Professora vai mediar estudo de literatura feminina em Dourados

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto
Incentivar a prática a leitura, acesso rápido e dinâmico a obras literárias dos mais diversos temas, porém, com uma particularidade: escritas apenas por mulheres. Essa é a ideia principal do projeto "Leia Mulheres" que, no Brasil, teve início em 2015.
Único no Estado, em Dourados grupo teve a primeira reunião no dia 20 de janeiro, no quiosque do Parque do Lago e reuniu 15 participantes. Os encontros serão realizados todos os últimos sábados de cada mês, em locais e horários a serem definidos.
Com temáticas fortes, o intuito é, inclusive,quebrar tabus e desmistificar assuntos que teoricamente geram algum tipo de pré-conceito na sociedade, além de abranger temas de todos os tipos, adaptando-os para a atual realidade.
Na cidade, o grupo de discussão é mediado pelas professoras Andréia de Oliveira Iguma e Grazielli Alves de Lima, ambas graduadas na área da linguagem. De acordo com a professora Andréia, o mercado editorial ainda é bastante restrito a obras escritas por mulheres o que acaba não dando tanta visibilidadepara a linha feminina de escritoras.
"Nossa ideia é trazer, para pessoas de todos os gêneros, os mais diferentes tipos e títulos de obras escritas especificamente por mulheres.Por isso é tão importante divulgar esse projeto, já que o mercado editorial ainda é muito restrito na propagação dessas obras", diz Iguma.
De acordo com Grazielli, as obras são lidas e estudadas antes de cada reunião, que acontece aos sábados, geralmente o último de cada mês. O próximo encontro será realizado no dia 24 de fevereiro, na Aduf–Rua Arthur Frantz, 290 – ParqueAlvorada. A obra escolhida é da escritora Margaret Atwood, "O Conto da Aia". "É importante salientar que todas as pessoas interessadas podem participar dos estudos, não é uma reunião voltada apenas para mulheres, apenas as obras que precisam especificamente ser escrita por mulheres", finalizaLima.
Interessados em ficar por dentro dos encontros e de todas as novidades acerca do grupo "Leia Mulheres" de Dourados, basta acessar o grupo no Facebook: https://www.facebook.com/groups/1961380644182991/ para mais informações.
Fonte: http://www.progresso.com.br

Comentários

Mais Visitadas

Conheça o cearensês e saiba como surgiram vocábulos muito usados pelos cearenses

Arquivos de cartórios do Ceará integrarão árvore genealógica mundial

COPA DO MUNDO

São Luiz exibe "Vidas Secas" e homenageia Nelson Pereira dos Santos

Carta ao eleitor V