Facebook censura peitos do quadro 'A Liberdade guiando o povo'

Em junho, o diretor já havia tentado utilizar duas vezes o célebre quadro - que esteve durante anos nas notas de 100 francos .
Em junho, o diretor já havia tentado utilizar duas vezes o célebre quadro - que esteve durante anos nas notas de 100 francos . (Eugène Delacroix)
O Facebook censurou nesta semana uma representação do quadro "A Liberdade guiando o povo", do francês Eugène Delacroix, em que uma mulher aparece com seios desnudos segurando uma bandeira francesa, afirmou um diretor de teatro que havia utilizado a imagem para promover sua obra.
"Quinze minutos depois do lançamento da publicidade, a administração [da rede social] bloqueou nossa divulgação assegurando que não se podia publicar uma imagem de nu", afirma Jocelyn Fiorina, diretor de "Disparos na rua Saint-Roch", uma obra de teatro estreiada em Paris.
Após essa resposta, Fiorina publicou uma nova publicidade com o mesmo quadro, acrescentando que o rótulo "censurado por Facebook" para tapar os seios da mulher. Essa segunda imagem não foi censurada.
Em junho, o diretor já havia tentado utilizar duas vezes o célebre quadro - que esteve durante anos nas notas de 100 francos - para promover a obra de teatro, sem sucesso ante o gigante americano de internet.
"Naquele momento contactei os moderadores, que se mostraram inflexíveis e asseguraram que, mesmo um quadro do século XIX, não era aceitável", lembra.
Frequentemente o Facebook suscita críticas pelos conteúdos que autoriza ou não.

AFP

Comentários

Mais Visitadas

A linguagem do amor

Garimpeiro do conhecimento

Museu da Fotografia Fortaleza realiza nesta quinta (17) palestra sobre a imagem contemporânea

Aposentadoria por idade será aprovada por internet e telefone

História do transporte de passageiros é contada em Centro Cultural da Fetrans