A maior livraria flutuante do mundo dá certo para o México

Mérida (Yucatán) 
O navio Logos Hope.
O navio Logos Hope. EFE
O navio Logos Hope é considerado a maior livraria flutuante do mundo. Desde 2009 ele visitou os diferentes portos da Europa, América, Ásia e África para vender livros a preços moderados. Tem mais de 5.000 títulos e os próximos destinos serão Guatemala e México, países que chegarão em março.
"É uma história maravilhosa porque todas as pessoas que visitam o nosso barco terão a oportunidade de compartilhar seus costumes e cultura com a equipe composta por voluntários de mais de 60 países", diz o assessor de imprensa a bordo do navio, Pavel Martínez.
Logos Hope chegará em Puerto Barrios, Guatemala, no dia 3 de março, onde será até 22 para chegar a vários locais costeiros no México, como parte de sua turnê pela América Latina, que começou em janeiro em Cartagena, na Colômbia.
No navio, que tem 132 metros de extensão, os visitantes podem desfrutar de literatura de todo o mundo, eventos culturais, conferências, concertos, peças e oficinas. "Nossa oferta é diferente em cada porta", diz Martinez.
"Outro ponto relevante é que oferece doações de livros em orfanatos e escolas com poucos recursos, filtros purificadores de água e óculos de leitura em áreas vulneráveis ​​e participa em projetos de construção ou renovação em centros comunitários", acrescenta.
A entrada para o navio Logos Hope é gratuita para crianças e idosos em todos os portos do cruzamento. O resto dos visitantes tem que pagar, embora "o preço seja mínimo", diz Martinez.
A Logos Hope visitou a Ásia, a América, a África e a Europa, onde mais de 46 milhões de pessoas já visitaram o enorme navio. No entanto, é precedido pelos navios Logos, Logos II e Doulos, cuja navegação começou em 1970. Desde então, esses navios já visitaram mais de 151 países.
Em 2004, a Logos Hope foi adquirida pela empresa OM Ships International , uma organização de operadores de navios com sede na Alemanha que promove intercâmbio cultural, serviço comunitário e livrarias flutuantes. Foi em 2009, quando começou sua missão como uma enorme livraria flutuante da Koeger, na Dinamarca, com milhares de voluntários de países de todo o mundo. Depois de passar pelo México, o navio dirigirá países como Panamá, Guatemala, El Salvador ou Nicarágua.

El País

Comentários

Mais Visitadas

Trinta Anos de Ordenação Sacerdotal do Pe. Geovane Saraiva

Parabéns, Padre Geovane!

Deus, alimento e remédio

Filme luso-brasileiro com índios Krahô vence Festival de Cinema de Lima

Ser estudante