São Paulo terá homenagem ao camaleão

A homenagem a David Bowie será na data exata em que ele completaria 70 anos. (AFP)
Toda e qualquer manifestação de homenagem a David Bowie na data exata em que ele completaria 70 anos parece singela diante da genialidade de um dos maiores ídolos da música pop. A tarefa torna-se complexa, inclusive, para quem interpreta o camaleão o rock nos palcos há mais de uma década. André Frateschi, que ao lado da banda Heroes e da mulher, Miranda Kassin, canta os hits do space man de forma intensa e vibrante, é incapaz de se autodescrever sem o DNA de Bowie.

"Ele foi vanguarda em todos os momentos da vida, inclusive na hora de se despedir. De alguma forma, portanto, ele sentiu que o mundo estava ficando cada vez mais louco e partiu. O Bowie não morreu, apenas retornou para o seu planeta de origem", diz Frateschi, que fará um show especial de tributo a David Bowie neste domingo, 8, no Centro Cultural Rio Verde, na zona oeste de São Paulo.

O show de Frateschi passará por todas as fases do britânico, incluindo músicas de Blackstar (2016). "Não quero que esta apresentação seja um luto eterno. O intuito é celebrar a importância do Bowie", conclui.

Agência Estado

Comentários

Mais Visitadas

A linguagem do amor

Garimpeiro do conhecimento

História do transporte de passageiros é contada em Centro Cultural da Fetrans

Museu da Fotografia Fortaleza realiza nesta quinta (17) palestra sobre a imagem contemporânea

Aposentadoria por idade será aprovada por internet e telefone