Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 23, 2014

UMA NOVA CANAÃ

Há mais de vinte anos escrevi um texto com essa temática, que ainda hoje nos parece bastante atual, haja vista que pouca coisa mudou no cenário nordestino. Senão vejamos, o Brasil é um país de dimensões continentais, dividido em cinco regiões bem distintas pelos seus traços físicos, humanos, econômicos e sociais, é natural que se observe um certo desequilíbrio entre as mesmas. Ao longo do tempo esse desequilíbrio regional tem crescido de forma abismal, principalmente entre o Nordeste e o Sul-Sudeste. Com o primeiro ficando cada vez mais pobre e os últimos cada vez mais ricos e opulentos, pela ação discriminadora do Poder Central. A situação do Nordeste chega a ser desesperadora. O analfabetismo, a fome, o desemprego, a violência, a mortalidade infantil, a corrupção, os fenômenos climáticos e a omissão dos Governos Estaduais e Federal são verdadeiros carrascos dessa região. Como reverter esse quadro que nos parece crônico? É o que denominamos àquela época de: