Porto Iracema das Artes realiza hoje (8) encontro de mulheres integrantes de coletivos femininos para debater propostas

O tema das ações da Escola Porto Iracema, este ano, é "Poéticas do Feminino" ( FOTO: JOYCE S. VIDAL )
Juntas somos mais fortes. Esse conceito (verdadeiro) pode ser um bom mote para compreender a mais nova ação da Escola Porto Iracema das Artes, que lançou convocatória aos coletivos femininos do Ceará para trocar experiências e formular possíveis ações que tenham o foco na mulher e suas questões no trabalho, na arte e no cotidiano. O encontro será nesta terça (8), às 19h, no auditório do Porto, aberto a todas as interessadas.
A ação ocorre no ano em que a Escola orienta eventos e formações a partir do tema central "Poéticas do Feminino". A discussão foi estabelecida ainda em 2016 como linha norteadora a ser aprofundada em atividades de formação e fomento, especialmente no Programa de Formação Básica.
Tema
Em 2016, o eixo escolhido dentro do tema foi "Narrativas"; em 2017, tiveram destaque discussões sobre "Utopias".
Segundo a diretora de formação e criação do Porto Iracema, Bete Jaguaribe, a ideia do encontro de hoje é saber de que forma a experiência dessas mulheres pode contribuir para potencializar as práticas do Porto.
"É um desejo de conversar, saber sobre essas poéticas, construir parcerias. Nossa expectativa é realmente construir vínculos, fortalecer relações com as experiências que acontecem fora da Escola para potencializar nosso diálogo com a cidade de Fortaleza e o estado do Ceará", explica.
Processo
Segundo o coordenador do Programa de Formação Básica do Porto, Edilberto Mendes, a ideia da convocatória surgiu no processo de avaliação dos percursos formativos atualmente em andamento.
"Observamos que várias de nossas alunas, em todas as áreas, atuam em coletivos que se autodenominam feministas ou estão de alguma forma engajadas na discussão sobre o feminino, seja em trabalho, estudos e/ou processos criativos e colocam essa questão como um operador no seu próprio processo formativo aqui no Porto", diz.
Em março, mês do Dia Internacional da Mulher, o Porto Iracema, assim como outras instituições e órgãos ligados ao governo estadual e municipal, realizou uma programação especial no sentido de celebrar artistas e projetos realizados por mulheres e suscitar reflexões sobre a importância da data. Entre as ações esteve uma edição da jam session "Marujada", na ocasião exclusiva para cantoras e instrumentistas de Fortaleza, já sob o mencionado tema "Poéticas do Feminino".
O projeto, que teve sua primeira edição em fevereiro deste ano, tem o objetivo de funcionar como palco para apresentações de trabalhos autorais e releituras. O evento é aberto a todos os artistas da cidade, que tenham ou não participado do Laboratório de Música da escola.
Em fevereiro a instituição já antecipava o caráter da programação, com o encontro da Rede de Mulheres Negras Ciberativistas do Ceará.
Mais informações:
Porto Iracema das Artes convoca coletivos de mulheres para articular ações na Escola. Nesta terça-feira (8), às 19 horas, no Auditório do Porto (Rua Dragão do Mar, 160, Praia de Iracema). Gratuito e aberto ao público. Contato: (85) 3219.5865
Diário do Nordeste

Comentários

Mais Visitadas

MISTÉRIOS DE NESTOR

O ESPLENDOR DO CARMELO

Editoras de pequeno porte e autores independentes solidificam um nicho de mercado

Acordo entre UFRJ e BNDES dará novo papel cultural ao Canecão

Livro de Juliano Garcia Pessanha traz reflexões filosóficas e relatos