Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 3, 2019

Podcast: Festa de São Tomé, apóstolo que proclamou conhecida profissão de fé

Livros vencedores do Prêmio Kindle de Literatura podem virar filme ou série

A 4ª edição do prêmio anunciou parceria com Amazon Prime para transformar o livro vencedor em filme ou série
Nesta terça-feira (2/7), a Amazon e a Nova Fronteira anunciaram a 4ª edição do Prêmio Kindle de Literatura, que, este ano, chegou com novidades. O romance vencedor será publicado pela Nova Fronteira e o autor receberá R$ 30 mil. Além disso, os finalistas vão concorrer a um contrato para adaptação audiovisual com a Prime Video, com pagamento antecipado de US$ 10 mil.  Os escritores devem inscrever os títulos inéditos e em português publicados pela Kindle Direct Publishing (KDP), a ferramenta de autopublicação da Amazon, e as histórias ficarão disponíveis para todos os leitores. As produções serão analisadas por um grupo de especialistas selecionados pela produção do prêmio. Já na produção audiovisual, a Amazon Prime Video revisará os finalistas e obras vencedoras de todas as categorias dos prêmios literários da KDP com base em alguns critérios como criatividade, originalidade e …

Exposição Universo Gráfico de Candido Portinari (1903-1962) cartografa processo artístico do maior pintor do modernismo brasileiro

"Nenhum pintor pintou mais um País do que Portinari pintou o seu", assegurou o crítico de arte Israel Pedrosa em 1983. Nascido em 30 de dezembro de 1903, numa fazenda de café localizada no interior paulista de Brodowski, o artista plástico Candido Portinari cartografou o Brasil do século XX entre pincéis e nanquins — o modernista apresentou lavradores de café, lavadeiras, músicos, garimpeiros, cangaceiros, retirantes, baianas, negros e índios aos salões internacionais; um retrato crítico de uma sociedade fruto da miscigenação. Comunista aguerrido, Portinari defendeu o compromisso social de seu ofício ao longo dos 58 anos de vida e mais de 5 mil obras produzidas: "Estou com os que acham que não há arte neutra". Parceria de 40 anos entre a Pinakotheke e o Projeto Portinari, a exposição Universo Gráfico de Candido Portinari (1903-1962) será apresentada ao público do Ceará na Galeria Multiarte a partir desta sexta-feira, 5. Gratuita, a mostra é um raro retrato da traj…

França proíbe punições corporais a crianças

Com esta lei, a França se torna o 56º Estado que proíbe as punições corporais às crianças, segundo uma lista realizada por uma ONG britânica. A então ministra da Família, Infância e Direitos das Mulheres, Laurence Rossignol, em 8 de março de 2017 em Paris. (EPA POOL/AFP)
O parlamento francês adotou nesta terça-feira uma lei que proíbe aos pais infligir punições corporais a seus filhos, uma prática que, embora condenada pela ONU, continua gozando de um amplo apoio na França.
Com esta lei, a França se torna o 56º Estado que proíbe as punições corporais às crianças, segundo uma lista realizada por uma ONG britânica. A Suécia foi o primeiro país europeu a adotar esta lei, em 1979, seguido por Finlândia (1983) e Noruega (1987).
A Assembleia Nacional, a câmara baixa do parlamento francês, havia adotado no ano passado em primeira leitura o projeto de lei apresentado pelo partido centrista MoDem e apoiado pelo partido do presidente Emmanuel Macron, LREM.
Os senadores o aprovaram nesta terça-f…

Netflix vai adaptar “Crônicas de Nárnia”, de C.S. Lewis, em série

O projeto, dividido em temporadas, pode ser parte da promessa de fornecer mais programas baseados na fé e na família Os fãs das Crônicas de Nárnia, de C.S. Lewis, podem esperar ansiosamente por novas adaptações deste clássico, nos próximos anos. A Netflix anunciou na mídia social que fechou um acordo de vários anos com a CS Lewis Company para adaptar os romances, que narram as aventuras dos irmãos Pevensie na mágica terra de Nárnia, em uma série de TV. Agora, a gigante do entretenimento por streaming anunciou que contratou o roteirista Matthew Aldrich, um dos co-roteiristas de Viva – A vida é uma festa, vencedor do Oscar no ano passado, para ser o “arquiteto criativo” do projeto. Embora as histórias de Nárnia tenham um amplo apelo – os livros venderam mais de 100 milhões de exemplares e foram traduzidos em 47 idiomas -, Lewis os escreveu como alegorias cristãs que poderiam oferecer às crianças um ingresso imaginativo à fé. Para aqueles que questionam se há realmente um elemento relig…

Enem terá aplicação digital em 2020 em fase piloto

Nada muda para os participantes inscritos em 2019 O Ministério da Educação anunciou hoje (3), em Brasília, que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vai se tornar digital. A proposta é de uma implementação progressiva. Em 2020, a versão digital será aplicada em fase piloto. A previsão do governo é abandonar as versões impressas em 2026. Nada irá mudar para os participantes inscritos em 2019. As primeiras aplicações digitais serão opcionais. O estudante vai escolher o modelo no momento da inscrição. Segundo o MEC, no primeiro ano de teste, o modelo digital será aplicado para 50 mil pessoas em 15 capitais do país. A expectativa é que a versão digital abra outras possibilidades como a de realização do exame em várias datas ao longo do ano, por agendamento. Em 2020, portanto, o Enem terá três aplicações: a digital, a regular e a reaplicação. Este último caso é voltado para candidatos prejudicados por algum problema logístico ou de infraestrutura durante a realização da prova digital. El…

Museu usa linguagem de redes sociais para atrair público

A mistura de arte com a linguagem das mídias sociais aumentou em 60% a visitação ao Museu Nacional de Belas Artes (MNBA). A exposição Hashtags da Arte selecionou 40 obras do acervo do museu e marcou cada uma delas com adesivos com palavras-chave usadas em aplicativos (Instagram, Twitter, Facebook) misturadas às descrições das obras. O método despertou a curiosidade dos jovens pela arte. A exposição foi inaugurada em abril deste ano. Em maio, recebeu 7.188 visitantes contra 4.473 no mesmo período do ano anterior. O sucesso de público levou a direção do MNBA a estender a exposição até fevereiro de 2020. “As pessoas realmente estão gostando muito, vendo como uma coisa leve, divertida. Isso é muito importante para a gente, para o marketing do Museu de Belas Artes. Nesse sentido, a campanha Hashtags da Arte está bastante vitoriosa”, disse à Agência Brasil o assessor de Comunicação Social do MNBA, Nelson Moreira. Parceria A campanha Hashtags da Arte foi criada pela agência de publicidade NB…