Destaque

Choram porque amam

Padre Geovane Saraiva* Como é bom rezar e colocar em primeiro lugar o mistério da redenção! Nem sempre, porém, sabemos rezar e nem d...

3 de março de 2016

Santuário de Fátima renova imagem na internet

Agência Ecclesia 03 de Março de 2016, às 12:00        Fatima.pt

Nova página tem contador decrescente para Centenário das Aparições, a 13 de maio de 2017
Fatima.pt
Fátima, Santarém, 03 mar 2016 (Ecclesia) – O Santuário de Fátima lançou hoje uma nova página de internet que permite conhecer “melhor” cada espaço, a história das aparições e a vida dos Pastorinhos, para além de informações sobre a atividade pastoral diária, “permanentemente atualizada”.

“A novidade é um melhorado ‘layout’, com um espaço multimédia onde é possível ver fotografias, vídeos, e aceder a documentação”, explica um comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA.

Segundo o Santuário nacional, no sítio oficial encontram-se informações de “relevo histórico e teológico” para a compreensão da mensagem de Fátima e tem lugar de destaque a vivência do santuário, a agenda cultural e a celebração do Centenário das Aparições.

“Há um contador do tempo que nos conduzirá até ao dia 13 de maio de 2017”, assinala ainda o comunicado, sobre a informação que se pode encontrar no início da página principal.

Para o Santuário de Fátima, a visualização em direto da Capelinha das Aparições “continua a ser um dos pontos mais importantes” desta nova presença na internet.

“À semelhança do anterior espera-se que continue a ser visitado por milhares de peregrinos diariamente”, acrescenta.

O sítio www.fatima.pt/pt está disponível nos sete idiomas oficiais do Santuário de Fátima: português, espanhol, italiano, francês, inglês, alemão e polaco.

CB/OC

JUVENTUDE E ADOLESCÊNCIA MISSIONÁRIA DA ARQUIDIOCESE DE BRASÍLIA

Por Guilherme Cavalli 
jm bsb
“O mundo precisa de pessoas que mudem o mundo. Em nosso rosto jovem podemos perceber uma nova esperança para a sociedade. Queremos ser a diferença, queremos cada vez mais espalhar o amor de Deus pelo mundo”. As palavras do jovem missionário Lucas Maurício, coordenador da JM da paróquia São João Batista, Gama, simboliza o sentimento daqueles que participaram do Encontrão da Adolescência e Juventude Missionária da arquidiocese de Brasília no último sábado, 27.
jm bsb 1 2
As atividades, que vieram para partilhar e celebrar o ardor missionário e dar início as atividades do ano, reuniu os grupos de Adolescência e Juventude Missionária da arquidiocese de Brasília (DF) no último sábado, 27. A programação, que contou com momentos de partilha, oração e planejamento, foi desenvolvida na Paróquia São João Batista, Gama, cidade satélite de Brasília.

Para Amanda Marques, coordenadora da Juventude Missionária no Distrito Federal, este foi um momento de pensar juntos a história da JM. “Foi um momento de interação entre as comunidades. Pois, embora já trabalhassem articuladas por muitos anos, trouxeram as novidades para trabalhar ainda mais em unidade. Foi um momento de aproximação e partilha”, enfatiza Amanda. “Em união, foi um ocasião de mostrar que a JM está produzindo muitos frutos e que pode mais”.
A abertura do ano integrou, entre as atividades, missão na comunidade Santo Arnaldo Janssen em Serra Dourada, zona rural localizada cerca de 20 quilômetros do Gama. Além das visitas realizadas nas casas dos moradores, os jovens missionários realizaram entrega de brinquedos, brincaram junto às crianças e distribuição de roupas que arrecadaram em mobilização.
Fonte: POM

Bispo de Tefé-AM visita a Paróquia de Santo Afonso.

DOM FERNANDO BARBOSA VISITA PE. GEOVANE SARAIVA

Pe. Geovane Saraiva, acolheu com grande alegria, o bispo amigo da Prelazia de Tefé - 
Amazonas, Dom Fernando Barbosa dos Santos, na manhã de 02/03/2016, deixando
uma bênção especial ao povo de Deus desta comunidade paroquial.
. Confira fotos.

