Espetáculo teatral Freedie Rock Star abre a edição 2018 do programa Minas Pocket

O espetáculo acontece na Sala Juvenal Dias, no Palácio das Artes. A entrada é gratuita, com retirada de ingressos 30 minutos antes da apresentação.
Apresentação gratuita é configurada para possibilitar o encontro do público com o ídolo Freddie Mercury, mais de 25 anos depois de sua morte.
Apresentação gratuita é configurada para possibilitar o encontro do público com o ídolo Freddie Mercury, mais de 25 anos depois de sua morte. (Divulgação)

Com a proposta de integrar diferentes segmentos culturais, a Fundação Clóvis Salgado inicia a segunda edição programa Minas Pocket, iniciativa que reúne profissionais de várias áreas do segmento artístico. No próximo espetáculo, o público poderá conferir gratuitamente a mistura de teatro, documentário e show em Freddie Rock Star – The show must go on!, que tem pesquisa e cocriação do escritor e encenador teatral Juarez Guimarães Dias (dramaturgia e encenação) e do ator, produtor e publicitário Fábio Schmidt (atuação).
A apresentação é configurada para possibilitar o encontro do público com o ídolo Freddie Mercury, mais de 25 anos depois de sua morte, prestando uma homenagem ao ídolo da banda de rock Queen e conduzindo o público por meio de um show às avessas, revivendo o artista. Como compositor, Mercury criou a maioria dos grandes sucessos do Queen, que serão revividos na peça – como We Are the Champions, Love of my Life, Killer Queen, Bohemian Rhapsody, Somebody to Love e Don't Stop Me Now.
Para o ator Fábio Schmidt, é um prazer apresentar o espetáculo na Sala Juvenal Dias, tornando-o mais intimista. “É a primeira vez que o Freddie Rock Star vai ao Palácio das Artes, e para nós é bem legal ver a ‘Rainha’ (Queen) chegar ao seu Palácio”, brinca o artista. “Já conhecia o espaço e ele torna o espetáculo mais pessoal e aconchegante, o que é excelente”.
Ainda segundo Schmidt, por ser uma apresentação performática, documental e teatral, estar próximo do público é essencial. “Eu, por meio da atuação, e Juarez, por meio da criação, propomos mostrar os bastidores da vida do Freddie. Pensando nisso, estar perto do público torna tudo muito mais emocionante tanto para nós quanto para quem assiste”, conta.
Na 44ª Campanha de Popularização do Teatro e da Dança, o espetáculo rendeu público fiel e ótimas críticas. “Nossa expectativa para essa apresentação é muito boa, esperamos encher a casa e contar um pouco sobre a vida de um artista que influenciou e influencia tantas pessoas no mundo inteiro”, diz Schmidt.
O espetáculo tem caracterização assinada por Gabriela Dominguez, performance e composição da trilha original por Pedro Miranda e Ricardo Righ – que também realiza o design do som. Os figurinos são de Ricca Costumes, a iluminação de Felipe Cosse, a orientação cenográfica de Ed Andrade, e os vídeos foram produzidos por Carlos Canela (Carabina Filmes). A preparação vocal do ator é feita por Ana Hadad.
Minas Pocket – Por meio do Minas Pocket, a FCS realiza uma programação diferenciada, com eventos sobre Literatura, Design, Arquitetura, Dança, Performance e Teatro. Desse modo, o programa garante e estimula a ocupação do complexo cultural do Palácio das Artes, potencializando a produção e a fruição cultural na cidade.
Fábio Schmidt – Graduou-se Bacharel em Publicidade e Propaganda pela FUR (Universidade Regional de Blumenau) e é ex-aluno de Artes Cênicas, Bacharelado em Interpretação, pela mesma instituição. Natural de Blumenau (SC) vive em Belo Horizonte há quase 6 anos onde vem participando do cenário cultural em trabalhos como: Subo para esquecer o que de baixo já não consigo ver (Carabina Cultural), No soy um maricón (Cia Toda Deseo), Em louvor à vergonha (Grupo Madame Teatro), Between (Direção Lira Ribas), Freddie Rock Star – The show must go on! e Receitas para não morrer de amor (Ângela Mourão).
Juarez Guimarães Dias – Professor do Curso de Comunicação Social da FAFICH/ UFMG, Doutor em Artes Cênicas, Mestre em Literatura e Bacharel em Comunicação Social. Desenvolve pesquisa de linguagem sobre “narrativas em cena” e tem trabalhos reconhecidos por público e crítica: Marilyn Monroe.doc (Grupo Dois Palitos), #tudodenós (Pierrot Teen/ Cia Pierrot Lunar), Acontecimento em Vila Feliz, Atrás dos olhos das meninas sérias e Sexo (Cia Pierrot Lunar), A Possessa (A Empresa), Paraísos Artificiais (Artistas Independentes Produções) e A Confissão de Leontina (Grupo Pannus Finis).

MINAS POCKET TEATRO – FREDDIE ROCK STAR
Data:
 21 de abril (sábado)
Horário: 20h00
Local: Sala Juvenal Dias – Palácio das Artes
Endereço: Av. Afonso Pena, 1537 – Centro
Entrada gratuita, com retirada de ingressos 30 minutos antes da apresentação

Fundação Clóvis Salgado

Comentários

Mais Visitadas

A linguagem do amor

Garimpeiro do conhecimento

História do transporte de passageiros é contada em Centro Cultural da Fetrans

O saber na periferia do conhecimento

Cannes: Filmes de qualidade, mas sem ousadia