Aulões motivam estudantes e levam dicas de redação

 
Aulões-show foram ministrados em Sobral nos últimos cinco dias. A ação é uma parceria entre Fundação Demócrito Rocha e Seduc  MATEUS DANTAS
Aulões-show foram ministrados em Sobral nos últimos cinco dias. A ação é uma parceria entre Fundação Demócrito Rocha e Seduc MATEUS DANTAS
Em turnê pelo Ceará há quase quatro meses, professores da rede privada de ensino e palestrantes convidados pela Fundação Demócrito Rocha (FDR) conversam descontraidamente com estudantes de escolas públicas estaduais, mostrando, com exemplos, que os jovens são capazes de obter bons resultados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) — previsto para ser aplicado nos dias 5 e 12 de novembro. A conversa inclui dicas práticas para eles produzirem redações dignas de nota máxima no exame.
Como parte das ações do Enem Chego Junto Chego Bem deste ano, em parceria com a Secretaria da Educação do Ceará (Seduc), os aulões-show foram ministrados em Sobral nos últimos cinco dias e, até o fim desta semana, devem chegar aos municípios de Jucás, Araripe e Assaré. “A gente já passou por todas as regiões. Fez Cariri, Centro-Sul, Sertão Central, Serra da Ibiapaba…”, citou a articuladora do projeto pela FDR, Emanuela Fernandes. A proposta é dar prosseguimento aos aulões — 80, no total — até o fim de outubro.
“Nossa intenção, no projeto, é dar informação que ele (o estudante) não tem regularmente”, explicou o professor de redação Fernando de Souza, convidado para ministrar palestra em Sobral na manhã desta segunda-feira, 18. “Claro que não pretendo ser melhor do que nenhum professor deles, eles fazem o trabalho bem feito, mas, às vezes, algumas dicas que são dadas em sala de aula passam despercebidas porque o aluno não está atento”, continuou.
Para a estudante Adriele Fonteles Pires, 17, da Escola de Ensino Médio (EEM) Elza Goersch, em Forquilha — vizinha a Sobral —, os bizus de Fernando serviram para ela, finalmente, compreender a diferença entre coesão e coerência. “Aconselho muito aos professores de redação pegar os alunos e apontar cada erro, dizer o que não é pra fazer e o que é pra fazer, porque é isso que tem me ajudado”, admitiu.
Outro momento do aulão-show em Sobral deixou Adriele ainda mais preparada para encarar o Enem. “O cara que fez a introdução foi muito bom. Contou a história dele, que foi uma motivação a mais pra gente querer fazer a prova, passar e ir pra universidade. Pra, quem sabe, um dia, ser a gente que vai estar aqui dando aula”.
“O cara” citado pela aluna era o advogado e humorista Haroldo Guimarães, outro convidado pela FDR. “Ministrei mais de cinquenta aulões este ano e a receptividade é a melhor possível. Eles (os alunos) ficam muito encantados com o fato de haver tanta preocupação com a aprovação ou com a boa performance deles no Enem”, disse.
LUANA SEVERO

O Povo

Comentários

Mais Visitadas

A linguagem do amor

Garimpeiro do conhecimento

História do transporte de passageiros é contada em Centro Cultural da Fetrans

Cannes: Filmes de qualidade, mas sem ousadia

O saber na periferia do conhecimento