Postagens

Mostrando postagens de Julho 24, 2016

Campanha no WhatsApp incentiva pessoas de todo o País a "esquecerem" livros em locais públicos amanhã

A iniciativa baseada no projeto já existente Esqueça um Livro visa espalhar o conhecimento e incentivar a troca de livros
Para aqueles que amam a leitura, esquecer um livro em algum local pode parecer assustador, entretanto, uma campanha que tem circulado pelo aplicativo de troca de mensagens WhatsApp pretende incentivar justamente essa atitude. Para participar, bastaria deixar um livro seu em algum local onde qualquer pessoa possa encontrar, como ônibus, metrô, banco de uma praça, por exemplo. A campanha incentiva que essa atitude seja feita amanhã, 25, Dia Nacional do Esqueça um Livro. O livro poderia ser acompanhado de um bilhete, informando a pessoa que o encontre de que o esquecimento foi proposital. Na mensagem que tem sido espalhada no aplicativo, há exemplos de bilhetes: “Ei, você que achou este livro! Agora ele é SEU! A iniciativa faz parte de um projeto de incentivo à leitura e compartilhamento de conhecimento. Eu escolhi este livro porque (sua justificativa)”. São convidadas…

Mostra usa arte contemporânea para reviver as mães negras do Brasil escravocrata

Imagem
Paulo Virgílio - Repórter da Agência Brasil A exposição Mãe Preta – memória da escravidão, maternidade e feminismo traz intervenções das artistas Isabel Löfgren e Patricia GouvêaFernando Frazão/Agência Brasil Referências na arte produzida no Brasil do século 19 ao início do século 20, as conhecidas imagens das amas de leite negras ressurgem em uma exposição inaugurada na tarde deste sábado (23) na Galeria Pretos Novos de Arte Contemporânea, na mesma zona portuária da cidade que guarda, em locais e sítios arqueológicos, a memória da escravidão no Brasil.  A mostra Mãe Preta é resultado de um ano e meio de pesquisas feitas pelas artistas visuais Isabel Löfgren e Patricia Gouvêa, a partir da reprodução de uma obra de Rugendas (1802-1858), que retrata uma mulher escravizada e seu filho de colo. Forçadas a alimentar as crianças brancas, as mães pretas eram obrigadas a deixar seus filhos sem o único alimento disponível e, em alguns casos, abandonados à própria sorte. Em sua pesquisa, Isabel e P…

Mais Visitadas

Reitoria da UECE apoia manifestações em defesa da educação brasileira e das universidades públicas

Maureen Bisilliat se reencontra com o seu sertão e o de Euclides da Cunha na Flip

Paraty e Ilha Grande vão se tornar patrimônio da humanidade

Morre atriz Doris Day, a namoradinha da América

VIVENDO E APRENDENDO