Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 2, 2019

CARIRI CANGAÇO: O SERTÃO EM EVIDÊNCIA

Impossível falar de cangaço e não fazer uma associação imediata a Lampião e Maria Bonita, a Corisco e Dadá, ou ao bando comandado pelo Rei do Cangaço, que causava terror no sertão nordestino, no início do século XX. Do mesmo modo, impensável falar em sertão e não fazer uma referência ao beato Antônio Conselheiro, o líder da icônica Canudos; ou imaginar o Cariri sem a influência do Padre Cícero. É movido pelo intuito de estudar e resgatar a história do cangaço que foi criado o Cariri Cangaço, um movimento de caráter turístico, cultural, histórico e científico, a reunir diversos pesquisadores e estudiosos dos mais variados assuntos a ele relacionados: coronelismo, messianismo, misticismo, e que está completando 10 anos de existência, fazendo-se presente em diversas cidades do Ceará, Pernambuco, Paraíba, Alagoas, Sergipe e Bahia. O Cariri Cangaço, ao longo de uma década, realizou conferências, seminários, debates, lançamentos de livros, concursos literários, como forma de

Balanço de pagamentos

Por  Gonzaga Mota - Professor aposentado da UFC Atualmente, neste mundo cada vez mais globalizado, do ponto de vista econômico- financeiro, apresentamos de forma resumida e bastante técnica noções básicas sobre as transações de um país com outros. É importante que se tenha uma ideia preliminar do assunto, mesmo que não seja um estudioso especialista na Ciência Econômica. Pretendemos mostrar, data venia, alguns conceitos teóricos sobre o balanço de pagamentos. Eis a estrutura básica: a) transações correntes- compreendendo a balança comercial (exportações e importações), o balanço de serviços (juros, lucros, seguros, fretes etc.) e os donativos (transferências sem contrapartida de recebimento e pagamento); b) movimento de capitais- compreendendo capitais autônomos (investimentos diretos, amortizações, empréstimos etc.) e capitais compensatórios (recursos para compensar qualquer desequilíbrio que ocorra no balanço de pagamentos). Como integrante do item capitais compensatórios, ten

Sesc recebe palestra de Aline Bei, ganhadora de prêmio literário

Confira a entrevista com Aline Bei, paulistana que ganhou o Prêmio SP de Literatura 2018, na categoria estreantes com menos de 40 anos, com 'O peso do pássaro morto', e estará em Rio Preto neste sábado no Sesc Escritora ganhou o Prêmio SP de Literatura, que é o maior do país em valor individual Aline Bei nasceu em São Paulo, em 1987. É formada em Letras pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e em Artes Cênicas pelo Teatro Escola Célia-Helena. Foi editora e colunista do site cultural OitavaArte. Em O peso do pássaro morto, narra a história de uma mulher cujas perdas foram redefinindo o seu olhar sobre a vida. Foi ganhadora do Prêmio SP de Literatura, junto com Ana Paula Maia e Cristina Judar, em 2018. Jovem e antenada com os desafios da escrita na modernidade, Aline representa uma nova geração de escritores. Neste sábado, 3, o público terá a oportunidade de participar de um bate-papo inédito com a autora, que estará no Sesc de Rio Preto. No início da seman

O menino que filmou o enterro de Luiz Gonzaga

Por  Roberta Souza ,  roberta.souza@diariodonordeste.com.br Há exatos 30 anos da partida do Rei do Baião, registros daqueles primeiros dias de agosto de 1989 seguem acendendo a chama gonzagueana e alumiando as lembranças e a saudade do povo O que você fazia no dia 2 de agosto de 1989? Paulo Vanderley estava dormindo num quartinho, em João Pessoa, quando seu tio Marcos começou a bater na porta para lhe acordar: "Ó, teu pai ligou dizendo que  Luiz Gonzaga  faleceu. Prepara a mala que vocês vão voltar agora para Exu. Ele falou que ia passar em meia hora para pegar você!", avisou. O menino de nove anos estava só há três dias na capital paraibana, onde ficaria nas férias escolares. Mas a reviravolta na história conduziu-o naquela data por 600 e poucos quilômetros de estrada rumo a uma despedida que ele recorda com detalhes até hoje. O garoto morava perto da Igreja que receberia o corpo do artista, após o trajeto que faria entre Recife, Juazeiro do Norte e Crato. Filho