Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 5, 2014

José de Anchieta, patrimônio do povo brasileiro

Padre Geovane Saraiva*
Na dinâmica do Reino de Deus, cujos alicerces Jesus estabeleceu há 2 mil anos, constatamos, ainda hoje, um mundo profundamente conturbado, marcado por sinais de morte e violência de toda natureza. A partir do projeto inexprimível e indizível de Deus Pai, gostaria de apresentar aos queridos leitores uma figura humana, considerada imprescindível, no seu inflamado zelo e amor, querendo “tudo para a maior glória Deus”. Pessoa profundamente marcada pela mística redentora, a ponto de se consumir em vida, indo ao encontro dos indígenas e demais pessoas do tempo por ele vivido, através da catequese, do anúncio e da instrução, por meio do Evangelho. Tê-lo como uma figura exemplar e referencial, pela sua lavra literária, pelo ardor genuíno e garra na missão, a ponto de transformá-lo numa pessoa emblemática e patrimônio do povo brasileiro, em todas as ocasiões e circunstâncias, no decorrer da história é dever de todos nós.

Trata-se do bem-aventurado José de Anchiet…

CF2014: Papa pede a brasileiros exame de consciência e mais solidariedade

Cidade do Vaticano (RV) – A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) abre Quarta-feira de Cinzas, 5 de março, às 14h, a Campanha da Fraternidade de 2014, com o tema “Fraternidade e Tráfico Humano” e o lema “É para a liberdade que Cristo nos libertou”. 
Como todos os anos, o Pontífice adere à Campanha e envia uma mensagem diretamente à Conferência, que a apresenta na solenidade de abertura, em sua sede de Brasília. Abaixo, o texto completo, assim como divulgado pela Secretaria de Estado do Vaticano. Para ouvir, clique acima. 

Queridos brasileiros, Sempre lembrado do coração grande e da acolhida calorosa com que me estenderam os braços na visita de fins de julho passado, peço agora licença para ser companheiro em seu caminho quaresmal, que se inicia no dia 5 de março, falando-lhes da Campanha da Fraternidade que lhes recorda a vitória da Páscoa: «É para a liberdade que Cristo nos libertou» (Gal 5,1). Com a sua Paixão, Morte e Ressurreição, Jesus Cristo libertou a humanidade das a…

O mundo que Francisco persegue

Padre Geovane Saraiva*
“Dar o pão a quem tem fome é um ato de justiça, mas é preciso saciar a fome de dignidade”. Estas palavras faz-nos compreender o mundo perseguido pelo Papa Francisco e para qual direção estamos caminhando, muitas vezes, na nossa insensibilidade e indiferença, aos clamores da criatura humana, com carência de toda natureza, tudo por causa do dinheiro, transformado em ídolo absoluto. Indo nós, na direção contrária de Jesus de Nazaré, enviado com a inenarrável missão de realizar o projeto do Pai, quando denunciou veementemente o culto ao dinheiro, chamando atenção para a importância da solidariedade como algo inexprimível aos olhos da fé, apoiando-se na Boa Nova da Salvação: “Vos não podeis servir a Deus e ao Dinheiro” (MT 6, 24).
O Sucessor de Pedro tem consciência clara da força dominadora dos bens materiais, sobre a criatura humana e sobre a sociedade como um todo, negando aquilo que existe de mais sagrado, segundo a vontade do Criador e Pai, o ser humano, como abs…