Exposição Novos Olhares para Monalisa é atração no Museu Histórico de Quixadá

por 

O público de Quixadá e região tem a oportunidade de apreciar pelos próximos 60 dias uma coletânea especial de artes plásticas, a Exposição Novos Olhares para MonaLisa e o Regionalismo, uma mostra particular de versões da madona italiana, propriedade da colecionadora e médica Veridiana Brasileiro. São 76 obras de pintores, a maioria cearenses. Estão expostas no Museu Histórico Jacinto de Sousa. Podem ser apreciadas aos sábados e domingos das 8h às 12h e de terça a sexta-feira das 8h às 17h.
Veridiana Brasileiro participou da abertura da exposição. Ela informou que a coletânea conta hoje com mais de 250 obras. A paixão pelas artes começou na adolescência, por influência dos pais, visitando museus e galerias de arte. Ela ficou encantada com a personagem mais enigmática de Leonardo da Vinci, a Mona Lisa, que ganhou a denominação na língua portuguesa, de Monalisa. Começou a perceber versões da pintura e há 10 anos passou a adquiri-las. A original, especialistas estimam o valor de mercado da obra em US$ 2,5 bilhões.
Nas versões feitas para esta coleção, os artistas receberam a provocação para interpretar a Monalisa e se expressarem em suas próprias identidades artísticas. Os resultados são criativos, interessantes e atraem a atenção dos visitantes, explica o administrador do Museu de QuixadáDavid Melo, ressaltado que a visitação é gratuita, sendo a oportunidade para os jovens, que retornam às aulas neste início de semana conhecerem uma exposição diferente.

Dentre as artes expostas estão a Beata Maria de Araújo, uma releitura em xilogravura de Zé Lourenço, de Juazeiro do Norte; as três facetas de Monalisa, em guache e grafite, de Vando Figueredo, de Fortaleza; a Monalisa no Brasil, pintura em acrílico sobre tela do artista plástico Dion Mesquita, de Mossoró, e outras técnicas como couro sobre madeira, na obra sem título de Espedito Seleiro, de Nova Olinda.
Em setembro a Exposição Novos Olhares para Monalisa e o Regionalismo poderá ser apreciada pelo público do Cariri. A colecionadora confirmou a mostra no Memorial Padre Cícero, em Juazeiro do Norte. Ela também já assumiu outros compromissos, mas não revelou os detalhes. Seu objetivo é promover a arte brasileira, através da pintura mais conhecida no mundo. O quadro clássico está exposto no Museu do Louvre, em Paris, na França.
Exposição Novos Olhares – MonaLisa e o Regionalismo
Museu Jacinto de Sousa – Quixadá
De terça a sexta – Das 8h às 17h
Sábados e domingos – Das 8h às 12h

Diário do Nordeste

Comentários

Mais Visitadas

Trinta Anos de Ordenação Sacerdotal do Pe. Geovane Saraiva

Parabéns, Padre Geovane!

Exposição traz obras do cearense José Ximenes

Michelle Bachelet será a nova chefe de direitos humanos da ONU

Deus, alimento e remédio