ECUMENISMO: JORNADA MUNDIAL DE ORAÇÃO PARA MULHERES DE DIFERENTES CONFISSÕES CRISTÃS

O evento coincidirá com o início da iniciativa quaresmal “24 horas para o Senhor”. O tema de 2016 é “Quem acolhe uma criança, acolhe a mim”
© Pixabay - mleonascimento0
© Pixabay - Mleonascimento0
“Quem acolhe uma criança, acolhe a mim” é o tema da edição 2016 da Jornada Mundial de Oração, uma iniciativa ecumênica criada e mantida por mulheres de diferentes confissões cristãs. O evento é realizado desde 1927 na primeira sexta-feira de março.
Este ano, a jornada coincidirá com o início da iniciativa quaresmal “24 horas para o Senhor”. São numerosos, já, os países que aderiram: em Moscou, a oração ecumênica será na Igreja luterana de Pedro e Paulo; na Áustria, estão previstas iniciativas de oração em mais de 400 comunidades, por iniciativa de organizações cristãs femininas; o mesmo acontecerá na Suíça, no Reino Unido, na França e em outros 170 países.
O esquema de oração da iniciativa para 2016 foi preparado em Cuba e olha com atenção para a situação de sofrimento das mulheres que vivem no país. Em cada celebração, serão levantados fundos destinados a projetos de solidariedade.
Um dos princípios orientadores desta iniciativa é “participar de iniciativas responsáveis” com o uso criativo dos talentos pessoais, num espírito de “irmandade ecumênica” que seja “inclusiva” e “atenta ao contexto multirreligioso”, a fim de garantir a unidade na diversidade das realidades envolvidas na iniciativa. Zenit

RELATÓRIO DO COI CITA 'CRISE PROFUNDA'

O orçamento mais apertado preocupa o COI em relação à tecnologia empregada nos Jogos.

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach tentou nesta quarta-feira, em entrevista coletiva, amenizar suas preocupações sobre a preparação brasileira para os Jogos Olímpicos. No entanto, documentos internos da entidade, obtidos com exclusividade pelo jornal O Estado de S. Paulo, avaliam que o País vive “crise profunda” e enumeram uma série de problemas na organização. 

Os principais entraves estão relacionados com as instalações, estádio olímpico, fornecimento elétrico “de alto risco” e os eventos marcados para o Complexo Olímpico de Deodoro. Em um relatório de suas atividades, Bach registrou um encontro com comitês olímpicos europeus em que diz que convidou o grupo “a trabalhar em solidariedade perfeita com os organizadores, diante da crise profunda que o Brasil enfrenta”. 

Os documentos foram usados para cobranças na reunião de quarta-feira entre o Comitê Executivo do COI e os delegados do Rio de Janeiro. No “informe sobre as atividades administrativas do COI”, a entidade enumera os problemas que enfrenta no Rio, a cinco meses do início do evento. 

Numa lista de “preocupações relacionadas com os esportes”, o COI aponta deficiências na “finalização das instalações para remo e canoagem (incluindo as arquibancadas temporárias na Lagoa Rodrigo de Freitas), polo aquático e saltos ornamentais, ciclismo, vôlei, equitação e o estádio olímpico”. O documento datado do dia 29 de fevereiro, porém, não detalha quais os problemas em cada um dos pontos mencionados. O relatório é de responsabilidade do diretor-geral do COI, o belga Christophe de Kepper.

O Departamento de Tecnologia e de Informação do COI alerta que “os prazos para garantir a alimentação elétrica temporária a partir de julho de 2016 estão muito apertados”, o que é agravado pelo corte de recursos e sugere “acompanhamento de perto pelo COI”. 

O orçamento mais apertado também preocupa o COI em relação à tecnologia empregada nos Jogos. Diz o documento: “Os cortes orçamentários atuais terão eventuais repercussões sobre os níveis de serviços de tecnologia e riscos associados à entrega tardia dos layouts olímpicos e da alimentação elétrica temporária”.

Depois de uma reunião sobre a situação financeira dos Jogos no Rio, realizada no dia 2 de fevereiro, em Lausanne, entre os organizadores brasileiros, COI e 28 federações esportivas, as entidades envolvidas pediram que fossem consultadas sobre os cortes que os brasileiros teriam de fazer. 

O documento indica que o impacto sobre o conforto dos atletas era uma preocupação, ainda que as federações tenham “concordado de uma forma geral em adotar um tom de flexibilização em suas exigências”. 

Segundo o informe, oito federações ainda se reuniram no mesmo dia para tratar especificamente da situação do Complexo de Deodoro. O consenso do encontro foi a preocupação relacionada com o bem-estar dos espectadores. Foi criada uma força-tarefa para garantir que atletas e espectadores tenham níveis de conforto em linha com os padrões dos Jogos Olímpicos. 

