Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 4, 2017

Clarice Lispector em 2017: o segredo mais popular da literatura brasileira

TOM C. AVENDAÑO Twitter São Paulo  Ampliar foto A escritora Clarice Lispector, em uma imagem de arquivo. A biblioteca  Clarice Lispector , em  São Paulo , é um edifício público de concreto localizado na Lapa, um bairro de classe média relativamente próximo ao centro da cidade. Tem portas amarelas e azuis por fora; por dentro, principalmente pessoas idosas sentadas em meia dúzia de mesas redondas. Quase todo mundo sabe que a tal Lispector que dá o nome ao prédio era alguém importante, embora nem todos consigam identificá-la como a escritora brasileira mais traduzida e aclamada em décadas. E ninguém responde com a disposição de Lycia, uma adolescente de 14 anos e enormes óculos de acrílico que olhava as estantes metálicas nas paredes. “Acho que a conheço”, diz. E, depois de uma pesquisa no Google, mostra o celular: na tela,  várias fotos em preto e branco de uma mulher linda e congelada em um gesto distante , como uma estrela de cinema dos anos quarenta. Em cada versã

Músico e compositor fundamental da Bossa Nova, Francis Hime lança autobiografia que revisa sua carreira

  por  Julio Maria - Agência Estado O músico Francis Hime: "Queria mostrar, no fundo, como essas canções vêm à tona" ( Foto: WALLACE SOUZA/Div. ) Se tudo se define nos primeiros anos da infância e se sedimenta na juventude, com Francis Hime foi assim: aos oito anos de idade, isso em 1948, ele era um semi-interno do Colégio Santa Marcelina, na Tijuca. Ou seja, só saía para ir para casa depois de 15 dias caminhando sobre regras e mandamentos. Depois de um breve tempo de respiro em um externato, voltou a outro colégio linha-dura e odiou de novo. A vida virou assim uma emergência logo cedo. E não teve pai que o segurou nas noites em que, ainda menor de idade, fugia para ver Luizinho Eça tocar piano no Hotel Plaza, em Copacabana. > Livro traz depoimento sobre relação com a bebida Francis Hime ainda levou tempo para dizer a si mesmo que queria se tornar músico. Antes disso, suportaria toda uma temporada de estudos na Suíça, para onde fora mandado pelos pais para fa

Acontece o VI Encontro Internacional de Direitos Culturais, na UNIFOR

Um dos ciclos de debate mais aguardados no campo jurídico cultural retorna à Universidade de Fortaleza (Unifor) essa semana. Até sábado (7) acontece o VI Encontro Internacional de Direitos Culturais. Com significativa contribuição para a seara acadêmica, o evento se consolida igualmente por tecer reflexões e intervenções na dinâmica social e, para 2017, apresenta o tema "A Tutela do Patrimônio Cultural: identidade e diversidade". A programação é composta por palestras, mesas-redondas, simpósios temáticos, grupos de debates, apresentações de trabalhos acadêmicos, além de lançamentos de livros e performances artísticas. Um seleto grupo de convidados, advindos de diferentes nações, é um dos atrativos dessa sexta edição. Outra proposta do encontro é celebrar os 80 anos de vigência da Lei Brasileira do Tombamento (Decreto - Lei nº 25/1937). Diante de atuais polêmicas e mal entendidos envolvendo censura e ataques a manifestações artísticas no País, o evento ganha ainda mais

Relatório aponta Brasil como quarto país em número de usuários de internet

Com 120 milhões de pessoas conectadas, o Brasil fica atrás apenas dos Estados Unidos (242 milhões), Índia (333 milhões) e China (705 milhões). O relatório da UNCTAD avaliou também o ritmo de crescimento do acesso à internet nos últimos anos, considerando o período de 2012 a 2015. (Pixabay/Foto Grátis) Um relatório sobre economia digital divulgado na terça (3) pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD, na sigla em inglês) colocou o Brasil em quarto lugar no ranking mundial de usuários de internet. Com 120 milhões de pessoas conectadas, o Brasil fica atrás apenas dos Estados Unidos (242 milhões), Índia (333 milhões) e China (705 milhões). Depois do Brasil, aparecem Japão (118 milhões), Rússia (104 milhões), Nigéria (87 milhões), Alemanha (72 milhões), México (72 milhões) e Reino Unido (59 milhões). No entanto, apesar do grande número de brasileiros conectados, se for considerado o total de usuários em relação à população, o desmpenho do Brasil

Aplicativo para celular permite acompanhar situação da seca no Nordeste

Luciano Nascimento - Repórter da Agência Brasil Voltado para acompanhar a situação da seca no Nordeste por meio do celular, o aplicativo Monitor de Secas permite ao usuário monitorar a evolução da situação das chuvas e comparar dois meses selecionados. Desde 2012, a Região Nordeste enfrenta uma das mais severas secas já registradas, o que impacta diretamente na gestão dos recursos hídricos. Lançado hoje ontem (3) pela Agência Nacional de Águas (ANA), o aplicativo está disponível para  download  gratuito tanto para aparelhos que rodam o Android ( https://goo.gl/S4BYMJ ) quanto o iOS ( https://goo.gl/AmKi4w ). O aplicativo permite ver as regiões que tiveram aumento ou diminuição da intensidade da seca no período selecionado e ver a intensidade de seca que determinadas áreas do Nordeste estão passando: seca fraca, moderada, grave, extrema, excepcional ou que não passam por seca. Os dados levam em consideração o monitoramento hidrometeorológico e os mapas mostrados no aplicativ

Na reta final para o Enem, foco deve ser em simulados e na leitura de notícias

Sabrina Craide - Repórter da Agência Brasil Estudantes fazem prova do Enem - Imagem de Arquivo/Agência Brasil Faltando apenas um mês para a primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os estudantes que vão participar da seleção devem aproveitar os últimos dias para revisar o conteúdo e fazer provas anteriores e simulados, sem esquecer de ficar ligado nos noticiários para saber o que está acontecendo no país e no mundo. Além de solidificar os conceitos, a resolução de simulados e de provas anteriores deve ser a principal estratégia de estudo nesses últimos dias, aconselha o professor de matemática Bruno Vianna, do Colégio Mopi, do Rio de Janeiro. Segundo ele, essa prática faz com que o aluno se acostume com o tempo que terá para analisar e responder a todas as questões no dia do Enem. “No Enem, o aluno tem que estar preparado para fazer uma prova nos moldes em que ele não está acostumado, pois é muito diferente das avaliações internas que as escolas costumam fazer.

Três cientistas conquistam o Prêmio Nobel de Química

Da Agência EFE Vencedores do Prêmio Nobel de Química divulgação/Twitter Prêmio Nobel Os cientistas Jacques Dubochet, Joachim Frank e Richard Henderson conquistaram o Prêmio Nobel de Química 2017, por desenvolver a "criomicroscopia eletrônica para a determinação estrutural de alta resolução de biomoléculas em soluções". O anúncio foi feito hoje (4) pela Academia Real das Ciências da Suécia. As informações são da EFE. Jacques Dubochet é suíço, Joachim Frank, alemão, e Richard Henderson, escocês. Os premiados, explicou o júri, desenvolveram a "criomicroscopia eletrônica", uma técnica que permite observar em alta resolução biomoléculas, "método que levou a bioquímica a uma nova era". "Os pesquisadores podem agora congelar biomoléculas" e "visualizar processos que nunca tinham visto antes, fato decisivo para o entendimento básico da química da vida e do desenvolvimento de medicamentos", argumenta a decisão. Durante muito tempo acre