Livro de cearense é traduzido para o francês e terá lançamento na França e no Canadá

O autor cearense Ítalo Anderson conseguiu um marco para sua vida de escritor ainda jovem. Ele vai a Paris (França), Montreal e Quebec (Canadá) para o lançamento da versão traduzida para o francês do seu primeiro livro de poemas “Gaveta Aberta” (Futurarte Poesia), lançado no Brasil em 2014.
Ítalo nasceu em Fortaleza, mas vive em São Paulo desde os 19 anos. Com contato com a literatura e as artes desde a infância, frequentou cursos livres como o Laboratório de Linguagens Visuais, na Escola Pública de Artes Visuais da Vila das Artes e Oficina de Dramaturgia, na Universidade Federal do Ceará.
O livro em questão traz uma poesia fresca, juvenil e muito pictórica. Ao lê-la, e através de recursos estilísticos riquíssimos dos quais se destaca a metáfora, somos levados a um imaginário poético imbuído de realidades, emoções e inquietações.
“Alcançar a comunidade francófona com meu trabalho é mais uma confirmação de que vale a pena acreditar no que faço, especialmente por arriscar na poesia nacional. Vou com um frio na barriga, pois sei que estou lidando com um público exigente, leitores de grandes nomes como Rimbaud e Baudelaire. Estou pronto para o que vier”, comenta.
Prêmio Jabuti
Em 2017, o autor concorreu com o seu segundo e mais recente lançamento “Pelo Ralo: poesias que se foram”, lançado durante a 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo (2016), ao Prêmio Jabuti na categoria Poesia.
Tribuna do Ceará

Comentários

Mais Visitadas

Garimpeiro do conhecimento

Mistério da Santíssima Trindade

O saber na periferia do conhecimento

Cannes: Filmes de qualidade, mas sem ousadia

Bill Gates quer que você leia estes 5 livros nas férias de julho