Irmãs gêmeas

Gonzaga Mota*

A Política e a Economia são duas ciências com um grau de correlação significativo e dependem de variáveis endógenas e exógenas. De forma resumida, apresentamos apenas duas situações envolvendo fundamentos relacionados com as mencionadas Ciências.
Ambas abrangem diversos campos como a filosofia, o social, a justiça, a teoria dos jogos, relações internacionais, direito, administração e gestão, processo legislativo, etc. As duas situações escolhidas ressaltam dois indicadores políticos (estabilidade e incerteza) e um indicador econômico (crescimento).
Comentamos, por exemplo, de forma simples, sem auxílio visual, duas situações que mostram o comportamento político e econômico de um País. Para tanto, usamos o primeiro quadrante do sistema cartesiano de coordenadas ("abscissas" - eixo horizontal e "ordenadas" - eixo vertical). O primeiro modelo (estabilidade política "versus" crescimento) nos mostra uma curva ascensional da esquerda para direita, ou seja, quanto maior a estabilidade política, maior será a perspectiva de crescimento econômico.
Por outro lado, o segundo modelo (incerteza política "versus" crescimento) nos mostra uma curva descensional de esquerda para direita, ou seja, quanto maior a incerteza(instabilidade) política, menor será a perspectiva de crescimento econômico. Um país politicamente instável (com corrupção endêmica, poderes constituídos em desarmonia e não independentes, baixo nível educacional, privilégios, etc) jamais conseguirá bons indicadores. Às vezes consegue, como dizem os economistas, um rápido "voo" de galinha. Democracia plena é a solução.

*Professor aposentado da UFC

Comentários

Mais Visitadas

Garimpeiro do conhecimento

A linguagem do amor

O saber na periferia do conhecimento

Cannes: Filmes de qualidade, mas sem ousadia

História do transporte de passageiros é contada em Centro Cultural da Fetrans