Rádio Nacional de Brasília completa 59 anos

Julia Buonafina Rocha*
Inezita Barroso se apresenta no auditório da Rádio Nacional de Brasília - Acervo Arquivo Público do Distrito Federal
Inezita Barroso se apresenta no auditório da Rádio Nacional de Brasília - Mário Fontenelle, 21/04/1959 -Acervo Arquivo Público do Distrito Federal
Inaugurada no dia 31 de maio de 1958, a Rádio Nacional de Brasília completa hoje (31) 59 anos. A emissora era um dos principais meios de comunicação dos candangos quando a capital ainda estava sendo construída.
Destaque pela programação, que conta com música popular brasileira (MPB) tradicional e contemporânea, música instrumental, novos talentos e a música de artistas de Brasília, a Nacional é transmitida em todo o Distrito Federal e entorno, além de ser disponibilizado pela internet e por satélite digital.
A emissora oferece 28 programas, que vão de política a cultura. Além da programação musical, oferece eventos para promover a cultura local, como o Festival de Música da Rádio Nacional FM, realizado desde 2009.
Para a comemoração dos 59 anos, a emissora contará com uma programação especial. Desde o início do ano, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), à qual a rádio é vinculada, trabalha na montagem da exposição A Voz do Coração do Brasil - a recriação de um estúdio da Rádio Nacional dos anos 70 a 80, que será inaugurado hoje.
A exposição mostra a história da emissora e a restauração de equipamentos da época. A recriação do estúdio é a primeira etapa do projeto, que integra o plano de trabalho de 2017 da Gerência Executiva de Comunicação. A meta é montar, na sede da EBC, uma exposição permanente para contar a história dos veículos que formam a empresa.
Além da exposição, a Rádio Nacional de Brasília contará com a presença de historiadores, escritores e dos jornalistas Ronaldo Costa Couto e Adirson Vasconcelos, que estarão no estúdio para falar sobre a relação entre Brasília e a Rádio Nacional.

Comentários

Mais Visitadas

Pessoas com deficiência ainda não têm assegurados o acesso a bens culturais

Autor revisa história do gênero literário em novo livro

Professores pedem tombamento do prédio da antiga Escola Normal Rural

Resgate em caverna da Tailândia pode virar filme em Hollywood

Novo livro de Scholastique Mukasonga, traz o retrato cruel do genocídio ocorrido em Ruanda, na África, em 1994