Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 25, 2018

O ESPLENDOR DO CARMELO

Padre Geovane Saraiva*
A Festa de Nossa Senhora do Carmo, celebrada no dia 16 de julho, elevou minha mente e meu coração, numa oração contemplativa, no desejo de caminhar rumo ao monte, aquele que ultrapassa todos os montes: Nosso Senhor Jesus Cristo. Lembrei-me de Elias, que não percebeu a presença de Deus, nem no furacão que quebrava os rochedos, nem no terremoto e nem tampouco no fogo, mas na voz calma e suave brisa (cf. 1Rs 19, 11-12), sem esquecer do profeta Eliseu, grande profeta em Israel, sucessor de Elias, também seu assistente, tendo visto seu guru ser arrebatado ao céu. O Livro Sagrado atesta inúmeros milagres por suas mãos, ao longo de sua vida de profeta.
O chamado de Eliseu, um humilde agricultor, deu-se quando ele trabalhava no campo, interceptado por Elias, que o chamou para ser seu sucessor. Eliseu foi para casa, avisou a seus pais e convidou o povo para uma refeição especial. Despediu-se daquela sua gente, no pronto seguimento aos apelos de Deus, auxiliando e assistin…

ROSAS E ESPINHOS SECARÃO

Maria Silonilde Mesquita*
Vivemos num mundo de muitos acontecimentos e mudanças velozes, assim sendo, não podemos parar no tempo esperando que algo bom nos aconteça! Mexa-se, busque ser útil à vida, as pessoas. Então perceberá o quanto isto é plausível e positivo.
Não espere que alguém lhe convide para fazer o bem, inicie, dê o primeiro passo e então verá o quanto o mundo necessita de sua ajuda. Se prepare também para os espinhos, estes lhe ferirão, mas resista e continue seu trabalho em silêncio e adubando com sabedoria e amor e com o tempo você verá que os espinhos já não furam mais, pois secaram, porque não foram alimentados com o veneno da amargura.
O exercício diário para a bondade, neutraliza o veneno das línguas, então você verá que os espinhos morreram. Temos que ser resistentes com o exercício do bem pois muitos não suportam pessoas determinadas para o serviço do amor.
O julgamento e a perseguição é grande sobre quem faz o bem, quem alegra vidas! Saiba que toda árvore que dá…

Cruel certeza

Carlos Delano Rebouças*

Conforme a pirâmide de Maslow, as necessidades fisiológicas figuram no seu ponto mais alto, como aquelas de maior interesse humano, vitais para a sobrevivência. Contudo, apenas reúnem alguns insignificantes detalhes, denominados de fome e sede, quem sabe, que as separam daquelas hierarquicamente abaixo, não menos importantes para certos terráqueos, mas que o homem pode esperar quanto à ordem natural de suas necessidades.

Um abraço, um firme aperto de mão e um sorriso fugaz parecem tão pouco e simples de se receber, já que há tantos de corações carentes que se deixam enganar pelo dom da oratória, que com a retórica, faz acreditar que se tem toda uma consideração, mesmo com prazo de validade. 
Não faltam lenços descartáveis, álcool gel e barreiras humanas intransponíveis para evitar o eleitor depois das eleições, esse mesmo de tantas e variadas definições, por sinal, as mais depreciativas possíveis, mas esperadas por quem apenas quer o que deles buscam como a ún…