Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 30, 2019

Anúncios Parceiro Magalu - Erigleissonevoce

2020: Por um Brasil mais justo e menos desigual

Imagem
Mais um ano findando. Um novo ano se aproxima e, com ele, renovam-se as esperanças, de um mundo melhor, de um Brasil mais justo e menos desigual, com redução dos índices de violência, com mais prosperidade, harmonia e paz; e se esticar um pouquinho mais, quem sabe acertar os números da megasena da virada do ano. Observando os jornais televisivos e as retrospectivas feitas, uma constatação fica bem clara: só notícia ruim. O desastre de Brumadinho. Os protestos ocorridos no Chile, em Hong Kong, a greve na França, o aumento dos índices de feminicídio, o poderio do crime organizado e suas chacinas, a mancha de óleo despejada por um navio misterioso que poluiu o litoral nordestino, a interminável ‘lenga lenga’ entre os ardorosos defensores de Lula e de Bolsonaro nas redes sociais, os desatinos de Donald Trump e de Bolsonaro e suas eternas rixas com a imprensa, as decisões vergonhosas do STF, a reforma da Previdência – a menina dos olhos da imprensa e dos banqueiros e investidores internac…

O futuro que nos rodeia

Imagem
Há coisas que estão aí, no dia a dia, mas que, mais cedo ou mais tarde, serão engolidas pelo futuro Estariam os táxis em extinção? (Unsplash/ Lexi Ruskell)
Afonso Barroso*
Falo em tomar um táxi para ir a um endereço em bairro distante, mas o neto Felipe, do alto dos seus 16 anos, me faz um alerta:
— Que isso, vô? Táxi é coisa do passado.
Como coisa do passado, penso eu, se os táxis estão aí aos milhares pelas ruas com suas placas vermelhas à disposição de passageiros apressados? Enquanto penso, ele já vai completando:
— Hoje tem Uber, vô. Táxi já era. Vá de Uber – e aponta as vantagens da nova modalidade de transporte nos chamados carros de praça. A principal delas é ser mais barata. De fato, pegar um Uber custa bem menos.
E de repente me vejo pensando nas constantes mudanças deste mundo louco. Dou-me conta de coisas que ainda estão aí, no dia a dia, mas têm presença transitória. Mais cedo ou mais tarde serão engolidas pelo futuro. Exemplo muito próximo está bem aqui do lado. É o gabin…

Com novo visual, Museu das Invenções terá visitas guiadas em janeiro

Imagem
Museu também terá brincadeiras e programação infantil Depois de uma reforma em setembro, o Museu das Invenções, em São Paulo, vai promover uma programação especial nas férias de janeiro, com atividades lúdicas, brincadeiras e visitas guiadas. Também conhecido como Inventolândia, o Museu das Invenções foi criado em 1996 e é o único do gênero na América Latina, segundo a diretora, Daniela Mazzei. Com um acervo composto de mais de 300 invenções, o museu abriga objetos que derivaram de ideias inusitadas e inovadoras de brasileiros, tais como a boia espaguete (ou macarrão, utilizado em praias e piscinas) e a calculadora científica, que são conhecidos e utilizados no mundo todo. Boia espaguete é uma das invenções brasileiras expostas no Museu das Invenções - Elaine Cruz/Agência Brasil “Temos aqui cases de sucesso como a boia espaguete, que está no dia a dia de todo mundo; a maca para animais que pensa na acessibilidade e na deficiência de cachorros que estão com a pata machucada ou que têm…