Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 16, 2020

Apaixonado por literatura, Rene lança livro aos 91 anos

Obra “Histórias Vividas e Contadas” será lançada no dia 20 de janeiro Rene Sebastião Rosa fez uma faculdade de direito aos 53 anos, uma especialização aos 81 e agora lança um livro de memórias e histórias sobre as vivências em Mato Grosso do Sul, aos 91 anos - Foto: Arquivo Pessoal Seu Rene é um contador de histórias nato. Aos 91 anos é um velho amante da literatura, o aposentado tem um acervo de lembranças e memórias que desperta facilmente a curiosidade do interlocutor. Conta com simpatia sobre como fez uma auto-hipnose aos 20 e poucos anos e declama um poema sem gaguejar apesar da idade avançada. No meio de tudo isso, uma pequena perda auditiva, que o faz escutar com dificuldade, mas em nada impede de lançar o seu primeiro livro. A obra “Histórias Vividas e Contadas” surgiu de uma provocação. “Na verdade, eu fui no meu urologista fazer alguns exames e durante a conversa eu fui contando algumas histórias sobre a minha vida e o do nosso Estado. O médico me disse, Rene você

Brasil é o 3º país em que pessoas passam mais tempo em aplicativos

Download anual de aplicativos cresceu 45% nos últimos três anos Agência Brasil / Foto: Wesley Almeida – Canção Nova As pessoas passaram 3 horas e 40 minutos, em média, utilizando aplicativos (também conhecidos como apps) em 2019. O índice é 35% maior do que em 2017. As informações são do principal relatório sobre o tema no mundo, da consultoria App Annie. A edição de 2020 foi divulgada nesta quarta-feira, 15. O Brasil ficou na terceira colocação no ranking dos países em termos de tempo gasto em apps, levemente acima da média, com 3 horas e 45 minutos. O país foi superado pela China, onde as pessoas mexem com esses programas durante quase 4 horas, e a Indonésia, onde o tempo diário chegou a 4 horas e 40 minutos. Em seguida, vêm a Coreia do Sul (3h40) e Índia (3h30). Leia mais .: Como encontrar um tempo para o descanso digital? .: Você tem coragem de desligar? Na comparação entre 2019 e 2017, a China obteve a maior ampliação (60%), seguida pela Índia, o Canadá e a