Postagens

Mostrando postagens de Maio 6, 2016

PAPA: CHORO DE JESUS É ANTÍDOTO CONTRA A INDIFERENÇA

Imagem
Francisco, o filho de imigrantes, tem um «sonho» para a «mãe Europa»
Agência Ecclesia 06 de Maio de 2016, às 12:24        Papa recebeu prémio internacional «Carlos Magno» pelo seu compromisso em favor da paz

Cidade do Vaticano, 06 mai 2016 (Ecclesia) - O Papa recebeu hoje no Vaticano o prémio internacional ‘Carlos Magno’ 2016 e apresentou no seu discurso de agradecimento o “sonho” de um “novo humanismo” europeu.
“Sonho com uma Europa jovem, capaz de ainda ser mãe: uma mãe que tenha vida, porque respeita a vida e dá esperanças de vida. Sonho com uma Europa que cuida das crianças, que socorre como um irmão o pobre e quem chega à procura de acolhimento, porque já não tem nada e pede abrigo”, disse Francisco, após ser distinguido pela cidade alemã de Aachen.
O atestado do prémio, lido na Sala Regia do Palácio Apostólico do Vaticano, sublinha o “compromisso extraordinário” do Papa “em favor da paz, da compreensão e da misericórdia numa sociedade europeia de valores”.
Francisco, cujos pais …

FRANCISCO: SABER ESCUTAR É GRAÇA E DOM

Imagem

PAPA FRANCISCO: “QUE TE SUCEDEU, EUROPA HUMANISTA, PALADINA DOS DIREITOS HUMANOS, DA DEMOCRACIA E DA LIBERDADE?”

Imagem
Discurso do Papa Francisco no recebimento do prêmio Carlos Magno, pronunciado nesta sexta-feira, 6 de maio de 2016, na Sala Régia 6 MAIO 2016 PAPA FRANCISCO

Papa Francisco - Premio Carlomagno Publicamos abaixo o discurso do Papa Francisco no recebimento do prêmio Carlos Magno,  pronunciado nesta sexta-feira, 6 de maio de 2016, na Sala Régia: Ilustres Senhoras e Senhores! Dou-vos as minhas cordiais boas-vindas e agradeço a vossa presença. Sinto-me particularmente agradecido aos senhores Marcel Philipp, Jürgen Linden, Martin Schulz, Jean-Claude Juncker e Donald Tusk pelas suas amáveis palavras. Desejo reiterar a minha intenção de dedicar à Europa este prestigioso Prémio com que sou honrado: com efeito não estamos a comemorar qualquer gesto, mas queremos aproveitar o ensejo para, juntos, almejarmos um novo e corajoso impulso a este amado Continente. A criatividade, o engenho, a capacidade de se levantar e sair dos seus limites pertencem à alma da Europa. No século passado, ela deu …

LEIGOS E LEIGAS: QUE LUGAR OCUPAM NA IGREJA?

Imagem
domtotal.com
A dignidade do leigo é compreendida como nascida pelo dom batismal. Voltar às fontes do cristianismo é compreender a Igreja como Povo de Deus. Por Felipe Magalhães Francisco*

A língua é viva, está sempre em construção. Nesse processo, às palavras são acrescidos novos significados e, por isso, novas experiências para nos dizer e para dizer o mundo. Em relação a algumas palavras, no entanto, a transformação linguística altera o significado dessas palavras, enchendo-as de poeira. Manoel de Barros poemou sobre isso, no seu texto Escovar palavras. O eu-lírico, uma criança, admira-se com o trabalho de dois arqueólogos e decide escovar palavras, a fim de descobrir os significados profundos que carregam, os ecos antigos que a fizeram emergir nesse complexo universo da comunicação. Tal como o menino, tido como louco pelo objetivo da empreitada, queremos, hoje, também nós, escovar a palavra. A nossa escolhida é a palavra “leigo”.
Todos nós, sem exceção, ouso dizer, já ouvimos a refe…

QUEM ESTÁ EM JESUS PRODUZ FRUTOS DE AMOR

Imagem
domtotal.com Ele é claro: “Pois separados de mim, nada podeis fazer”. Nada, realmente nada. Uma cepa sozinha, ainda que seja a cepa de uma ótima videira, não consegue produzir frutos. Por Monsenhor Jonas Abib* Quando Jesus esteve no meio de nós, produziu muitos frutos. Todos puderam ver o amor, a bondade, a paciência de Jesus. Ver o perdão, a generosidade de Jesus; como Ele era verdadeiramente alegre, feliz, como tratava bem a todos, como amava o Pai. Todos puderam ver os frutos que Jesus produziu. Jesus também operou curas, milagres, prodígios. Transformou a água em vinho, multiplicou os pães, curou uma multidão de pessoas, cegos, paralíticos, ressuscitou mortos. Todos puderam ver os frutos d’Ele. Mas o Pai não quis apenas Jesus. O Pai quis Jesus como tronco e você como ramo. Portanto, o Pai quer que você produza os frutos de Jesus. Jesus diz: “Eu sou a cepa, esse tronco da videira. E você é o ramo”. Por um lado, a cepa não produz fruto, a não ser através dos ramos. Mas, por outro lado,…

Mais Visitadas

Campus Party 2018 vendeu 30% a mais de ingressos que edição anterior

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

VIVENDO E APRENDENDO

Escritora portuguesa constrói alegoria sobre passado e presente do Brasil