Postagens

Mostrando postagens de Julho 9, 2018

Prêmio Jorge Amado de Literatura, que valoriza a produção literária na rede pública de ensino de Salvador

Imagem
Por G1 BA
As inscrições para a terceira edição do Prêmio Jorge Amado de Literatura, que valoriza a produção literária na rede pública de ensino de Salvador, estarão abertas entre os dias 16 e 27 de agosto. De acordo com a Secretaria de Comunicação Social da Bahia (Secom), o concurso é voltado para os alunos do Ensino Fundamental I (1º a 5º ano) e II (6º a 9º ano), além dos estudantes da Educação para Jovens e Adultos (EJA). Segundo informações da Secom, os alunos do Ensino Fundamental I, vão oncorrer nas categorias Poesia e Conto. Já os alunos do Ensino Fundamental II e da EJA poderão participar nas categorias Romance, Histórias em Quadrinhos e Videoclipe. Os alunos podem fazer as incrições nos dias de segunda a sexta-feira, com exceção dos feriados, nas escolas onde estudam, entre 9h e 17h. O regulamento do prêmio está no site da Secretaria Municipal de Educação (Smed). O evento vai premiar os primeiros, segundos e terceiros colocados de cada categoria, que vão levar R$ 4 mil, R$ 3 …

Projeto ganha 1º livro e mantém debate sobre importância da alimentação

Imagem
por Adriana Martins - Editora Assistente Feijão,rapadura,pamonha: exemplos de alimentos registrados durante a etapa de campo da pesquisa. Equipe percorreu 63 municípios ( FOTOS: MAURÍCIO ALBANO ) A gente não quer só comida, diz a canção. Bom, nunca é "só" comida. É que planta, quem colhe, quem abate. É o transporte, os desafios da estrada. De onde vem, para qual destino. É a chuva, abençoando o campo, ou a ausência dela repetindo história. É a feira, barulhenta, colorida, perfumada. É a conversa de comadres na frente da banca de verdura, ou a dica preciosa do vendedor. É o cheiro da panela, o chiado da frigideira. O debulhar do milho, o embate pra abrir o coco seco. O assado suculento, o caldo untuoso, a salada fresquinha. Os potes de doce desafiando a parcimônia. A louça em dia de festa, a marmita do trabalhador. Os restaurantes, o serviço, a hotelaria. O carvão na falta do gás em tempos de retrocesso. As festas, as romarias, as pescarias. A nutrição, a gula. A memória, a pe…

Cego Aderaldo: conheça o mestre que ajudou o Sertão cearense a ver

Imagem
porQuando perdi minha vista O meu corpo faleceu, Saí no mundo cantando A sorte que Deus me deu” Cego Aderaldo
O sertão é território privilegiado, profano e sagrado, de grandes expressões históricas e populares, que se transformaram em verdadeiras lendas, segundo Rosemberg Cariry. Nenhum cantador ou repentista do Nordeste brasileiro, em todos os tempos, gozou da fama e do prestígio de Cego Aderaldo. A beleza da voz, inteligência e agilidade no improviso de versos na arte da cantoria e do verso popular, nunca encontrou desafiantes à sua altura, sendo sua obra, testemunho comovente da superação dos limites sociais e existenciais impostos pela pobreza e deficiência física. Aderaldo (Abelardo) Ferreira de Araújo, nasceu na cidade do Crato-CE em 24 de junho de 1878, e faleceu em Fortaleza-CE, em 29 de junho de 1967. Filho de Joaquim Rufino de Araújo e Maria Olimpia de Araújo, teve o Rio Grande do Norte, Pernambuco e Ceará unidos em sangue através de suas descendências. Desde o nascimen…

Novo livro de Scholastique Mukasonga, traz o retrato cruel do genocídio ocorrido em Ruanda, na África, em 1994

Imagem
Desde menina pequena, Scholastique Mukasonga foi treinada para sobreviver. Sua mãe sabia que morreria em Ruanda, mais cedo ou mais tarde. Mas as crianças, mesmo tutsis num país de maioria hutu, tinham que viver. E Stefania criava esconderijos, fazia exercícios de fuga com os filhos e, sempre vigilante, revia suas estratégias. Por anos, isso funcionou. Ao menor som de botas perturbando o silêncio da savana, a família buscava refúgio. No mais medonho episódio da história do país, no entanto, nada disso serviu.Em abril de 1994, 37 pessoas da família de Stefania e Cosma, seu marido, incluindo o casal e ao menos duas dezenas de crianças, foram exterminadas - o genocídio de Ruanda soma cerca de 1 milhão de pessoas assassinadas cruelmente em 100 dias. Scholastique e seu irmão André não estavam lá. A família tinha decidido que eles sobreviveriam.E, como sobrevivente, ela decidiu que era seu dever guardar a memória de todos. Foi assim que essa assistente social que iniciou sua formação em Rua…

Turista libanesa é condenada a 8 anos de prisão por reclamar do Egito no Facebook

Imagem
Um tribunal do Cairo a condenou por espalhar boatos que podem causar danos à sociedade, atacar a religião, e por indecência pública, disseram fontes judiciais.
Mona el-Mazboh foi presa após um vídeo de 10 minutos em que usa palavrões ter viralizado nas redes sociais. (Divulgação)
Por Haitham Ahmed e Eric Knecht
Cairo - Uma turista libanesa que foi presa no mês passado por postar um vídeo no Facebook reclamando de assédio sexual e das condições no país foi condenada a oito anos de prisão por um tribunal do Cairo, disse seu advogado à Reuters.
Mona el-Mazboh foi presa no aeroporto da capital egípcia no final da sua estadia na nação, após um vídeo de 10 minutos em que usa palavrões ter viralizado nas redes sociais.
Mazboh, que tem 24 anos, reclama de ter sido sexualmente assediada por taxistas e por um jovem na rua, além de ter criticado o serviço em restaurantes durante o mês sagrado do Ramadã e um incidente no qual ela teve dinheiro roubado em uma estadia prévia.
Um tribunal do Cairo a …

Sobrado Abolição abre salão de fotografia em Pacatuba

Imagem
O Sobrado da Abolição – Centro Cultural Eduardo Campos sedia o Salão de Fotografia 2018,de 07 de julho a 10 de agosto, em Pacatuba. Com registros que exercitam olhares para a cidade, o salão reúne 24 fotografias selecionadas e quatro premiadas na segunda edição do Concurso de Fotografia. Para abrir a mostra no sábado (07), a partir das 18h, acontece bate papo com os curadores do concurso: o fotógrafo Igor Grazianno e as artistas visuais Virgínia Pinho e Waléria Américo. O Concurso de Fotografia é realizado em parceria entre o Instituto Eduardo Campos (IEC) e a Prefeitura Municipal de Pacatuba, por meio da Secretaria Municipal de Cultura.Lançado em 2017, propôs em sua segunda edição uma temática livre, estabelecendo quatro categorias concorrentes com uma foto de cada: Moradores; Visitantes; Escola Pública Municipal e Fotos Tiradas com Câmera Celular. Na Categoria Moradores a foto vencedora desse ano é de autoria de Mayara Soares Sousa; a da Categoria Escola Pública de Pacatuba é de Ke…

Mais Visitadas

São Francisco Xavier

MEU PROFESSOR: MEU SUPER-HERÓI

LAMENTAÇÕES DE UM LÁPIS

Morre, aos 92 anos, a escritora Zibia Gasparetto

Uece pronta para seu maior evento cientifico e cultural: XXIII Semana Universitária