Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 26, 2016

Plantão Gramatical se mantém com público fiel e alta procura

Há 36 anos em funcionamento, o Plantão Gramatical se mantém com público fiel e alta procura em meio as fontes de recursos virtuais. Credibilidade é razão apontada para o serviço conseguir atravessar tantas décadas
Quando o Plantão Gramatical surgiu, em 1980, não existiam os recursos virtuais para eximir dúvidas de língua portuguesa. Dicionários, gramáticas e enciclopédias eram as fontes de pesquisa. O tempo passou, o mundo evoluiu e, hoje, é possível consultar a correta utilização de uma palavra com poucos cliques. Mas o Plantão Gramatical, ferramenta do Instituto Municipal de Pesquisa Administração e Recursos Humanos (Imparh), continua solucionando questões de ortografia, morfologia, sintaxe e semântica. Para retirar as dúvidas - explica o professor Francisco Marino, que trabalha no plantão há mais de 20 anos - é necessário apenas telefonar. Na sala repleta de livros, dicionários e gramáticas, seis professores se revezam em turnos para atender as linhas e solucionar os problemas. Mesmo…

Nelson Rodrigues é editado pela primeira vez

Responsável pela publicação busca uma ponte entre a literatura de Portugal e do Brasil.
Para editora, apesar da alta qualidade editorial, ainda somos um país que não valoriza os livros.

O dramaturgo, jornalista e escritor Nelson Rodrigues, famoso por sua polêmica coluna 'A vida como ela é', escrita ao longo de dez anos (de 1951 a 1961), será publicado pela primeira vez em Portugal. A responsável pela publicação é Bárbara Bulhosa, 44 anos, diretora editorial da Tinta-da-China, editora portuguesa que, desde 2012, busca fazer uma ponte entre a literatura de Portugal e do Brasil. "Acho que [o público português] vai receber o Nelson Rodrigues lindamente, porque ele é um gênio, escreve maravilhosamente e tem uma inteligência fora do comum. É um autor extraordinário que, por acaso, é brasileiro, mas podia ser inglês, alemão... Ele tem muito de brasileiro, toda aquela sacanagem, a forma do entendimento dele do relacionamento entre um homem e uma mulher. O conhecimento dele dos ho…

OMS lança campanha de combate às doenças cardiovasculares

Todos os anos morrem 17 milhões de pessoas, vítimas de problemas cardíacos. Objetivo da ação é contribuir para aumentar a prevenção, sobretudo nos países em desenvolvimento

A Organização Mundial de Saúde (OMS) lançou esta semana uma campanha à escala mundial destinada a sensibilizar e prevenir as doenças cardiovasculares, a principal causa de morte no mundo. Na fase inicial o programa será desenvolvido em 12 países, entre eles a Colômbia, Índia, Irão, Jordânia, Nigéria e Tailândia, mas está aberto à participação de todas as nações interessadas. 
«A cada ano, 17 milhões de pessoas morrem de enfermidades cardíacas, a causa número um de mortes no mundo. Lançamos a iniciativa `Corações Globais´ para atacar estas doenças, mais que tudo o enfarte e os derrames. É um problema que podemos prevenir, podemos melhorar também o tratamento para evitar essas mortes. A ideia da iniciativa é realmente trabalhar com os países para melhorar a prevenção e o tratamento», explicou o porta-voz da campanha, …

Exposição apresenta obras do único daguerreotipista brasileiro

Paulo Virgílio - Repórter da Agência Brasil Técnica fotográfica pioneira, surgida em 1835, e anos depois substituída por processos mais práticos e baratos, a daguerreotipia ainda é praticada por cerca de 50 artistas em todo o mundo. O único brasileiro é Francisco Moreira da Costa, que inaugurou na última sexta-feira (23), na Galeria do Ateliê da Imagem, na zona sul do Rio de Janeiro, a exposiçãoTempo Improvável,com obras que revelam como essa técnica esquecida pode se tornar uma linguagem integrada à arte contemporânea. Concebido pelo pintor, cenógrafo, físico e inventor francês Louis Daguerre (1787-1851), o daguerreótipo é uma imagem única realizada sobre uma placa de cobre recoberta por uma fina camada de prata. Conforme o ângulo do olhar, a superfície prateada da placa mostra ora uma imagem negativa, ora uma positiva. Muito usada para retratos na primeira metade do século 19, a daguerreotipia começou a ser pesquisada por Francisco Moreira da Costa em 1996, pouco mais de uma década dep…

Para Acnur, acesso a celular e internet é essencial para segurança de refugiados

Marieta Cazarré – Correspondente da Agência Brasil Para a Acnr, ter um aparelho celular com conectividade é uma ferramenta importante para salvação e capacitação de refugiados EPA/Barbara Gindl/Agência Lusa/Direitos Reservados




















O acesso a celulares e à internet é fundamental para a segurança dos refugiados, afirma o relatório Connecting Refugees: How Internet and Mobile Connectivity can Improve Refugee Well-Being and Transform Humanitarian Action (Conectando Refugiados: como a internet e a conectividade móvel podem melhorar o bem-estar dos refugiados e transformar iniciativas humanitárias, em tradução livre) produzido pela Agência da ONU para os Refugiados, Acnur, e pela empresa Accenture. O estudo analisou 44 países, em quatro continentes, e concluiu que ter um aparelho com conectividade é, além de uma ferramenta de salvação, muito importante para a capacitação dos refugiados. O Alto Comissário da ONU para os Refugiados, Filippo Grandi, afirma que acesso à internet esmartphones pode ser “…

Ceará passa por maior seca dos últimos 100 anos

Antes desse período de estiagem, somente a seca de 1979 a 1983 havia sido tão grave e longaAgência Brasil Açude Castanhão, um dos três maiores do estado do Ceará / Foto: Everardo Onofre – Ministério da Integração Nacional Desde 1910, o Ceará não passava por uma seca tão severa como a dos últimos cinco anos, revela levantamento feito pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), com base nos volumes de chuva dos últimos 100 anos. Antes desse período de estiagem, somente a seca de 1979 a 1983 havia sido tão grave e longa: a média anual de chuvas registrada na época foi de 566 milímetros (mm). De 2012 a 2016, a média caiu para 516 mm. A pouca água acumulada nos reservatórios, chuvas abaixo da média histórica, o crescimento da população nas zonas urbanas e o incremento de atividades econômicas no estado são fatores que, aliados, culminam na crise hídrica atual. Segundo o presidente da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos do Ceará (Cogerh), João Lúcio Farias de Oliv…