Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 5, 2019

Ceará é homenageado por escolas de samba na Sapucaí

Entre os destaques nos enredos das agremiações estão Rachel de Queiroz, José de Alencar, Bode Ioiô, Dragão do Mar e os índios Cariri. O Estado do Ceará foi uma das principais atrações em três desfiles consecutivos na 1ª noite do Grupo Especial de Escolas de Samba do Rio de Janeiro, na madrugada desta terça-feira (5). União da Ilha do Governador, Paraíso do Tuiuti e Estação Primeira de Mangueira  elegeram personagens e histórias do Ceará para apresentar ao sambódromo carioca.  Alguns dos principais destaques nos enredos dessas agremiações são os escritores   Rachel de Queiroz   e   José de Alencar , o personagem   Bode Ioiô , o líder jangadeiro da abolição   Dragão do Mar   e os   índios Cariri . União da Ilha do Governador A primeira escola da noite a homenagear o Ceará foi a Escola de Samba União da Ilha do Governador, quarta a passar pela avenida. O desfile começou por volta de 1h23min desta terça-feira (5). A Comissão de Frente da Escola homenageou Padre

Homens e mulheres fantasiados participam de desfile de Carnaval nos anos 1920 

Em entrevista ao G1, o professor universitário paraibano relembrou de sua infância em Pedra Lavrada e comentou sobre seu passado na União Soviética. Por André Resende, G1 PB — João Pessoa   Paulo Bezerra, paraibano de Pedra Lavrada, é o principal tradutor brasileiro dos clássicos da literatura russa — Foto: Rizemberg Felipe/Jornal da Paraíba/Arquivo   O semiárido da Paraíba nada tem de São Petersburgo. Mas assim como a fria cidade russa, implica uma condição de vida peculiar aos seus habitantes por seu clima extremo. Na aridez, no solo seco da caatinga e no povo essencialmente camponês, Pedra Lavrada, cidade a 230 km de João Pessoa, é o típico cenário em que a necessidade da sobrevivência humana caberia uma adaptação de Crime e Castigo com um clima tropical. Se não foi palco para o surgimento de Raskolnikov, Pedra Lavrada ficou conhecida como a terra em que nasceu e cresceu o responsável por popularizar o personagem no Brasil: Paulo Bezerra, para