Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 8, 2018

O direito à voz de Carolina, um marco da literatura negra no Brasil

por Edma de Góis* - Especial para o Caderno 3 Raffaella Fernandez: duas décadas dedicada ao estudo da escritora mineira Carolina Maria de Jesus. Esperança de ver inéditos da autora publicados A notícia da candidatura da escritora Conceição Evaristo à cadeira nº 7 da Academia Brasileira de Letras (ABL), antes ocupada pelo cineasta Nelson Pereira dos Santos, criou um clima de expectativas sem precedentes para o cenário literário brasileiro. Se aceita, será a primeira vez que uma escritora negra adentrará a instituição, vista por muitos como um reduto majoritariamente de homens brancos e nem sempre atenta aos valores literários das biografias dos seus imortais. Para além do trabalho literário individual, a candidatura de Conceição Evaristo carrega consigo uma série de questões históricas, além de muita simbologia em torno do passo para se tornar imortal. Basta citarmos a mais óbvia das razões para isso: a dificuldade de escritoras negras serem reconhecidas como autoras, publicadas e conse…

Com Caio Blat, "Grande Sertão: Veredas" tem duas apresentações no Theatro José de Alencar

Após o cancelamento das sessões de “Grande Sertão: Veredas” que estavam marcadas para os dias 26 e 27 de maio, o espetáculo será apresentado neste domingo, 12, em duas apresentações no Theatro José de Alencar. A peça sobe ao palco às 16 e às 20 horas, com ingressos disponíveis nos valores que variam de R$ 40 (torrinha/meia) a R$ 120 (palco/valor único).
A adaptação da clássica obra de João Guimarães Rosa é feita pela diretora teatral Bia Lessa, que leva o público para dentro da narrativa, misturando teatro, artes plásticas e cinema. Durante 2 horas e 20 minutos é encenado a epopéia do jagunço Riobaldo, interpretado por Caio Blat, que atravessa o deserto para enfrentar Hermógenes, encenado por José Maria Rodrigues. O protagonista ainda fará um pacto com o diabo durante a sua saga e descobrirá o amor por Diadorim, que ganha corpo com Luíza Lemmertz. Além do espetáculo teatral, “Grande Sertão: Veredas” traz uma grande estrutura que será instalada no saguão do Theatro José de Alencar e re…

Festa Literária do Cariri, iniciada ontem e com programação até o dia 10, reúne escritores, artistas visuais e músicos

Muro de lamentações? A indagação pairou no ar durante debate na então I Feira do Livro de Fortaleza - I Febralivro -, em 1994. Na mesa, escritores, jornalistas e editores em um ainda pequeno evento com poucos expositores, mas tendo Jorge Amado como homenageado e um público expressivo. Discutiam-se questões sobre direitos autorais, falta de leitores e bibliotecas, exploração das editoras, preço abusivo dos livros, ausência de políticas públicas entre outros problemas. Muita saúva, pouca saúde, os males do Brasil são. Ao final, o crítico literário José Castelo achou que o momento era de por fim a tantas lamentações e traçar novas diretrizes para avançar em antigas questões, mas nunca resolvidas. A Feira do Livro evoluiu para a Bienal Internacional do Livro do Ceará. Outras capitais ou já tinham ou instalaram também suas festas literárias. Com tantas feiras, festas e bienais, infelizmente, o panorama ainda não é dos melhores, mas mudou muito desde 1994. Pesquisas ainda mostram que ainda…

Para especialistas, pais devem acompanhar uso da internet por crianças

Os pais precisam se aproximar dos filhos para evitar o uso problemático de computadores, jogos eletrônicos e celulares, defendem as especialistas que participaram hoje (7) do Workshop Impactos da Exposição de Crianças e Adolescentes na Internet. O evento foi promovido pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) e pelo Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br).  “A gente não escuta os nossos filhos, não dá importância para as necessidades deles”, enfatizou a gerente da assessoria jurídica do Nic.br, Kelli Angelini. Ela citou dados levantados pela entidade que mostram que grande parte dos adolescentes de 11 a 17 anos estão expostos a conteúdos impróprios na rede. “Será que os pais estão atentos a isso? Será que os pais sabem que 27% das meninas que responderam a pesquisa já tiveram acesso a conteúdos que estão relacionados a formas de ficar mais magro?”, exemplificou. Usos problemáticos O mau uso das tecnologias ou o abuso de celulares e jogos eletrônicos pode levar …

Senado aprova projeto que pune importunação e agrava crimes sexuais

O plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (7) a proposta que aumenta a pena para o estupro coletivo. O texto também torna crime a importunação sexual, a chamada vingança pornográfica e a divulgação de cenas de estupro. O projeto altera trechos do Código Penal e segue para a sanção presidencial. O texto aprovado é um substitutivo da Câmara dos Deputados a um projeto de lei proposto pela senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM). Como foi modificado na Câmara, senadores precisaram reanalisar a proposta. Com a tipificação dos crimes de divulgação de cena de estupro e de importunação sexual, as penas poderão variar de 1 a 5 anos de prisão.  No relatório, o senador Humberto Costa (PT-PE) cita episódios ocorridos no transporte público pelo país em que homens ejacularam em mulheres e o comportamento de outros criminosos que se aproveitam da aglomeração de pessoas no interior de ônibus e metrôs “para esfregar seus órgãos sexuais nas vítimas”. Atualmente, esse comportamento é classificado d…