Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 7, 2017

3.186 detentos farão o Enem e o Encceja neste ano

Desde outubro, a Secretaria da Justiça realiza aulões todos os dias, exceto às quartas, em nove unidades prisionais do Sistema Penitenciário ( FOTO: DIVULGAÇÃO ) A expectativa de crescimento e mudança no futuro também é uma realidade no sistema prisional cearense. A vontade de voltar ao convívio social, aliada ao trabalho dos professores e dos agentes penitenciários, fez com que o número de inscritos no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) e o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) para pessoas privadas de liberdade batesse o recorde de inscritos em relação a dados anteriores. A informação é do assessor educacional da Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), Rodrigo Moraes. Ao todo, 3.186 internos se inscreveram nas duas avaliações. Neste ano, o Enem teve 996 inscritos, enquanto o Encceja reuniu 2.190 alunos, sendo 1.162 para obter a certificação do Ensino Fundamental e 1.028 do Ensino Médio. O número é expressivo e surpreende os dado

Fortaleza recebe, a partir de hoje, uma seleção das obras que integraram a 32º Bienal de Arte de São Paulo

Tela Capacete, de Antonio Malta Campos e Antonia Baudouin DIVULGAÇÃO Realizada em 2016, a última Bienal Internacional de Arte de São Paulo, em sua 32º edição, escolheu a “Incerteza viva” como tema. A proposta era refletir sobre as atuais condições de vida e as estratégias oferecidas pela arte contemporânea para acolher nossas dúvidas. Entre setembro e dezembro daquele ano, mais de 900 mil pessoas passaram pelo pavilhão da Bienal, no Parque Ibirapuera. Foi a a maior visitação da Bienal de Arte na última década. No total, 81 artistas participaram do evento - e pela primeira vez o número de artistas mulheres foi maior que o de homens. Parte da Bienal está circulando pelo País, em uma mostra itinerante que deve passar por doze cidades no Brasil e duas no exterior. Em Fortaleza, obras de 15 artistas e coletivos estarão expostas a partir de hoje, 7, no Museu de Arte Contemporânea do Ceará (MAC-CE), no Centro Dragão do Mar. Além da exposição, também serão realizadas algumas ações edu

Feira do Livro de Sobral inicia hoje com palestra de Maurício de Souza

Socorro Acioli, escritora. (Foto: Deivyson Teixeira/em 27/7/2013) Escritores de diferentes origens e pulsões literárias se encontram a partir de hoje, 7, na primeira edição da Feira do Livro de Sobral. Em apenas um espaço, o evento vai colocar na mesma rota de colisão nomes como Ana Miranda, Socorro Acioli, Talles Azigon, Raymundo Netto, Carmélia Aragão e o criador da Turma da Mônica, Maurício de Sousa. O evento, que é gratuito, acontece no Centro de Convenções de Sobral e vai até quinta-feira, 9. Mendes Júnior, um dos organizadores da feira, destaca a necessidade de aproximar as populações do livro como bem físico. “Queremos que a população de Sobral converse mais sobre livros, compartilhe com a família e os amigos estas experiências e seja atraído, apaixone-se. Queremos, ainda, dentro de uma missão que nos impusemos, diminuir a distância entre o livro - ‘objeto’ que ainda provoca medo - e o olhar do futuro leitor”, diz. A ligação entre livro e leitor vai passar pela presença d

100 anos da Revolução Russa

Isabel Filgueiras Correspondente em são paulo isabelfilgueiras@opovo.com.br O centenário da Revolução Russa marca a data em que o ideário dos pensadores Karl Marx e Friedrich Engels ganhou uma chance de se tornar real. Em 1917, o mundo via um governo socialista pela primeira vez, sem saber o que esperar dele ou se o chamado “socialismo utópico” seria realmente possível. Liderada por Lênin, a mudança que culminou no fim do Império Russo e da dinastia Romanov abriu as portas para novas perspectivas. Cuba, Coréia, China, Vietnã seguiram caminhos similares. A Revolução de Outubro, pelo calendário gregoriano, seguido pelo Brasil, ocorreu em novembro. À época, no entanto, o império czariano seguia o calendário juliano, 13 dias “atrasado”. Portanto, os eventos da tomada de poder dos bolcheviques narrados no fim de outubro, na verdade, aconteceram em novembro. A partir deste ponto na história, tornou-se possível o surgimento da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). Com e

Liberdade de expressão precisa ser incorporada à alma do povo, diz Google

Sanchez participou do seminário "As liberdades na era digital e os limites do Estado". Sanchez participou do seminário "As liberdades na era digital e os limites do Estado". (Divulgação) O advogado Guilherme Sanchez, defensor do Google Brasil, disse nesta segunda-feira, 6, que ainda falta muito para que os direitos à liberdade de informação e de expressão sejam incorporados "à alma do nosso povo". Sanchez participou nesta noite do seminário "As liberdades na era digital e os limites do Estado", promovido em Brasília pelo Centro Universitário de Brasília (Ceub) e pelo Instituto Palavra Aberta. "O alcance e a dimensão da internet potencializam e aprofundam a tensão entre a liberdade de informação e outros direitos fundamentais. O Brasil não é um país de direitos absolutos e a liberdade de expressão não é um direito absoluto. Só que o nível de liberdade e autonomia do nosso povo e a qualidade da nossa democracia têm relação direta c

Coletânea de Contos, organizada por Socorro Acioli, é lançada na Livraria Cultura

O Livro Farol é resultado das atividades do Ateliê de Narrativas Socorro Acioli, promovido pela Livraria Cultura desde março deste ano. Vinte e nove escritores participam da coletânea de contos. Todos as histórias são ambientados no Ceará. 03/11/2017 29 escritores participaram da Coletânea Contos Foto: Divulgação/Evento O próximo dia 16 de novembro será especial para a turma de formandos do Ateliê de Narrativas Socorro Acioli, da Livraria Cultura. O livro de contos Farol, fruto das oficinas de escrita de nível intermediário, será lançado ao público, na Livraria Cultura, às 19 horas, pela Editora Moinhos. Aos 75 anos, a física e advogada Ana May é uma das autoras. A experiência de vida não lhe tira o friozinho na barriga de ter sua escrita literária publicada pela primeira vez. Para ela, a escrita a conecta com as mudanças do tempo. “Penso que o viver só tem a acrescentar ao ato de escrever. Escrevendo me incluo na atualidade”, reflete. Uma atualidade que Belle Leal, com 14

Candidatos surdos comemoram tema da redação do Enem e novo recurso da videoprova

Sabrina Craide - Repórter da Agência Brasil* O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano, que tratou dos desafios para a formação educacional de surdos no Brasil,  surpreendeu muitos professores e candidatos  por abordar uma questão tão específica. Mas para cerca de 6 mil alunos com surdez ou deficiência auditiva que fizeram a prova, o assunto foi uma oportunidade para debater os problemas vividos no dia a dia. A estudante Gleice Genaro diz que não consegue descrever a emoção que sentiu ao ver o tema da redação do Enem. Ela é surda congênita e estudou em escolas de surdos até o ensino fundamental. “No ensino médio, comecei a estudar em uma escola pública onde não tinha a acessibilidade, mas meus amigos me ajudavam muito. Hoje também já enfrento as barreiras na faculdade. Eu não tenho a acessibilidade e, além disso, faltam intérpretes de Libras [Língua Brasileira de Sinais] nas aulas”, conta. Esta foi a segunda vez que a estudante fez o Enem. Ela já in