizadores nessa quarta-feira.
O diretor, cuja extradição é pedida pela Justiça dos Estados Unidos, que o acusa há 40 anos de ter violentado uma menor, foi premiado oito vezes pela Academia francesa de Artes e Técnicas do Cinema.
"Esteta insaciável, Roman Polanski reinventa sua arte e suas obras ao longo das épocas", destacou o presidente da Academia, Alain Terzian, em um comunicado.
Aos 83 anos, o cineasta, autor de 21 longa-metragens, foi recompensado com dois César de melhor filme.
Em 1980, com "Tess", adaptado do romance "Tess de Urberville", de Thomas Hardy, e em 2003 com "O Pianista", sua obra-prima, adaptado do livro autobiográfico de Wladyslaw Szpilman, conta a história da sobrevivência de um músico no gueto de Varsóvia na Segunda Guerra Mundial.
Com este último filme, também premiado em Cannes em 2002, ele recebeu o César de melhor diretor.
Polanski prepara atualmente seu próximo filme, consagrado ao caso Dreyfus, que originou o famoso artigo "Eu Acuso!", do escritor Émile Zola.
O diretor sucede Claude Lelouch como presidente dos César, cujas indicações serão anunciadas em 25 de janeiro.

AFP

Comentários

Mais Visitadas

Trinta Anos de Ordenação Sacerdotal do Pe. Geovane Saraiva

Exposição traz obras do cearense José Ximenes

Parabéns, Padre Geovane!

Para especialistas, pais devem acompanhar uso da internet por crianças

Michelle Bachelet será a nova chefe de direitos humanos da ONU