Espetáculo que mistura dança, teatro, literatura e música é encenado no Recife

Por G1 PE
Espetáculo tem como cenário um espaço poético povoado por cadeiras, postes, malas e pessoas (Foto: Henrique Chendes/Divulgação)
 
Espetáculo tem como cenário um espaço poético povoado por cadeiras, postes, malas e pessoas (Foto: Henrique Chendes/Divulgação)
 
A Caixa Cultural, no Bairro do Recife, no Centro da capital pernambucana, recebe, a partir desta quinta-feira (8), o espetáculo de dança "Três mulheres e um bordado de sol", criado pelo grupo pernambucano Compassos Cia. de Dança. As apresentações discutem vivências dos integrantes da trupe a partir de pesquisas literárias, visuais e de corpo com obras de Clarice Lispector, Edith Piaf e Frida Kahlo.
O espetáculo, que tem classificação indicativa de 12 anos, mistura dança, teatro, literatura e música. A encenação fica em cartaz até sábado (10) e, posteriormente, entre os dias 15 e 17 de março, sempre às 20h. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).
Dirigido pelo bailarino e coreógrafo Raimundo Branco, o espetáculo tem como cenário um espaço poético povoado por cadeiras, postes, malas e pessoas que, por meio da iluminação, se transformam, seja em uma ponte parisiense, em um hospital ou em uma estação de trem.
Espetáculo "Três mulheres e um bordado de sol" estreou em 2014 (Foto: Welligton Dantas/Divulgação)
 
Espetáculo "Três mulheres e um bordado de sol" estreou em 2014 (Foto: Welligton Dantas/Divulgação)

O espetáculo "Três mulheres e um bordado de sol", dessa companhia criada em 1990, estreou em 2014 e foi encenado em cidades como Belo Horizonte e Campina Grande, além da capital pernambucana.

Serviço

Espetáculo de dança "Três mulheres e um bordado de sol", da Compassos Cia. de Dança
De quinta (8) a sábado (10), às 20h; de 15 a 17 de março, às 20h
Caixa Cultural Recife - Avenida Alfredo Lisboa, 505, Bairro do Recife, Recife
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Informações: (81) 3425-1915

Comentários

Mais Visitadas

Pessoas com deficiência ainda não têm assegurados o acesso a bens culturais

Autor revisa história do gênero literário em novo livro

Resgate em caverna da Tailândia pode virar filme em Hollywood

Novo livro de Scholastique Mukasonga, traz o retrato cruel do genocídio ocorrido em Ruanda, na África, em 1994

Professores pedem tombamento do prédio da antiga Escola Normal Rural