Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 13, 2017

O Instituto Moreira Salles será inaugurado no próximo dia 20, em São Paulo

Instituto Moreira Salles será inaugurado no próximo dia 20, em São Paulo. O novo centro cultural fica em um prédio de sete andares na Avenida Paulista, nº 2424, entre as ruas Consolação e Bela Cintra. O G1acompanhou a montagem das exposições nesta terça-feira (12). As exposições de inauguração são focadas na fotografia. O destaque é a mostra "Os americanos + Os livros e os filmes", de Robert Frank. Pela primeira vez no Brasil, a exposição traz 83 fotografias, uma das poucas séries completas da obra do fotógrafo. "Os americanos" é o resultado da jornada de Frank pelos Estados Unidos, em que percorreu quase todos os estados e traçou um retrato do país e de seus moradores na década de 50. Inauguração traz exposição de Robert Frank: "Os americanos + Os livros e os filmes" (Foto: Celso Tavares/G1) Outra exposição que estará presente na inauguração é a "Corpo a corpo", um recorte da produção brasileira contemporânea, com Bárbara Wagner, Garapa, Jonath…

Símbolo do acidente com o césio-137, Leide das Neves é lembrada com carinho por parentes: 'Era muito alegre'

Símbolo da tragédia com o césio-137, ocorrido há 30 anos, em Goiânia, a menina Leide das Neves Ferreira, de 6 anos, foi uma das quatro pessoas que morreram por causa da contaminação com o material radioativo. Tia da criança, a dona de casa Luiza Odet dos Santos, 58 anos, morava no mesmo lote que a sobrinha e se recorda com carinho da menina que sonhava em ser modelo e estava sempre com um sorriso no rosto. “Ela era muito alegre, brincalhona, queria ser modelo e era muito bonita mesmo. A primeira coisa que faziam para descontaminar era tirar o cabelo, e me lembro de que ela perguntou se o cabelo ia crescer de novo. Ela se preocupava muito com o cabelo dela”, contou ao G1. O G1 Goiás publica nesta semana uma série de reportagens sobre os 30 anos do acidente com o césio-137, em Goiânia. O acidente começou na manhã de um domingo, dia 13 de setembro de 1987, quando a peça de chumbo e metal, que tinha a cápsula de césio no meio, foi levada do antigo Instituto Goiano de Radiologia, na Avenid…

Fome leva indígenas venezuelanos a migrarem para o Brasil

A fome é o principal argumento dos Warao quando perguntados sobre os motivos que os levaram a migrar. O fluxo migratório dos warao começou em 2014. (Reprodução)
Uma viagem de 925 quilômetros de barco e depois, vencida, de forma oficial ou não, a fronteira entre a Venezuela e o Brasil, três dias de caminhada até Boa Vista, capital de Roraima. Essa é a travessia que muitos indígenas venezuelanos integrantes do povo Warao fazem para passar a viver em território brasileiro. Tanto sacrifício é alimentado por um motivo principal: a fome. Segundo pesquisa divulgada hoje (12) pelo Conselho Nacional de Imigração (CNIg), esse é o principal argumento dos Warao quando perguntados sobre os motivos que os levaram a migrar.
Para chegar a esse diagnóstico, estudiosos da Cátedra Sérgio Vieira de Melo da Universidade Federal de Roraima (CSVM/UFRR) fizeram pesquisa etnográfica com famílias e líderes Aydamos dos Warao nas cidades de Boa Vista e Pacaraima, no estado de Roraima. A análise integra a pesquis…

Miss Plus Size elegerá a mais bela mulher com manequim acima de 44 no Ceará

As 37 concorrentes do Miss Plus Size Ceará 2017 serão apresentadas ao público em um Baile de Máscaras a convidados realizado na noite desta quarta-feira (13), no Theatro José de Alencar, a partir das 18h. O concurso será realizado em 10 de novembro, também no Theatro José de Alencar. Determina a vencedora uma comissão de fotógrafos, lojistas, empresários e personalidades que apoiam o movimento Plus Size, explica a organização. Eles elegem a mais bela modelo de manequim acima dos 44 entre representantes de 37 cidades e distritos do Estado. São eles: Aquiraz, Aracati, Baturité, Beberibe, Capistrano, Cascavel, Chorozinho, Eusébio, Fortaleza, Fortim, Guaramiranga, Horizonte, Independência, Ipú, Itaitinga, Itapipoca, Itatira, Jaguaruana, Juazeiro do Norte, Limoeiro do Norte, Madalena, Maracanaú, Maranguape, Meruoca, Messejana, Pacajus, Pacatuba, Pacoti, Pecém, Pindoretama, Quixadá, Reriutaba, Russas, São Gonçalo do Amarante, Sobral, Tianguá e Quixeramobim. “Além de valorizar o corpo da mu…

Coluna À procura da poesia: No tempo dividido e outros mares de Sophia

Por Talles Azigon* “Meu desejo é o rastro que ficou das aves” Sophia de Mello Breyner Andersen
Em 2006, Maria Bethânia oferece ao mundo uma obra dupla, composta por Mar de Sohpia e Pirata. A mesma cantora, declaradamente fã de Sophia de Mello Breyner, que tantas vezes cantou o Mar da Bahia utilizando os versos da poeta exaltadora do mar de Portugal, já era uma das maiores divulgadoras da obra poética de Mello Breyner no Brasil. Graças a Bethânia, eu e tantas outras gentes tivemos interesse e acesso a uma obra tão profunda quanto os setes mares reunidos, a obra de Sophia. A minha indicação de leitura parte do livro No Tempo Dividido, republicado em 2013 pela editora portuguesa Assírio & Alvim. Porém, infelizmente, como não temos um grande mercado de poesia em nosso País, não vamos ter o prazer de ler as obras de Sophia em publicações individuais, como nas edições belíssimas da Assírio & Alvim. Mas é possível encontrar, em algumas livrarias brasileiras, obras importadas de Sophia,…

Convite de Lançamento: Poemas no Tempo e Textos Escolhidos, do autor Gonzaga Mota