Campanha de vacinação contra H1N1 começa nesta sexta em todo o Ceará

A campanha de vacinação contra Influenza nos municípios cearenses foi antecipada para esta sexta-feira (20) e deve seguir até o 1º de junho. Segundo a Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), a estimativa é que 2.286.637 de pessoas do grupo prioritários sejam imunizadas.
Ainda conforme a pasta, o Ceará irá receber 29% das 17,2 milhões de doses que serão enviadas pelo Ministério da Saúde aos estados até o dia 20 de abril. Ao todo, 30 mil profissionais foram mobilizados para atuar em 2.388 postos fixos, 1.100 postos volantes, 1.100 veículos terrestres durante a campanha.
No estado, oito pessoas foram acometidas pela Influenza até o dia 14 de abril deste ano: sete para influenza A H1N1 e uma para influenza B. Desse total, três casos evoluíram para óbito, 60% maior do que os registrados em 2017. Já em nível nacional, foram 286 casos de influenza e 41 óbitos até o último dia 7 de abril. Desse total, 116 são do tipo H1N1 com 16 mortes, segundo dados do Ministério da Saúde.
Os grupos prioritários para a vacinação correspondem a idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses aos menores de 5 anos, trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto). Pessoas privadas de liberdade, funcionários do sistema prisionais, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais também estão dentro do grupo de prioridades para a vacinação.
Causada por uma infecção viral, a doença pode ser transferida por meio de secreções das vias respiratórias de quem está acometida pela doença ao falar, tossir ou espirros. As pessoas podem contrair a doença várias vezes ao longo da vida. Mas, quando não é tratada a tempo, a influenza pode evoluir para pneumonia e em outras complicações. Pessoas acima de 60 anos, crianças menores de cinco anos, gestantes e com doenças crônicas são as mais suscetíveis ao agravamento da doença.
Além da vacina, outras medidas de prevenção ajudam a evitar a infecção viral. Confira os cuidados!
– Lavar e higienizar as mãos com frequência.
– Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talher, copo e garrafa.
– Evitar tocar mucosas do olho, nariz e boca.
– Ter boa alimentação e beber bastante líquido.
– Evitar contato com pessoas que estejam com sintomas da gripe.
– Manter a sua casa bem arejada.

Tribuna do Ceará

Comentários

Mais Visitadas

Trinta Anos de Ordenação Sacerdotal do Pe. Geovane Saraiva

Parabéns, Padre Geovane!

Deus, alimento e remédio

Michelle Bachelet será a nova chefe de direitos humanos da ONU

Exposição traz obras do cearense José Ximenes