Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 27, 2020

O Brasil de antigamente

Temporal lança box com três obras de autoria do dramaturgo Sérgio de Carvalho, em colaboração com o grupo teatral Companhia do Latão O box  Três peças da Companhia do Latão (Temporal, 552 pp, R$ 145) contém em edição inédita as peças:  Os que ficam ,  O pão e a pedra  e  Lugar nenhum . As obras são de autoria do dramaturgo Sérgio de Carvalho, em colaboração com o grupo teatral Companhia do Latão, e lançam olhar sobre o Brasil das décadas de 1960, 1970 e 1980, a partir de perspectivas, personagens e episódios distintos. As três edições aqui apresentadas reúnem textos de Apresentação às peças, por Sérgio de Carvalho. Além de notas sobre o processo de montagem, de autoria de Julián Boal ( Os que ficam ), Helena Albergaria ( Lugar nenhum ) e Maria Lívia Goes ( O pão e a pedra ), na seção “Anexos”, o leitor encontra ficha técnica de estreia de cada uma das produções, Partituras das canções compostas para trilha sonora e Sugestões de estudo sobre a Companhia do Latão e os diversos tem

A língua que nos separa

Encontro virtual do Sempre um Papo desta segunda recebe Paulo Ferreira e Tito Couto, da Book Company para falar sobre a disseminação da literatura O Sempre um Papo realiza nesta segunda (27), às 18h, mais uma edição do #SempreUmPapoEmCasa, sua série de encontros virtuais. Com transmissão ao vivo pelo  YouTube  e  Facebook  do projeto, os convidados da vez serão Paulo Ferreira, fundador da The Book Company - empresa com sede em Portugal, que sintetiza toda uma abordagem multidisciplinar ligado ao livro, à edição e à leitura -, e Tito Couto, agente literário e consultor editorial, também diretor na Book Company. Com o tema  A língua que nos separa , a conversa irá abordar a parceria inédita entre a empresa e o Sempre Um Papo, no sentido de compartilhar em tempo real a programação do projeto  Ler Olhos nos Olhos , que visa levar a leitura mais perto dos cidadãos por meio de encontros com escritores. A parceria entre o Sempre Um Papo e o projeto acontece até 16 de dezembro, incluind

Flipoços 2020 apresenta sua versão virtual

Versão presencial do evento literário foi transferido para 2021. No lugar, organização lança nesta quarta (29) o novo formato on-line do evento, marcado para acontecer em novembro. No ano em que completa 15 anos de história, o Festival Literário de Poços de Caldas (Flipoços) que, tradicionalmente, abre o calendário de eventos literários no Brasil, se viu obrigado a adiar por duas vezes a sua edição de 2020, por conta da pandemia. Neste período, lançou uma série de encontros virtuais com grandes nomes da literatura e, agora, prepara o lançamento do  Flipoços – Feira Virtual do Livro , produto novo que irá ocupar a data antes escolhida para a versão presencial do evento: de 11 a 15 de novembro. Em um encontro virtual marcado para esta quarta-feira (29), às 10h, Gisele Ferreira, curadora do evento, explicará o novo formato aos profissionais do livro. Na oportunidade, o mercado editorial e profissionais do setor serão apresentados ao formato inédito do evento e terão todas as informa

Casa das Rosas e Casa Mário de Andrade realizam atividades literárias durante o mês de agosto

A programação dos Museus-Casas Literários terá performance, curso e evento especial dedicado à obra de Haroldo de Campos Casa das Rosas | © André Hoff Os museus Casa das Rosas e Casa Mário de Andrade estão com as inscrições abertas para atividades literárias on-line e gratuitas para o próximo mês. No dia 1º de agosto, das 16h30 às 18h, Pascoal da Conceição encena a performance  Mário de Andrade desce aos infernos . O nome é título de um poema de Carlos Drummond de Andrade escrito em memória ao autor modernista. Na sequência, Conceição recita e interpreta  A Meditação sobre o Tietê , o último poema do autor. A atividade será desenvolvida na plataforma  Google Hangouts Meet . A Casa-museu realiza ainda o curso  Introdução ao Ensaio , ministrado por Julio Mendonça, e que introduzirá as questões que fazem do ensaio um gênero em permanente transformação e resistente a definições. Os encontros serão às quartas-feiras, de 5 a 12 de agosto, das 19h às 21h. As inscrições devem ser feit

Entidades se unem para barrar reoneração do livro

Há um consenso entre as entidades de que a reoneração do livro traria impactos negativos para a indústria Há um consenso entre as entidades que a reoneração do livro traria perdas para o setor | © Alf Ribeiro / Shutterstock Na edição de sexta-feira passada, o PublishNews destacou que a  desoneração de PIS/Cofins do livro está ameaçada  pela proposta de reforma tributária apresentada pelo ministro Paulo Guedes, da Economia, ao Congresso. O que ele propõe é a criação da Contribuição Social sobre Operações com Bens e Serviços (CBS), alíquota de 12% que incidiria sobre a receita bruta apurada com cada uma destas operações e abrangeriam as pessoas jurídicas de direito privado. Se aprovada pelo Congresso, a CBS substituiria PIS, Pasep e Cofins, contribuições das quais o livro está livre desde a promulgação da Lei 10.865, de 2004. A proposta de Guedes elimina regimes de exceções como este vivenciado pelo livro. Na sexta-feira mesmo, as entidades do livro se reuniram para começarem