Amor e dor

Gonzaga Mota*
Peço permissão ao leitor para dizer-lhe que somente a leitura de um bom livro e assistir a um jogo do Flamengo, na televisão e principalmente no Maracanã, são para mim diversões melhores do que um bom filme. Gosto muito de ir ao cinema. Todavia, nos últimos anos, não acompanho, como acompanhava a projeção de películas nacionais e estrangeiras.
Vivemos num ambiente tão complicado, precisando de mensagens de solidariedade, paz e esperança e não de guerras, ataques de extra-terrestres, armas mortíferas, destruição do mundo, conflitos inter-planetários etc. Os efeitos cinematográficos podem até ser bem concebidos, mas o final, apesar de algumas vezes, ser a vitória do bem contra o mal, é apresentado de uma forma cruel, sanguinária e depressiva, deixando quem assiste dominado pelo sentimento da violência. Não que eu seja a favor dos chamados "pastelões" ou dos filmes "água com açúcar". No momento, é difícil uma boa comédia ou um bom drama. Mas respeito a opção de cada um. "Questão de gosto não se discute", como diz a sabedoria popular. Porém, é bem melhor que os sentimentos sejam ordenados, que as flores apareçam sobre os escombros, as alegrias superem as tristezas e a sensação de felicidade fique acima do temor e das preocupações, prevalecendo o amor. Fiz estes comentários para enaltecer um filme que assisti no fim de semana: "Uma razão para recomeçar" ("New Life", no original). Uma história que envolve "amor e dor", mas mostra os sentimentos de solidariedade, caridade e doação. Na plateia cinco pessoas. Em outra sala, tive a curiosidade de ir ver um filme de violência: casa cheia. Assim é a vida.
*Professor aposentado da UFC

Comentários

Mais Visitadas

Conheça o cearensês e saiba como surgiram vocábulos muito usados pelos cearenses

Santo Antônio, apóstolo da bondade

Judias são salvas do nazismo com casamentos arranjados em livro

Dia dos namorados: os 15 poemas de amor da literatura brasileira pra você copiar, colar e brilhar

Projeto do Instituto Brasil Solidário transforma o São João em grande festa literária