Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 18, 2013

Discurso de posse novos acadêmicos

Discurso de saudação de posse de novos membros da AMLEF, Acadêmicos Mônica Tassigny, Gonzaga Mota e Evandro Bezerra Digníssimos membros da mesa diretora dos trabalhos desta solenidade, aos quais saúdo na figura do Presidente da Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza, imortal e amigo Seridião Correia Montenegro. Saudamos a todos os presentes, autoridades, acadêmicos, familiares, amigos e convidados. Agradecemos a todos e a todas que aqui representam a sociedade. Faço eco às palavras do escritor José Augusto Bezerra quando diz que “A sociedade é a razão de ser de uma Academia e vocês emolduram glamorosamente esta solenidade, com as expressões dos seus rostos e a dignidade das suas figuras.” A Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza se engalana, nesta noite de abril, para receber seus três novos membros: Mônica Mota Tassigny, Luiz de Gonzaga Fonseca Mota, e Evandro Bezerra. Coube-me, por incumbência do Presidente Seridião Correia Montenegro, a honrosa missão …

mulher inteligente

Mulher inteligente Mulher inteligente não usa o corpo, usa a mente. Não precisa de roupas curtas, falar alto, ficar bêbada e dançar até cair. Procura resolver problema e dizer como está se sentido através do diálogo e não age por vingança. É capaz de mantém sua dignidade independente da circunstância, tem boa autoestima e mantém o controle dos estressores que lhe causem sofrimentos. Renuncia a qualquer tipo de reação negativa que venha piorar a situação. Sabe que o amor que sente por si e o outro é verdadeiro. Não se desrespeita, quando se sente que está sendo traída, não abre mão de si e nem de seus princípios para prender alguém. Sabe que sua beleza é apenas reflexo de todo seu conteúdo e de todo o seu eu. Sabe a diferença entre ser vulgar e ser sexual. Sabe o que falar. Sabe deixar saudades e sua presença seja notada, não porque seu corpo está a mostra, mas porque tem presença, é decidida e sabe o que quer e o que merece. adaptação Assis almeida