Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 24, 2020

UM PEQUENO HERÓI

Após passar um longo tempo em busca de algo interessante para escrever, nada encontrei. Devo concluir que o mundo anda realmente muito chato. As mesmas notícias, sempre requentadas, além de histórias que, se procurarmos em jornais antigos, de cinquenta anos atrás, veremos que em pleno século XXI estamos andando em direção ao passado. É como se estivéssemos copiando modelitos antigos de estilo de vida, em suas mais variadas vertentes, em busca de um glorioso tempo que nunca houve, ao invés de olharmos para a frente e procurarmos criar algo novo e edificante.A mulher negra que o policial pisou em cima do pescoço dela, arrastando-a pela rua; a covid 19 atingiu o platô; as vendas pelas internet aumentaram; o Brasil vota na ONU propostas contra os direitos das mulheres, acompanhando alguns países árabes; o desmatamento na Amazônia aumentou; e como não poderia deixar de ser, a lenga lenga continua: usar ou não cloroquina ou hidroxicloroquina no tratamento para o coronavírus. E no meio disso…

Escritor compra 400 cópias do próprio livro para entrar em lista de mais vendidos

O livro de Dawson subiu da 13ª para a oitava posição no ranking de ficção
Por Folhapress
O escritor britânico Mark Dawson contou ter comprado 400 cópias de seu livro "The Cleaner" para fazer com que ele entrasse na lista dos dez mais vendidos do jornal Sunday Times.
Após um gasto de 3600 libras, ou 23.897 reais, e uma divulgação para que leitores interessados recomprassem os exemplares dele mesmo, o thriller de Dawson subiu da 13ª para a oitava posição no ranking de ficção.
O escritor afirmou ter feito uma sondagem por email, e 400 leitores americanos responderam que tinham interesse em comprar o livro dele. Segundo o jornal The Guardian, depois de críticas de outros autores, a Nielsen, empresa responsável por monitorar as vendas e organizar a lista, decidiu revisar a contagem.
O posicionamento da Nielsen, de que as vendas do livro de Dawson não cumpriam os critérios necessários para integrar o ranking, fez com que ele perdesse a posição na lista do Sunday Times.
A editora independ…

Duas Escolas

As manifestações culturais e intelectuais são várias nos campos da literatura, da música, da pintura, da economia, etc. No entanto, observando-se apenas a pintura, em séculos mais recentes, pode-se dizer que o romantismo se opôs ao classicismo; o realismo foi de encontro ao romantismo e precedeu ao impressionismo que, por sua vez, possibilitou o surgimento do expressionismo, bem como serviu de transição para a arte moderna.Apesar de vários movimentos existentes, concentrei-me de forma resumida, no exame das correntes impressionista e expressionista. Pintores geniais. A primeira, com origem no final do século XIX, na França, caracterizou-se pelo interesse em efeitos de luz, não se preocupando com contornos e com tons sombrios, porém enaltecendo a alegria de viver.A segunda procurou mostrar, não só os aspectos objetivos, mas as emoções subjetivas onde pensamentos e acontecimentos suscitam no artista. Foi iniciado na Alemanha, atingiu seu auge entre 1910 e 1920.O impressionismo, embora m…

Morre o poeta e cordelista Luciano Carneiro, por Covid-19

Mestre da Cultura morava desde os 16 anos no Crato
Morreu, nesta quinta-feira (23) o poeta e cordelista Luciano Carneiro, aos 78 anos. Ele foi diagnosticado com Covid-19. Em 2008, Carneiro foi nomeado Mestre da Cultura Popular pela Secretaria da Cultura do Ceará (Secult).Natural da Paraíba, o poeta mudou-se para o Crato, no Cariri, aos 16 anos de idade, cidade onde desenvolveu a arte com as palavras enquanto trabalhava com outras funções, como agricultor, carroceiro e vigia. "Quando eu tinha dez anos de idade, eu já fazia um versinho completo, metrificado, já entendia um pouco", afirmou em entrevista.O reconhecimento de sua poesia veio a partir de 1975, quando começou a divulgar suas obras no programa Coisas do Meu Sertão. Participou também da fundação da Academia dos Cordelistas do Crato, em 1991. Lançou ainda o livro "Onde Mora a Poesia", aos 75 anos. A morte de Luciano Carneiro foi lembrada pela Secult, que emitiu nota de pesar. "Os versos hoje são de triste…