“Papo de Mulher” fala sobre violência e transforma dor em cor


Foto: Divulgação / Evento
Mulheres sofrem com a violência todos os dias durante toda uma vida. Para compreender um pouco desse universo tão silencioso como maléfico, o Papo de Mulher – e todas as coisas que homens precisam saber – fala sobre os diversos tipos de violência contra a mulher!
Porém, não basta apenas alertar sobre os inúmeros casos já existentes e as medidas a serem tomadas, é preciso olhar para ‘o depois’: o depois da agressão, o depois do abuso, o depois do estupro.
É preciso reforçar que, apesar delas terem sido vítimas, elas não podem continuar sendo vítimas de si mesmas. Assim, há a necessidade de trabalhar as crenças de identidade, capacidade e merecimento, buscando romper as barreiras do preconceito, da vitimização, da culpa, da exclusão e do não merecimento, passando a se reconhecer como mulher, com sua história, com todas as suas potencialidades, com toda a sua força e a capacidade de contribuir de forma positiva para a mudança na vida de outras mulheres.
Com esse processo de esclarecimento e empoderamento, torna-se mais eficaz a estratégia de conscientizar os homens acerca dessa problemática, visto que muitas das manifestações de violência não são ainda, sequer, compreendidas pelo público masculino e, portanto, perpetuando atitudes que ferem a autoestima e o amor próprio.

Serviço

Papo de Mulher – e todas as coisas que homens precisam saber
Data: 06 de março
Horário: 15h
Local: Teatro do Cuca Barra
Endereço: Avenida Presidente Castelo Branco – 6417
Entrada Gratuita

Comentários

Mais Visitadas

Assunção: Deus recorre aos humildes

Filme luso-brasileiro com índios Krahô vence Festival de Cinema de Lima

Evento em São Paulo discute as questões do homem contemporâneo

Parabéns, Padre Geovane!

1º Festival de Literatura do Sertão do São Francisco vai homenagear escritor de Petrolina, PE