Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 21, 2019

EdUECE na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará

A Editora da Uece (EdUECE), dirigida pelo professor Erasmo Ruiz, está presente na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, que acontece no período de 16 a 25 de agosto, no Centro de Eventos do Ceará. Com diversas promoções, a Editora permanecerá no local até o último dia do evento. No estande, o público poderá encontrar obras de conhecimento científico, cultural e didático, produzido por professores e Programas da Uece, e de outras instituições. UECE

Professor recria clássicos da literatura em álbuns de fotos

Quando soube que ensinaria literatura aos estudantes do Ensino Médio da EEEB Prudente de Morais, de Osório, no ano passado, o professor de inglês Carlos Diego Aliardi, 30 anos, encarou como um desafio. Ele sabia que atrair a atenção de jovens hiperconectados para os clássicos do século passado exigiria mais do que apenas seguir as regras de leitura e produção de resumo. Aliardi buscou inspiração na própria graduação, concluída havia uma década.  Como resultado, o professor conquistou o segundo lugar na categoria escola pública do sexto Prêmio RBS de Educação - Para Entender o Mundo. As inscrições para a sétima edição da premiação estão abertas até 12 de setembro. Idealizado pela  Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho  e pelo Grupo RBS, o prêmio destaca projetos de incentivo à leitura desenvolvidos nas escolas públicas e privadas do Estado. Aliardi inscreveu-se na edição do ano passado depois de conseguir mobilizar as turmas com uma proposta incomum. Entre junho e julho de 2018, ele sel…

Com atrações internacionais, Balada Literária Bahia 2019 começa nesta quarta (21)

Evento vai até o domingo (25) com rodas de conversa, lançamentos, saraus e performances artísticas
Grandes pontos que marcaram a história da literatura baiana formam o circuito percorrido pela quinta edição da Balada Literária Bahia 2019. O evento, que começa hoje e segue até domingo, explora a literatura através de uma programação que envolve palestras, mesas, peças de teatro e shows musicais. “Uma balada é assim, as pessoas vão e conversam, se divertem. Nossa ideia é fazer isso com a literatura, colocar num plano menos plástico, da forma mais simples possível, fora do pedestal”, comenta o escritor e poeta Nelson Maca,  que divide a curadoria com o escritor pernambucano Marcelino Freire. A Balada, que é um desdobramento da festa homônima nascida em São Paulo, ainda acontecerá em Teresina,  uma semana após o encontro em solo soteropolitano.   A temática deste ano aborda  a importância e a influência dos mestres  na construção do conhecimento. O escritor e filósofo pernambucano Paulo F…

Na Bienal do Livro, montagem une música e literatura a partir da obra de Ronaldo Correia de Brito

Por Diego Barbosa, 
Parceria entre o escritor e o Grupo Estesia resulta num espetáculo mágico de imersão por letras, paisagens e sonoridades
É da natureza de Ronaldo Correia de Brito o gosto pelo inquietar-se. E se, a priori, o semblante pacato que carrega consigo não transparece a borbulha interna, as muitas atividades reunidas no currículo deixam entrever a pluralidade de suas ações. É médico, dramaturgo e escritor. Entre essas três áreas, faz mais: injeta em cada ato um desejo de mudança, a busca por novidade. O trabalho que vai apresentar com o grupo ativista-musical recifense Estesia, às 19h, nesta quinta-feira (22), dentro da programação da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, no Centro de Eventos, tem esse teor. Trata-se de um espetáculo cuja ideia é criar uma experiência musical e visual única, que provoque o público. Intitulada "Estesia e Ronaldo Correia de Brito: A Cidade e os Livros", a montagem foi planejada especialmente p…

Exposição com fotografias sobre Cuba estreia na casa D’Alva

A mostra reúne 42 imagens dos 12 dias que o fotógrafo Demétrio Jereissati passou em Cuba A exposição “Cuba 60” chega à Casa D’Alva nesta sexta-feira, 23, reunindo 42 fotografias de Demétrio Jereissati. As imagens foram feitas pelo fotógrafo em 2019, ano em que a revolução cubana - e o artista - completa 60 anos. A curadoria é assinada por José Guedes e Celso Oliveira. A natureza, a arquitetura, a dinâmica das ruas já fascinavam o artista, mas os temas ainda não haviam sido abordados nas obras de Demétrio antes de Cuba 60. A exposição é o resultado da experiência do fotógrafo e engenheiro na ilha de Fidel, onde ficou por 12 dias no início deste ano. Cuba 60 (Foto: Demétrio Jereissati )
“Já tinha conhecido Cuba, e desta vez voltei pela dinâmica e riqueza de informações que existem lá. As ruas, a musicalidade, as cores me atraíram de volta e marcaram as fotos que estão na exposição”, relata Demétrio. Cuba 60 (Foto: Demétrio Jereissati )
O nome é uma junção de duas datas que envolvem a con…

Há 30 anos, o Brasil se despedia de Raul Seixas: louco, visionário, roqueiro

Falecido no dia 21 de agosto de 1989, em São Paulo, já são 30 anos sem o excêntrico artista, conhecido pela sua originalidade, que também colocava nas letras de suas músicas “Louco, visionário, roqueiro, cara-de-bandido, legítimo representante da geração beat no Brasil. Raul Seixas morreu de parada cardíaca ontem, em São Paulo”. Esta era a frase que, em 22 de agosto de 1989, anunciava a morte do cantor Raul Seixas em edição do O POVO à época. Falecido no dia 21 de agosto daquele ano, já são 30 anos sem o excêntrico artista, conhecido pela originalidade, que também colocava nas letras de suas músicas. >> O mistério das letras do roqueiro >> Amigo do roqueiro fala sobre os 30 anos sem Raul Seixas Capa do O POVO de 22/08/1989 (Foto: REPRODUÇÃO)
A edição especial do Vida & Arte dedicada à Raulzito (alcunha carinhosa que recebeu no cenário musical) contava a história do multifacetado Raul Santos Seixas. Nascido em Salvador em 1945, a afeição do garoto pela música começou cedo…