Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 7, 2016

Breve história de um coração

Era uma vez um rapaz que pegou seu coração e arremessou-o contra o chão. O impacto o reduziu a pedaços; muitos pedaços. O que fez com eles? Reservou um pedaço para o prazer. Outro para a riqueza. Outro para o poder. Outros e outros ainda para tantas e tantas vaidades e ilusões da vida. Olhando para o chão, notou que haviam sobrado pequenos fragmentos. Recolheu aqueles restos, colocou-os na palma da mão e os ergueu solenemente para o céu, dizendo: “Meu Deus, tudo isto eu vos ofereço!” E se você acaso estiver julgando o jovem por ter dado a Deus somente os últimos restos dos cacos de seu coração, talvez seja o caso de se perguntar quantos cacos do seu próprio pertencem de fato a Ele. _______________ A partir do Boletim do Padre Pelágio, via blog Almas Castelos

Síria: Jovem cristão conta o que é viver sob a crueldade do Estado Islâmico

(ACI).- Rezar pelos cristãos que não abandonam Raqqa porque não querem que o cristianismo desapareça, é o pedido de John, um jovem cristão que durante mais de um ano viveu sob o domínio do Estado Islâmico (ISIS) nesta cidade da Síria e que em várias ocasiões teve medo ser assassinado. “A única coisa que pode ajudar as pessoas de Raqqa é que o ISIS abandone a cidade. Vocês também poderiam rezar por uma solução para aqueles que querem sair, mas não querem perder tudo o que têm”, expressou este jovem de 20 anos. “Rezem pelas duas ou três famílias cristãs que disseram que se converteram ao islã desde que o ISIS chegou. Rezem por aqueles que querem permanecer na cidade, porque não querem que Raqqa permaneça sem cristãos”, exortou. O relato de John – nome fictício por razões de segurança– foi difundido no último dia 29 de junho pela organização internacional Open Doors por ocasião do segundo ano da autoproclamação do califado, ocorrida em 2014, logo depois que o ISIS invadiu a cidade iraqui…

Livro destaca importância da Educação Moral e Religiosa Católica na formação integral dos alunos

Obra é da autoria do padre Jacinto Bento e tem prefácio do bispo de Angra, D. João LavradorAngra do Heroísmo, Açores, 07 jul 2016 (Ecclesia) – O padre Jacinto Bento, diretor do Serviço Diocesana da Mobilidade Humana da Diocese de Angra, vai lançar no dia 14 de julho um livro sobre “o contributo da Educação Moral e Religiosa Católica na formação integral dos alunos”. Em entrevista ao portal informativo “Igreja Açores”, o autor explica que a obra saiu de uma reflexão dedicada à “formação integral da pessoa”, feita no final da sua licenciatura. “Aquela formação que visa o homem completo, tendo sempre em conta a educação para os valores e não apenas para o mercado do trabalho”, aponta o sacerdote. Com prefácio assinado pelo bispo de Angra, D. João Lavrador, o projeto tem por base os 20 anos de experiência do padre Jacinto Bento, como professor de EMRC. O autor “procura enquadrá-lo na legislação vigent e orientá-lo para uma perspetiva educativa atual, segundo a qual se deve atender a toda…

A fina arte da religião

O declínio na alfabetização religiosa gera algumas consequências surpreendentes, não apenas espirituais, mas também no âmbito cultural
Durante anos, os estudiosos das religiões têm lamentado o declínio da alfabetização bíblica na sociedade. Um estudo mostrou que um em cada quatro cristãos não tinha lido a Bíblia em um ano. E uma em cada cinco pessoas que frequentam cursos de igreja disseram que não leem a Bíblia. Claro que, para o clero e os biblistas, a preocupação está ligada à ideia de que o analfabetismo bíblico poderia levar a um declínio moral e espiritual. Mas há outra perda – a perda que afeta a população em geral, você lendo a bíblia ou não, professando ser cristão ou não. Como David Neff, antigo editor-chefe da Christianity Today, diz, “o analfabetismo bíblico é uma forma de analfabetismo cultural”. De fato. A Bíblia está tão entrelaçada com história e a arte que parece inevitável que uma forma de analfabetismo possa levar à outra. “Claro, isso atrapalha alunos do ensino médi…

Estrela de "A Rainha do Sul", Alice Braga se destaca em trama cheia de ação

Beatriz Amendola Do UOL, em São Paulo
Ampliar

Uber poderá ser pago também em dinheiro

A medida começa a valer a partir das 14h da próxima segunda, 11. Em teste, inicialmente, opção estará habilitada apenas para alguns usuários, mas deve ser ampliada em breve
Além do cartão de crédito, as corridas pelo aplicativo Uber em Fortaleza poderão ser pagas também em dinheiro. A nova modalidade de pagamento estará disponível a partir das 14h de segunda-feira, dia 11. Ainda em fase experimental e apenas para alguns usuários escolhidos aleatoriamente, a mudança vai valer só nas cidades de Fortaleza, Recife e Salvador. Nas próximas semanas, deve ser ampliado para todos os usuários nessas praças. A gerente de comunicação da Uber no Brasil, Letícia Mazon, afirma que a mudança atende a uma demanda específica da região Nordeste, tanto de usuários, parceiros e dos órgãos de defesa do consumidor. Ela explica que, em Fortaleza, este foi, inclusive, um dos questionamentos feitos pelo Procon e pelo Ministério Público durante audiência pública realizada no mês passado na sede da Ordem dos Adv…

