Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 8, 2018

QUE...EM 2018

Grecianny Carvalho Cordeiro*
Eis que atravessamos mais um ano. 2018 chegou, ainda de soslaio, bem de mansinho. Despontou no horizonte, através de uma chuva de queima de fogos, a chama da esperança. De dias melhores. De um mundo melhor. A virada do ano carrega um valor simbólico inimaginável, por mais resistente ou cético que alguém possa querer parecer ou demonstrar. A transição para um novo ano representa a oportunidade de recomeçar, de fazer diferente, de fazer melhor, de corrigir aquilo que foi feito sem muito esmero, de se dedicar um pouco mais para obter o resultado desejado, de se reinventar, de tentar outra vez, inovando, ousando... E por falar em esperança... Para o novo ano que chega, nunca é demais desejar: Que sejamos melhores, para nós mesmos, nos amando, nos cuidando mais, zelando pela nossa autoestima, focando nossa vida em bons pensamentos, na certeza de que as dádivas virão, especialmente em forma de amigos. Que haja menos violência em nossa cidade, em nosso país, no mundo i…

Três livros para entender a África de hoje

Etiópia, Quênia e a República Democrática do Congo foram notícia internacional nos últimos meses. Em 3 de janeiro as autoridades etíopes anunciaram a libertação dos prisioneiros políticos e o fechamento do centro de detenção de Maekelawi, um dos mais infames do país. Em uma nação célebre pelo autoritarismo e a longevidade de seus governos, os protestos da população se multiplicaram desde o final de 2015, e com eles as prisões, as torturas e as mortes de opositores. Apesar de o compromisso do governo ser vago, a decisão deu esperanças a muitos oposicionistas. Já o Quênia se esforça por encontrar a calma depois do terremoto político das eleições de agosto, as acusações de fraude, a repetição do pleito em outubro, o boicote do principal partido oposicionista e os violentos confrontos civis que se seguiram a tudo isso. Nada leva a pensar que o segundo governo de Uhuru Kenyatta vá ser muito melhor que o primeiro. E na República Democrática do Congo se repete a mesma melodia, com uma letra…

O CARNAVAL DA FORTALEZA ANTIGA

Texto: Aline CondePublicado em 08.01.2018 Entre as décadas de 1940 e 1960, a Capital cearense viu o sucesso das escolas "Prova de Fogo", "Luiz Assunção" e, mais tarde, o "Ispaia Brasa". Os maracatus "Az de Ouro", "Az de Espada" e "Rei de Paus" engrandeceram o Carnaval fortalezense, que contou também com os bailes adultos e infantis em clubes. No Brasil, o Carnaval chegou com os portugueses, tendo influência de várias culturas e com origem na antiguidade, mas conta, principalmente, com elementos da cultura africana. Os negros foram os responsáveis por boa parte da configuração do evento no País. BANDO DO MORROFOTO: ARQUIVO NIREZ Para o pesquisador Sérgio Pires, a herança negra está totalmente vinculada aos formatos da festa no Brasil desde o surgimento até atualmente. “Por exemplo, em Salvador (BA), os [povos] iorubas desembarcaram na Capital da Bahia, eram tribos e clãs inteiros. Isso deu ao Carnaval de Salvador aquela configu…

Novo livro promete desvendar facetas íntimas de Elvis Presley

por Iracema Sales - Repórter A vida do "Rei do Rock", que nascia há 82 anos, em Tupelo, cidade do estado norte-americano de Mississippi, ganha mais uma versão. Dessa vez, pelas lentes do escritor carioca Daniel Frazão, que em texto preciso e descontraído - relembrando a escrita da Geração Beat - mistura literatura e paixão, mas tendo como base fatos reais, para contar a história de vida de um dos mitos da música mundial. Elvis saiu de cena em agosto de 1977, aos 42 anos. Dono de voz ímpar e maneira de interpretar cativante, impressionava pelas roupas extravagantes e requebros à época considerados obscenos, que terminaram lhe rendendo o apelido de "Elvis, the pelvis". > O mito demasiado humano As apresentações dividiam opiniões. Sua dança, ao mesmo tempo em que escandaliza os setores mais conservadores da sociedade americana, funcionava como um convite para que todos caíssem no frenético "Rock'n'Roll". As performances causavam frisson entre as fã…

Ação chama atenção para os cuidados com a Ponte dos Ingleses

Lugar de encontro de jovens, enamorados, músicos de plantão, turistas e moradores não só da Praia de Iracema, mas também – e sobretudo – da periferia de Fortaleza, a Ponte dos Ingleses, na contramão do vento, sol e mar característicos, pede socorro. E não é de hoje. Na manhã do último sábado, 6, uma das respostas ao descaso visível e crescente (tábuas e portas arrancadas, vidros dos quiosques quebrados, falta de pintura...) veio por meio do Recriar Pontes – Mutirão e Ocupação Cultural. A ação independente reuniu jovens e adultos de coletivos e grupos ligados ao hip hop, bem como às áreas da literatura, dança, poesia e teatro, entre outras. “Essa nossa iniciativa vem de uma preocupação com os espaços culturais que a Praia de Iracema está perdendo, principalmente dos anos 2000 pra cá. Perdemos o Peixe Frito, que era um espaço de arte e criação e, agora, tivemos também a notícia de que talvez perderemos o Teatro da Boca Rica”, afirmou o sociólogo cearense Johnson Sales, também à frente …