Em Deodoro, serão disputadas competições de hipismo, ciclismo (BMX e mountain bike), pentatlo moderno, tiro esportivo, canoagem slalom e hóquei sobre grama. Para as federações, porém, a preocupação é que o local não esteja no padrão do COI para eventos de nível internacional. 


Intensificação

O COI também decidiu que, nesta fase de preparação, vai fazer visitas mensais ao Rio de Janeiro para acompanhar mais de perto o trabalho de equipes que lidam especialmente com marketing, energia, instalações esportivas, além de outros departamentos. Grupos de trabalhos ainda serão criados para lidar com questões específicas. 

Teleconferências serão realizadas todas as segundas-feiras entre o COI e o Comitê Rio-2016, enquanto em Lausanne haverá duas reuniões por semana de avaliação.
Agência Estado

POR QUE O MAL?

Todo o conjunto da mensagem cristã traz a solução para o problema do mal.
Por Dom Fernando Arêas Rifan*
Diante do sofrimento, surge sempre a questão da existência do mal: “Se Deus existe, de onde vem o mal?” (Leibniz). Se Deus, Pai todo-poderoso, cuida de todas as suas criaturas, por que então o mal existe? O Catecismo da Igreja Católica nos diz que a resposta não pode ser dada de modo rápido e simples, mas há que se considerar todo o conjunto da fé cristã: a bondade da criação, as sábias leis divinas da natureza, a pequenez e limitação da criatura – só Deus é perfeitíssimo, sem deficiências; as criaturas, não -, a liberdade humana, o drama do pecado, o amor paciente de Deus, a sabedoria misteriosa da Providência divina, enfim, todo o conjunto da mensagem cristã traz a solução para o problema do mal. 
Em sua sabedoria e bondade infinitas, Deus quis criar um mundo em estado de busca da perfeição última. Essa série de transformações que se operam no universo permite, no desígnio de Deus, juntamente com o mais perfeito, também o imperfeito, juntamente com as construções da natureza, também as destruições. Juntamente com o bem físico existe, portanto, o mal físico, enquanto a criação não houver atingido a sua perfeição. As leis físicas e químicas universais, criadas por Deus, são benéficas universalmente, embora, pela deficiência das criaturas, por serem tais, possam produzir alguns malefícios particulares, a não ser que Deus interfira com um milagre, que é a suspensão temporária do efeito das suas leis universais da natureza, o que só raramente acontece, por motivos só dele conhecidos. Além disso, existe o mal moral, procedente da vontade livre do homem, pelo mau uso da liberdade que Deus lhe deu para poder merecer agindo sem coação. 
E Deus sempre sabe tirar do mal um bem. “Deus todo-poderoso, por ser soberanamente bom, nunca deixaria qualquer mal existir em suas obras se não fosse bastante poderoso e bom para fazer resultar o bem do próprio mal” (S. Agostinho, De libero arbítrio, I, 1, 2). E nós também devemos sempre tirar do mal um bem: a caridade, a solidariedade, o arrependimento, a contrição, o propósito de melhorarmos a nós e o mundo, a paciência, a humildade, o desapego, enfim as virtudes cristãs que nos preparam para uma eternidade feliz, sem males.
Neste tempo quaresmal, cujo ápice será a celebração da vitória de Cristo sobre o mal e a morte, ouçamos o maior teólogo vivo da Igreja: “Ao longo deste tempo, manteremos o olhar fixo sobre Jesus Cristo, ‘autor e consumador da fé’ (Hb 12, 2): n’Ele encontra plena realização toda a ânsia e aspiração do coração humano. A alegria do amor, a resposta ao drama da tribulação e do sofrimento, a força do perdão face à ofensa recebida e a vitória da vida sobre o vazio da morte, tudo isto encontra plena realização no mistério da sua Encarnação, do seu fazer-Se homem, do partilhar conosco a fragilidade humana para a transformar com a força da sua ressurreição. N’Ele, morto e ressuscitado para a nossa salvação, encontram plena luz os exemplos de fé que marcaram estes dois mil anos da nossa história de salvação” (Bento XVI, Porta Fidei, 13).
CNBB 02-03-2016.
*Dom Fernando Arêas Rifan: Bispo da Administração Apostólica São João Maria Vianney.

