Casal faz 65 anos de união e critica relações atuais: 'É tudo muito rápido'

Do G1
A forma que os aposentados Francisco das Neves e Gladys das Neves se olham, sentados no sofá do apartamento do casal, em Campinas (SP), ainda parece o mesmo da primeira troca de olhares, em um parquinho da Vila Industrial na década de 1940. Aos 87 anos e prestes a comemorar o 65º aniversário de casamento nesta quinta-feira (19), eles se orgulham do que construíram e criticam a rapidez com que as relações atuais chegam ao fim.

Juntos desde adolescentes, os dois colecionam histórias e uma família que soma três filhos, 10 netos e 13 bisnetos. "As pessoas mal se conhecem e se casam muito mais rápido, às vezes nem fazem nada e já dormem junto. Nós nunca aprovamos isso. É por isso que as relações acabam rápido. Naquele tempo, nós eramos simples, a gente se conhecia, mantinha a amizade e depois que começava a namorar", afirmou Francisco.

No entanto, a crítica à modernidade fica apenas no âmbito das relações amorosas. Em 2016, Gladys iniciou uma faculdade para a terceira idade na PUC-Campinas, com direito à aulas de fotografia, espanhol e excursões para outras cidades - sempre acompanhadas do marido. Além das atividades, a idosa é usuária das redes sociais e conversa com amigos e familiares por Facebook e Whatsapp.
Casal vai comemorar o aniversário de casamento com recepção em igreja (Foto: Marcello Carvalho/G1)Casal vai comemorar o aniversário de casamento com recepção em igreja (Foto: Marcello Carvalho/G1)
"Estou gostando bastante. É muito bom, ajuda a ocupar a cabeça, mas nas excursões eu sempre levo o Francisco comigo. Não é muito bom ficar tanto tempo longe assim", brincou a aposentada, que também critica a efemeridade das relações e acredita que elas não duram porque os casais "aceleram" e pulam as etapas do namoro e do noivado, que servem para se conhecerem melhor.

Receita
Apesar da forte união entre eles, o casal ainda revela que paciência é o elemento chave para conseguir completar 65 anos de casados, já que as dificuldades se fizeram presentes durante todos esses anos. A perda de um filho com poucos meses de vida, problemas financeiros e de saúde, como dois Acidentes Vasculares Cerebrais (AVCs) sofridos por Francisco há quatro anos, foram alguns dos problemas superados. "Ela sempre esteve do meu lado", disse o idoso.

Além de seu Francisco e dona Glayds terem enfrentado todas as dificuldades juntos juntos por 65 anos, eles viram os filhos seguirem o mesmo caminho na escolha do parceiro para o casamento: de forma mais lenta e com muito cuidado, do jeito que eles gostam. "Eles são uma referência para nós. A união e o amor com que tratam o casamento nos inspiram", explicou a filha do casal Sylvia Helena Heinrich.
Casal completa 65 anos de união com três filhos, 10 netos e 13 bisnetos (Foto: Sara Callegari)Casal completa 65 anos de união com três filhos, 10 netos e 13 bisnetos (Foto: Sara Callegari)

As pessoas mal se conhecem e já se casam"
Francisco das Neves
Início de tudo
O ex-representante comercial e a ex-professora contam que o início da história de amor aconteceu em uma chácara, onde conheceram através de amigos em comum. O namoro começou quando ambos tinham 16 anos, no parque da Vila Industrial. "A gente morava perto e tinha um parquinho de diversões em frente ao batalhão da PM. Nós fomos lá e estávamos naquele barco que vai e vem. Foi lá que ele falou pra me namorar", contou Gladys.

Até o momento de noivado, aos 22 anos, os encontros entre os dois eram só a caminho da escola ou então acompanhados da irmã mais nova de Gladys. "A primeira vez que saímos sozinhos foi para entregar os convites do casamento. Antes, a gente se falava pelo telefone e nunca ficávamos sozinhos", lembrou a esposa de Seu Francisco.

Comemoração
Antes da chegada dos filhos, as comemorações de aniversário de casamento eram feitas anualmente com viagens ao litoral de São Paulo. Agora, a homenagem aos 65 anos de união será realizada na comunidade presbiteriana que frequentam, no Jardim Paineiras. Após a celebração do culto, haverá uma recepção para familiares e amigos.

*colaborou sob a supervisão de Marcello Carvalho

  •  
Seu Francisco e dona Glayds junto com parte da família em Campinas (Foto: Marcello Carvalho/G1)Seu Francisco e dona Glayds junto com parte da família em Campinas (Foto: Marcello Carvalho/G1)

Comentários

Mais Visitadas

Trinta Anos de Ordenação Sacerdotal do Pe. Geovane Saraiva

Parabéns, Padre Geovane!

Exposição traz obras do cearense José Ximenes

Para especialistas, pais devem acompanhar uso da internet por crianças

Michelle Bachelet será a nova chefe de direitos humanos da ONU