11ª edição do Lanternas pela Paz acontece nesta sexta-feira na Lagoa do Opaia

Evento lembra os 72 anos do lançamento das bombas atômicas em Hiroshima e Nagasaki e convida à construção de uma cultura de paz na capital cearense 

Foto: Divulgação / Internet
 
O mês de agosto de 1945 é marcado pelo trágico acontecimento dos bombardeamentos atômicos das cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki, realizados pelos Estados Unidos, durante a fase final da Segunda Guerra Mundial. Neste ano, lembram-se, com pesar, os 72 anos desse que é considerado o maior crime de guerra já sofrido pela humanidade – o primeiro ato na história no qual as armas nucleares foram utilizadas contra alvos civis, em guerra.
 
Em homenagem às vítimas dessa tragédia, a Associação dos Moradores da Vila União promove há 11 anos o evento “Lanternas pela Paz”. Neste ano, o ato pela paz mundial será realizado amanhã, sexta-feira, 11 de agosto, a partir das 16 horas.

O evento terá atrações artísticas culturais locais, além da presença da população em um ato que promove a cultura de paz na Capital.

O lançamento das lanternas na Lagoa do Opaia, que marca o encerramento do evento, está marcado para as 18 horas. Será um momento encantador, em que o gesto de sensibilidade simboliza uma mobilização contra a violência e um chamamento à construção da paz. 

Serviço
11ª edição do Lanternas pela Paz
Lagoa do Opaia
Data: 11/08/2017
A partir das 16 horas
 
Com informações da organização do evento
Boa Notícia

Comentários

Mais Visitadas

Documentário sobre papa Francisco chega a cinemas dos EUA em maio

Dois pesos e duas medidas

Professora vai mediar estudo de literatura feminina em Dourados

Socorro Acioli coordena especialização em Escrita Literária