BOB DYLAN VENDE 'ARCA DO TESOURO'

Os 6 mil itens da coleção abrangem quase toda a carreira de 55 anos do cantor e compositor.
O cantor disse que está contente por sua coleção ter encontrado um lar.
Por Jill Serjeant
O cantor e compositor Bob Dylan vendeu seu arquivo pessoal de notas, rascunhos de letras, poemas, obras de arte e fotografias à Universidade de Tulsa, nos Estados Unidos, onde os itens estarão à disposição dos acadêmicos e poderão ser utilizados em exibições públicas, informou a instituição de ensino nesta quarta-feira.
Os 6 mil itens da coleção abrangem quase toda a carreira de 55 anos de Dylan, e muitos deles jamais foram vistos. A coleção foi adquirida pela Fundação George Kaiser e pela Universidade de Tulsa, no Estado de Oklahoma.
Ela ainda inclui as fitas originais das gravações de todo o catálogo musical do cantor, além de centenas de horas de vídeos.
A fundação e a universidade não informaram quanto o Arquivo Bob Dylan custou, mas o jornal New York Times, que teve acesso prévio exclusivo ao material, afirmou que ele foi arrematado por algo entre 15 e 20 milhões de dólares.
Tulsa também sedia um museu em homenagem ao cantor de folk Woody Guthrie, uma das primeiras influências de Dylan.
"Estou contente que meus arquivos, que foram sendo colecionados durante todos esses anos, finalmente tenham encontrado um lar e que serão incluídos aos trabalhos de Woody Guthrie... para mim, faz muito sentido e é uma grande honra", disse Dylan em um comunicado.
Reuters

GOOGLE SE UNE AO UNICEF CONTRA O ZIKA

Objetivo é identificar o risco de transmissão em diferentes regiões e concentrar os esforços.
O gigante americano Google anunciou nesta quinta-feira, 3, que uniu forças com o Unicef para frear a expansão do vírus zika, e entregou ao organismo da ONU 1 milhão de dólares com o objetivo de apoiar o trabalho em terra.
Uma equipe de engenheiros, designers e cientistas do Google ajudará a Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) a criar uma plataforma informática que permita analisar os dados provenientes das múltiplas fontes e prever eventuais epidemias, explicou a diretora do setor beneficente do grupo.
"O objetivo desta plataforma colaborativa é identificar o risco de transmissão do zika vírus em diferentes regiões e ajudar a Unicef, os governos e as ONGs a decidir onde e como concentrar os esforços a tempo", declarou em um blog a diretora do Google.org, Jacqueline Fuller.
"Este conjunto de instrumentos foi pensado para dar uma resposta ao zika, mas também poderá ser aplicado a futuras emergências", acrescentou.
O milhão de dólares doado à Unicef deve permitir lutar contra o Aedes aegypti, o mosquito responsável pela transmissão do vírus que atinge a América Latina, disse a executiva do Google.
Também deve servir para desenvolver diagnósticos, vacinas e políticas de prevenção, acrescentou Fuller.
Ao mesmo tempo, o Google espera coletar entre seus funcionários a soma de 500.000 dólares destinados à Unicef e à Organização Pan-Americana da Saúde (OPS).
AFP

PLÁCIDO DOMINGO SE EMOCIONA DURANTE ENCONTRO COM O PAPA E CANTA EM SÃO PEDRO


Vaticano, 02 Mar. 16 / 04:00 pm (ACI).- O famoso tenor espanhol Plácido Domingo chegou na manhã de hoje à Praça de São Pedro e saudou o Papa Francisco no final da audiência geral das quartas-feiras. Sua emoção foi tão grande que se animou a cantar com os peregrinos.
O tenor saudou o Pontífice com muita reverência, trocou algumas palavras, apresentou a sua esposa, Marta Ornelas, e outros membros de sua família.
 
O cantor se uniu aos peregrinos que cantavam juntos em espanhol: “Francisco Primeiro, te quiere el mundo entero” (Francisco Primeiro, o mundo inteiro te ama) e com seu grande talento transformou em música o lema popular.

O momento foi registrado pelos jornalistas do Grupo ACI que estiveram presentes durante a audiência. Os peregrinos aplaudiram e se animaram a repetir o refrão.

Em declarações ao Grupo ACI, Plácido Domingo compartilhou sua emoção ao encontrar-se com o Pontífice.

“O Santo Padre é um privilégio para nós, pois acho que é um Papa que apresenta o cristianismo como ninguém o apresentou, ele entendeu o cristianismo, o que é ajudar a todos, sabendo o caminho que os bons, os maus devemos encontrar, todos temos o perdão se verdadeiramente o buscarmos”, indicou.


Do mesmo modo, contou que o Papa lhe disse que o escutou cantar “durante muitos anos, em muitas ocasiões e este foi um momento muito emocionante e um privilégio”.

