Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 16, 2020

Festival Literário Quindim On-line começa este mês

Realizado pelo Clube Quindim, evento irá discutir temas relevantes da literatura infantil e receberá nomes como Eva Furnari, Orlando Pedroso, Blandina Franco, Marina Colasanti, Daniel Munduruku e Cristino Wapichana. O Clube de Leitura Quindim, serviço de assinatura de livros infantis, começa a partir deste mês o Festival Literário Quindim On-line, uma série de mesas para discutir temas relevantes e atuais da literatura infantil. O ciclo de julho será o primeiro de seis que acontecerão mensalmente até o final do ano. O objetivo é compartilhar conhecimento, discutir literatura infantil e apontar novas perspectivas, adequando-se ao formato digital, para que festivais literários ganhem força neste período em que os encontros presenciais não podem ocorrer. Quem abre o ciclo deste mês é Eva Furnari, Orlando Pedroso e Blandina Franco, no dia 23, com a mesa O humor que analisa o mundo na literatura infantil. No dia 30, Marina Colasanti, Rosana Rios e Kátia Canton participam da mesa A potênci…

As origens do "?!"

Gustavo Martins de Almeida ficou curioso e foi atrás dos porquês de os pontos de ? e de ! indicarem interrogação e exclamação respectivamente! Por que? A idade parece aguçar a curiosidade (do latim curiositas, segundo o dicionário Gaffiot, desejo de informação, sede de conhecimento), e subitamente os assuntos aparentemente banais suscitam e instigam o desejo de conhecer a sua essência. Um dia me pergunto quais os motivos do símbolo “!” significar exclamação, e o “?”, interrogação. O que teria levado, na simbologia e na ortografia, a se considerar que esses sinais transmitiriam esses sentimentos, sensações ou impressões a respeito do texto escrito. A resposta foi mais simples do que parecia. Primeiramente, a exclamação; em inglês, exclamation mark, em francês, point d'exclamation! Como diz Liselotte Pasques, uma guinada para uma entonação exclamativa na frase. As pesquisas feitas apontam para a existência de uma palavra em latim, significativa de alegria, entusiasmo; “io” (cri de …

Missionária da literatura

Suzana Vargas, fundadora do Instituto Estação das Letras – que está completando 25 anos – está no PublishNews Entrevista desta semana Na década de 1990, a gaúcha Suzana Vargas teve uma ideia: criar, no Rio de Janeiro, uma série chamada Rodas de Leitura, em torno das quais, alunos e grupos de leitura e de literatura pudessem se reunir e formar uma comunidade leitora. Daí nasceu, há 25 anos, a Estação das Letras. Nesses anos, a figura de Suzana – que é também poeta e se aposentou como funcionária da Biblioteca Nacional – se consolidou como uma missionária da literatura. E a sua trajetória a trouxe para a edição desta semana do PublishNews Entrevista, programa que busca formar um arquivo da memória editorial brasileira.  Na conversa com André Argolo, ela resgatou memórias da infância no Rio Grande do Sul. Lembrou quando leu, ainda muito menina, Os homens ocos, poema de T.S. Eliot, por exemplo. “A coisa mais maravilhosa que encontrei na minha vida foi a literatura”, disse.  Falou da sua …