Projeto global Ladies Wine Design, o LWD, realiza primeiro encontro em Fortaleza

O primeiro encontro do Ladies Wine Design (LWD) acontece em Fortaleza no próximo domingo, 29, às 16 horas, na Casa Sem Medida. Projeto global criado pela designer Jessica Walsh, ele está presente em mais de 180 cidades ao redor do mundo e consiste em reuniões mensais regadas a vinho. Ao longo do encontro, são realizados debates relacionados com feminismo, mercado, criatividade, comunicação e design. Essa edição terá a presença de Ana Cecília Coelho, psicóloga, e Monike Oliveira, designer e sócia-diretora da Abracadabra Design, o evento aborda a temática Síndrome da Impostora. A entrada é gratuita.
Além da roda de conversa entre mulheres, haverá exibição do curta “Histórias de uma vida”, da cineasta Andrezza Vasconcelos.
Andrezza Vasconcelos

Ladies Wine Design

“A ideia dos encontros é que seja uma reunião de mulheres para debater e trocar ideias sobre feminismo, criatividade, design, mercado e comunicação, tudo isto regado a vinhos. Priorizando também a sustentabilidade, o LWD pede para que cada uma leve sua taça e sua bebida. O LWD busca uma conversa intimista com mulheres que tenham afinidade ou curiosidade com os temas para criar uma rede de networking. Portanto, são ofertadas 20 vagas entre profissionais do mercado, estudantes e freelancers. As participantes são selecionadas através de sorteio”, explica o material de divulgação enviado pela assessoria de imprensa do evento..
Para participar, é preciso preencher formulário disponível no link: https://lwdfortaleza.typeform.com/to/DrhuI6 
Serviço
I Encontro Ladies Wine Design – Síndrome da Impostora
Quando: 29 de julho (domingo)​, às 16 horas​
Onde: Casa Sem Medida (Rua José Vilar, 3040)
Outras informações no Instagram @lwdfortaleza ou no Facebook /lwdfortaleza
Entrada gratuita

O Povo

Comentários

Mais Visitadas

Trinta Anos de Ordenação Sacerdotal do Pe. Geovane Saraiva

Parabéns, Padre Geovane!

Exposição traz obras do cearense José Ximenes

Para especialistas, pais devem acompanhar uso da internet por crianças

Michelle Bachelet será a nova chefe de direitos humanos da ONU