O tenor compartilhou as fotos durante o seu encontro em seu perfil no Twitter e agradeceu ao Papa por este momento. Plácido Domingo está na Itália devido aos shows que realizará durante estes dias em ‘Scala de Milão’, no qual cantará “I due Foscari”.

DENUNCIAM DESAPARECIMENTO DE 113 CRIANÇAS IMIGRANTES NA ESPANHA

Por Blanca Ruiz
Imagem referencial / Foto: Flickr de European Commission DGECHO (CC-BY-ND-2.0)

MADRI, 02 Mar. 16 / 03:30 pm (ACI).- Há algumas semanas, o escritório europeu da polícia (Europol) reconhecia desconhecer o paradeiro de 10.000 crianças refugiados que tinham chegado à Europa. Apesar de a Itália e a Alemanha serem países de maior fluxo migratório, na Espanha a revista ‘Vida Nueva’ contabilizou cerca de 113 menores imigrantes desaparecidos, conforme informações da Cruz Vermelha de 2015.

Segundo destacou a Cruz Vermelha em uma reportagem de investigação publicada em ‘Vida Nueva, “infelizmente estes números não supõem mais que a ponta do iceberg”, pois se estes dados são somados aos proporcionados pelo ‘Defensor del Pueblo’, ACNUR ou a ‘Fundación Amaranta’, este drama invisível é maior ainda.

“É difícil admitir, mas as crianças que desaparecem de nossos centros já não aparecem...”, alerta Pilar Casas, diretora de Amaranta, cuidada pelas religiosas adoradoras.

Casas também denuncia a falta de iniciativas das autoridades públicas, pois embora aumentem as análises de DNA dos menores que atravessam as fronteiras para frear as máfias, a falta de seguimento e controle em território espanhol torna este esforço em vão.

Além disso, segundo as entidades que trabalham para proteger os menores, há a falta de uma lei contra o tráfico, do desenvolvimento da Lei de Asilo e de um plano coordenado de atenção.

A reportagem de investigação feita pela revista ‘Vida Nueva’ detalha casos concretos como o ocorrido em setembro de 2013, no qual sete bebês chegaram a Ponte Genil nas mãos de sete mulheres que diziam ser suas mães.

As provas de DNA confirmaram que não eram suas mães, mas como os resultados chegaram à Espanha no dia 30 janeiro de 2014, naquela ocasião, nenhuma das mulheres estava nos centros de acolhida e elas desapareceram com os menores.

RESPONSABILIDADE SOCIAL E MEIO AMBIENTE

Projetos prorrogam o prazo para o destino adequado de rejeitos.
Estão em tramitação no Congresso Nacional dois projetos que prorrogam o prazo para que municípios passem a dar o destino adequado aos rejeitos de resíduos sólidos, fechem seus lixões e se ajustem de vez à Política Nacional de Resíduos Sólidos . A proposta que prevê o aumento escalonado do prazo, de acordo com o porte da cidade, é bem recebida pelo governo federal porque coloca os municípios na legalidade, como explica a diretora de Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Zilda Veloso.
Para a coordenadora de Resíduos Sólidos do Instituto Pólis, Elisabeth Grimberg, a possibilidade de prorrogação da política é um desserviço e vai esticar seu processo de implantação. 'Não contribui para avançar na perspectiva da mudança de padrão da gestão e destinação de resíduos. É um entrave porque quando terminar os novos prazos, de novo os municpois vão deixando pra depois', disse.
Os problemas na implantação da política poderiam ser tratados de outra maneira, segundo Grimberg, com a atuação do Ministério Público promovendo, por exemplo, Termos de Ajustamento de Conduta junto aos municípios, estabelecendo metas e discutindo como os gestores avançariam no gerenciamento de resíduos.
A Política Nacional de Resíduos Sólidos foi aprovada em 2010 e determina que todos os lixões do país deveriam ter sido fechados até 2 de agosto de 2014 e o rejeito (aquilo que não pode ser reciclado ou reutilizado) encaminhado para aterros sanitários adequados.
O Projeto de Lei 2289/2015 , aprovado no Senado e em tramitação na Câmara dos Deputados, dá prazo até 31 de julho de 2018, para capitais e regiões metropolitanas se adequarem; até 31 de julho de 2019, para municípios com população superior a 100 mil habitantes; até 31 de julho de 2020, para municípios com população entre 50 mil e 100 mil habitantes e até 31 de julho de 2021, para aqueles com população inferior a 50 mil habitantes.
Fonte: Ideia Fixa - Gestão de Informação