Após bater em colega na escola, filho é incentivado pela mãe a pedir desculpa com um vaso de flores

"Estou tentando que ele nunca precise se desculpar quando adulto por algum tipo de agressão", disse a mãe
Tata Carvalho, uma mãe de Porto Alegre, adotou uma medida educativa com seu filho que viralizou nas redes sociais. Ela compartilhou na sua página no Facebook a foto do filho com um vaso de flores e a frase “Depois de muita conversa, castigo ontem, hoje foi o dia de levar flores para a coleguinha que ele empurrou ontem na escola”. Com a repercussão da postagem, Tata explicou que ao saber que a criança de 4 anos havia empurrado uma coleguinha na escola, achou importante não apenas conversar e colocá-lo de castigo, mas também incentivar o pedido de desculpa para que isso não venha a acontecer futuramente. "Ele não é homem que bate na esposa e leva flores no outro dia, ele é uma criança que recém completou seus 4 anos, aprendendo que não se deve nunca bater em ninguém, muito menos em uma menina! Estou tentando que ele nunca precise se desculpar quando adulto por algum t…

Criminosos se passam por visitantes e roubam 20 peças do Museu de Arte Sacra de Santos

Três homens armados renderam funcionários e roubaram pelo menos 20 peças do acervo do Museu de Arte Sacra de Santos, no litoral paulista, na manhã do último domingo, 3. Dentre os itens saqueados, estão quadros, esculturas, crucifixos, livros e equipamentos do sistema de segurança, além de imagens raras do período colonial brasileiro. Os ladrões usaram plástico bolha para envolver as peças antes de retirá-las do local. A ação durou cerca de 45 minutos, segundo a polícia. A equipe responsável disse, em entrevista ao Estadão, que é difícil estimar o prejuízo causado pelo roubo. O museu será reaberto na próxima segunda-feira,11, durante a festa de São Bento, padroeiro da instituição. Esta foi a segunda vez que o equipamento perdeu parte do acervo. Outro roubo aconteceu há 20 anos, quando apenas três objetos foram recuperados. O museu não tem seguranças, o que pode ter facilitado a ação dos criminosos. Não há pistas sobre o paradeiro das peças e nem dos suspeitos. O Sistema Estadual de Mu…

A LITERAÇÃO: Todas as possibilidades de uma escrita criativa

A  escritora Socorro Acioli estará hoje, 7, no Bosque Moreira Campos, para conversa aberta com estudantes, professores e interessados em literatura e escrita criativa. A atividade é promovida pelo coletivo A Literação, grupo de alunos da Universidade Federal do Ceará (UFC) que une ações culturais e acadêmicas. Intitulado O Escritor na Universidade, o evento nasceu no curso de Letras e já recebeu Tércia Montenegro, Raymundo Netto e Raisa Cristina. Na programação, os integrantes do coletivo mediam a conversa entre autor convidado e público. “O curso de Letras é um espaço de formação de professores, teóricos, críticos e também de escritores. Muitas vezes uma frase que se escuta no período de faculdade vira uma certeza a nortear toda a vida profissional”, diz Socorro. O bate-papo começa às 19h30min e segue até às 21 horas. Haverá momento para perguntas diretas da plateia.
Socorro é jornalista, mestre e doutora em Literatura e escritora. Em 2013, foi agraciada com o Prêmio Jabuti pelo livr…

LEI ROUANET: Comissão analisa projetos culturais

A Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) está reunida em Brasília para analisar cerca de 300 projetos, que solicitam autorização do Ministério da Cultura (MinC) para captar recursos por meio do mecanismo de incentivo fiscal da lei 8.313/91 (Lei Rouanet). O trabalho começou na terça-feira, 5, e segue até hoje, 7. Criada em 1991, a Lei de Incentivo à Cultura, mais conhecida como Lei Rouanet, concede incentivos fiscais a projetos e ações culturais. Por meio dela, cidadãos (pessoa física) e empresas (pessoa jurídica) podem aplicar nestes fins parte do Imposto de Renda devido. Atualmente, mais de 3 mil projetos são apoiados a cada ano por meio da lei. A reunião da CNIN é presidida pelo secretário de Fomento e Incentivo à Cultura, José Paulo Martins e nesta quinta-feira, será transmitida ao vivo pelo site e redes sociais do MinC, com o propósito de garantir a transparência das discussões. Os projetos aprovados por meio da Lei Rouanet podem ser acompanhados pelo sistema SalicNet, que …

Uruguai tem primeira escola pública sustentável

Escola foi construída a partir de pneus cheios de areia, latas e garrafas e cimento.


Crianças têm uma hora de aula de horta e colhem frutas e legumes que elas mesmas cultivam. Foto (Unaescuelasustentable.uy) Dizem que as crianças são como esponjas na hora de absorver conhecimento, e em um mundo que luta contra as mudanças climáticas, aprender a cuidar do meio ambiente é fundamental. Essa é a proposta da primeira escola pública sustentável da América Latina, construída no Uruguai. A temperatura exterior é de 7,5 graus Celsius, em uma manhã de inverno e céu nublado sobre a localidade de Jaureguiberry, 85 km ao leste de Montevidéu. Dentro da escola 294, porém, a temperatura chega a quase 20ºC. Não há aquecedor elétrico ou ar condicionado para combater o duro inverno e o verão caloroso. A escola não está conectada à rede elétrica nem a tubulações de água. Apesar da escola se destacar pela sua arquitetura peculiar, a estrutura do local, pensada para que nenhum resíduo seja descartado no seu…