Postagens

Mostrando postagens de Agosto 21, 2018

Era uma vez o “era uma vez”

Imagem

Quando o Coelho Branco aparece diante do Rei Vermelho para dar seu depoimento no País das Maravilhas, diz que não sabe por onde começar. “Comece do começo”, lhe diz o Rei, “e continue até chegar ao final. Então pare”. Mas o que é esse começo? São João, pensando sem dúvida que dessa forma esclarecia o complexo dogma cristão, escreveu que no começo era o verbo. Séculos mais tarde, na primeira parte de Fausto, o desiludido médico procura nessa primeira palavra o entendimento que sente que lhe falta. Lutero teria traduzido esse verbo (logos) como wort, “palavra”, perdendo assim os outros sentidos implícitos no vocábulo grego, e Fausto se propõe a lê-los como “sinn”, “kraft” e “tat” – “intelecto”, “força” e “ação” –. Para Fausto, todas essas coisas estão no começo do livro sagrado. MAIS INFORMAÇÕESO brasileiro que venceu ‘Oscar’ dos quadrinhos com história sobre escravidão

O brasileiro que venceu ‘Oscar’ dos quadrinhos com história sobre escravidão

Imagem
O professor, ilustrador e autor de histórias em quadrinhos Marcelo D’Salete ganhou, no dia 20 de julho, o Eisner Awards 2018 de melhor edição americana de material estrangeiro pela obra Cumbe (Run for it). O prêmio é conhecido como o Oscar dos quadrinhos e é entregue todos os anos durante a Comic-Con de San Diego. A obra do brasileiro fala sobre a resistência do povo negro durante a escravidão e aborda conflitos, dramas, esperanças e sonhos de escravizados trazidos dos antigos reinos da Angola e do Congo. O movimento do rap e o hip hop, ainda nos anos 80, foi um dos responsáveis por começar a sensibilizar o paulistano para as injustiças sociais e raciais, herança do período escravista. “Isso foi importante para chamar a atenção para a questão etno-racial aqui no Brasil e também nas diferenças sociais que nós temos de modo tão alarmante”, explicou. Nascido na zona leste da capital paulista, D’Salete contou, em entrevista à Ponte, que sempre estudou em escola…

Jovens católicos ocupam casa de Frei Tito para defender que o lugar seja tombado

Imagem
Jovens católicos ocuparam a casa de Frei Tito, no Centro de Fortaleza. Abandonado, o local está em ruínas. O dono do espaço chegou a fazer ameaças e agrediu alguns dos ocupantes. O grupo pede que a Prefeitura de Fortaleza tombe o local, restaure e transforme em um memorial em homenagem ao ativista religioso. O frade dominicano ficou conhecido por defender os direitos humanos e morreu durante a Ditadura Militar no Brasil. Na casa da rua Rodrigues Júnior, número 1.364, Frei Tito viveu a infância e a adolescência. Os ocupantes estão no local desde o dia 10 de agosto, dia da morte dele há 44 anos. “A defesa do que essa casa representa como patrimônio histórico e cultural começou em 2011, quando colocaram uma placa de venda lá fora. Aí um grupo se organizou e começou a fazer luta em defesa dessa casa, no que resultou num tombamento provisório. Só que esse tombamento não trouxe grandes garantias. Se vocês forem ver, essa casa está totalmente abandonada. É um desrespeito com a memória do Fr…

'O Gume das Palavras' tem sessão nesta quarta, no Porto Iracema das Artes

Imagem
por Roberta Souza - Repórter Benjamin Abras utiliza técnicas advindas das tradições afro- brasileiras A história de Benjamin Abras com o Ceará não é de hoje. Há três anos, uma participação no Festival de Dança do Litoral Oeste abriu portas para a direção compartilhada do espetáculo "Hadaratte: me coração está aqui", com a Cia Balé Baião, de Itapipoca, consolidando essa aproximação entre o mineiro e os cearenses. Agora, de volta à terrinha, o ator e bailarino assume a tutoria de um novo projeto de Viana Júnior, Gerson Moreno e Pai Mesquita de Ogum - o CorpoCatimbó, que investiga as corporeidades da Jurema -, e aproveita a passagem para apresentar a aula-espetáculo "O Gume das Palavras", nesta quarta-feira (22), na sala de teatro do Porto Iracema das Artes. A aula é um desdobramento de uma investigação que ele já realiza há 15 anos - Arawô, o corpo do segredo -, tendo sido aplicada no Brasil apenas duas vezes, e outras mais no exterior. É que como um "artista int…

Novo livro de Antônio LaCarne traz inquietações íntimas

Imagem
por Diego Barbosa - Repórter O escritor Antônio LaCarne: "decidi sair da minha zona de conforto", diz, sobre o novo trabalho ( Foto: Filipe Sales ) A carreira literária de Antônio LaCarne começou oficialmente em 2009, quando da publicação de "Elefante-Rei: Poemas B", pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores (CBJE). Já nessa época, o cearense demonstrava forte inclinação para a poesia e a prosa poética, gêneros que o acompanharam nas demais obras que assinou. Entre elas, constam "Salão Chinês" (Patuá, 2014) e "Todos os poemas são loucos" (Gueto Editorial, 2017), além de participação nas antologias "A polêmica vida do amor" (Oito e meio, 2011), "A nossos pés" (7Letras) e "Golpe: antologia-manifesto" (Nosotros Editorial), essas últimas publicadas em 2017. Com uma produção consistente na área, é a primeira vez, porém, que LaCarne se aventura no gênero conto, a partir da recente publicação de "Exercícios de fixaçã…

Morre aos 61 anos o jornalista Otavio Frias Filho

Imagem
Frias Filho foi o responsável por consolidar o 'Projeto Folha', conjunto de medidas editoriais com normas de escrita e conduta, que é considerado como um dos marcos da imprensa brasileira


No início, a chegada de Frias Filho à chefia do jornal causou resistência por parte dos jornalistas antigos. (Raquel Cunha/Folha) Morreu nesta terça-feira, 21, aos 61 anos, o advogado, jornalista e escritor Otavio Frias Filho, diretor de Redação do jornal Folha de S.Paulo. Ele tinha câncer no pâncreas. Deixa as filhas Miranda, de 8 anos, e Emilia, de 1 ano, que teve com Fernanda Diamant, editora da revista literária Quatro Cinco Um, e os irmãos Maria Helena, médica, Luiz, presidente do Grupo Folha, e Maria Cristina, editora da coluna Mercado Aberto. O velório será realizado a partir das 11h30 e a cerimônia de cremação, às 13h30, no cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra.
Paulistano, Frias Filho foi o responsável por consolidar o "Projeto Folha", conjunto de medidas editoriai…

Mais Visitadas

A Palavra Não

Dentro da rotina das redes sociais, mulheres dividem as dificuldades e os pontos positivos de expor a maternidade

LAMENTAÇÕES DE UM LÁPIS

Livros com temática de direitos humanos são vandalizados na UnB

Por Enem, governo adia início do horário de verão para 18 de novembro