Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 5, 2019

Moreira Campos, que faria 105 anos neste domingo (6), segue influenciando gerações de escritores

Escritor e professor cearense é um vulto incontornável para as letras do Ceará. Léo Prudêncio e Tércia Montenegro comentam relevância da obra que deixou Moreira Campos, em um registro de 1993: vida dedicada às letras Foto: Tuno Vieira Poderia ser tudo dito no pretérito. Mas Léo Prudêncio faz questão de conjugar no tempo presente os verbos em que faz menção ao escritor e professor  Moreira Campos . "Para mim, ele não morreu, mas continua entre nós, sobrevive na sua escrita e sempre sobreviverá", situa o poeta, natural de São Paulo e com forte apego ao município de Sobral, no Ceará, lar-sede de troca de amizades e intensas experiências com as palavras. O afeto à terra de cá é motivo maior porque considera um dos maiores autores do País aquele apontado como o pai do conto cearense. O feito, inclusive, ganha novos ares principalmente devido ao cuidadoso e sempre apaixonado tratamento dado às  geografias naturais e humanas  pelo homenageado desta edição do Verso,

Sancionada lei que permite falta escolar por motivo religioso

Por Estadão Conteúdo, A lei beneficia todas as crenças religiosas; o texto estabelece que para garantir o direito é necessário que o aluno avise a escola previamente O presidente  Jair Bolsonaro  (PSL) sancionou lei que permite alternativas para estudantes que deixam de comparecer a  aulas ou provas por motivos religiosos . A determinação não será aplicada em instituições de  ensino militares . As escolas, públicas e particulares, terão um prazo de  dois anos para se adequar  à medida. A lei, publicada na edição desta sexta-feira (4), do Diário Oficial da União, entra em vigor em um prazo de 60 dias. A lei  beneficia todas as crenças religiosas . A proposta vale, por exemplo, para fieis das religiões sabatistas, que guardam o período do por-do-sol da sexta-feira até o do sábado para se dedicar ao contato com o sagrado, como adventistas do sétimo dia e batistas do sétimo dia. O texto estabelece que para garantir o direito é necessário que o  aluno avise a escola previame

Museu Auschwitz-Birkenau registra recorde de visitantes em 2018

Cerca de 80% dos visitantes estiveram acompanhados por um dos 320 guias educadores do museu. Exposição de David Olere, durante a inauguração do museu memorial de Auschwitz-Birkenau em Oswiecim, na Polônia, em 30 de outubro de 2018 (AFP/Arquivos) Um recorde de 2,152 bilhões de pessoas visitou no ano passado o antigo campo de extermínio nazista de Auschwitz-Birkenau, na Polônia, o que significa 50 mil pessoas a mais do que em 2017, que já havia sido um recorde - anunciou o museu em seu site nesta sexta (4). Cerca de 80% dos visitantes estiveram acompanhados por um dos 320 guias educadores do museu. Pelo menos 405.000 poloneses visitaram o local em 2018, seguidos de 281.000 britânicos, 136.000 americanos, 116.000 italianos, 95.000 espanhóis, 76.000 alemães, 69.000 franceses e 65.000 israelenses. A página www.auschwitz.org recebeu mais de 27 milhões de visitas on-line, e 275.000 pessoas seguem a conta oficial do museu no Twitter, e 265.000, no Facebook. Durante a Segunda Guer

Outra vez Ano-Novo

Por Paulo Eduardo Mendes - Jornalista Neste canto de página, há sempre espaço para registrar o novo. Outra vez o Ano-Novo sendo o principal argumento da boa novidade que surge com o passar ou virar da “folhinha”. O calendário toma fôlego e vai governar nossos dias.  Outra vez Ano-Novo! Agora vamos pensar o novo de forma dinâmica. Querer a realização de mil planos que fazemos. Sustentar a certeza de encontrar a felicidade que é apanágio de todos nós. Outra vez o Ano-Novo! Sistemática reprodução dos sonhos de ontem. Valorização das ideias que se acomodaram entre nossas ânsias por emoções realmente vestidas a caráter para encontrar a felicidade. Outra vez Ano-Novo e a sucessão de registros da empolgação, na certeza de encontrar rumos adequados da alegria que anda escassa. O calendário mágico de todos os anos surge repleto de cores e suas interpretações para um viver feliz. Estamos vivenciando “outra vez o Ano-Novo” e nada vem viciado ou carcomido pela erosão do tempo. S

TUDO SOB CONTROLE

Ano novo. Vida nova. Para alguns. Ataques a ônibus, delegacias de polícia, viadutos, agências bancárias, fotossensores, postos de gasolina. Pessoas feridas. Medo. Torpor. Assim tem sido o Estado do Ceará sob o jugo de facções criminosas, cuja existência é negada pelas autoridades.   Se compreendemos que algo não existe, não há porque combater. Se entendemos que um problema não existe, não há porque adotar qualquer medida no sentido de resolvê-lo.   Pelo jeito, a despeito da ocorrência de idêntica situação em ocasiões anteriores, o Estado do Ceará continua negando a existência de facções criminosas. Imaginemos então se essas facções realmente existissem. O estrago seria bem maior. Entra ano e sai ano, a ladainha é sempre a mesma: não existem facções criminosas no Ceará; serão instaladores bloqueadores de celulares dos presídios; os líderes das facções (que não existem) serão transferidos de presídios; os estabelecimentos penitenciários não serão divididos por facçõe