"Três Anúncios para um Crime" é grande vencedor em Globo de Ouro

O drama sombrio do filme foi o grande vencedor do Globo de Ouro com quatro prêmios na cerimônia deste domingo. Cena do filme "Três Anúncios para um Crime". (Divulgação) Por Jill Serjeant
LOS ANGELES - O drama sombrio "Três Anúncios para um Crime" foi o grande vencedor do Globo de Ouro com quatro prêmios na cerimônia de domingo, em uma noite marcada por piadas contundentes sobre assédio sexual e homenagens emocionantes às vítimas que quebraram o silêncio.
A comédia sobre o relacionamento mãe e filha "Lady Bird - A Hora de Voar" foi eleita o melhor filme de comédia, e a protagonista da produção da A24, Saoirse Ronan, ganhou o prêmio de melhor atriz em filme de comédia.
Gary Oldman foi nomeado melhor ator de filme de drama por seu papel como o líder britânico Winston Churchill em "O Destino de Uma Nação", da Focus Features, e Frances McDormand levou para casa o prêmio de melhor atriz de filme de drama por seu papel como uma mãe furiosa buscando ving…

Tapete vermelho do Globo de Ouro veste preto por vítimas de assédio

As celebridades de Hollywood se vestiram com ternos e vestidos escuros, como forma de chamar atenção para o assédio sexual no mundo. Meryl Streep e Ai-jen Poo, diretora da National Domestic Workers Alliance, chegam à 75° cerimônia do Globo de Ouro. Foto (AFP) A cerimônia de entrega dos Globos de Ouro costuma ter um tapete vermelho marcado por brilho e cor. Mas este ano se tingiu de preto.
As celebridades de Hollywood se vestiram com ternos e vestidos escuros, como forma de chamar atenção para o assédio sexual no mundo do entretenimento, evidenciado com os escândalos em torno do produtor Harvey Weinstein, e seguiu, como um efeito dominó, atingindo muitos outros nomes da indústria.
"NO DOMINGO VESTIMOS PRETO em solidariedade com os homens e as mulheres de todo o mundo que foram silenciados por discriminação, assédio e abuso", destacou no Twitter a organização Time's Up (Acabou o tempo), lançada por centenas de mulheres de destaque em Hollywood para financiar a defesa de ví…

Corpo do Jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na terça-feira

Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil* O corpo do jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na próxima terça-feira (9), no Memorial do Carmo, segundo a Academia Brasileira de Letras (ABL), respeitando o desejo do imortal. Cony morreu ontem (6), aos 91 anos, vítima de falência múltipla dos órgãos após dez dias de internação. Segundo a ABL, como a morte ocorreu em um fim de semana, procedimentos jurídicos e administrativos terão que ser resolvidos nesta segunda-feira (8). Após a cremação, suas cinzas devem ser lançadas em um local que remete a sua infância. Também a pedido do jornalista, seu corpo não foi velado na sede da academia. A amiga e também jornalista Rosa Canha disse que Cony desejava uma cerimônia íntima. "Ele não queria velório, não queria missas nem nenhum tipo de homenagens. Ele pediu muito que fosse uma cerimônia apenas para a família".  Saiba MaisTemer lamenta morte do jornalista Carlos Heitor Cony Carlos Heitor Cony nasceu no Rio em 14 de março de 1926.…

Ano novo e o valor do seu tempo

O tempo é o dom básico que Deus nos dá, sem o qual não há outros dons“Enquanto temos tempo…” (Gl 6,10) O tempo é o dom básico que Deus nos dá, sem o qual não há outros dons. Sim, é no tempo que nos é dado praticar o bem, trabalhar, lutar, e ter méritos diante de Deus. O tempo pode parecer sem sabor e sem valor para quem o vive no dia-a-dia, há mesmo quem procure “matar” o tempo em vazios passatempos. E muito rica é a conceituação de tempo que a Escritura Sagrada nos oferece. Ela o apresenta a nós como uma caminhada de peregrinos que “deixam o relativo em busca da pátria definitiva’ (1Pd 1,7; Hb 11,13-16; 1Cor 5,8s). É uma semeadura, cuja colheita ocorrerá no além, de modo que “quem semeia pouco, colherá pouco, e quem semeia muito, colherá muito” (Gl 6,7s; 2Cor 9,6). Cada segundo do nosso tempo tem seu eco na vida definitiva, é no tempo que construímos nossa eternidade. O tempo é breve e fugidio (2Cor 7,1), passa e não volta, de modo que é preciso aproveitar o HOJE de Deus: “enquanto …